Sansão, o Hulk da Fé

EW Avengers Hulk & Hawkeye cover

“Que mais direi? Não tenho tempo para falar de Gideão, Baraque, Sansão, Jefté, Davi, Samuel e os profetas,os quais pela fé conquistaram reinos, praticaram a justiça, alcançaram o cumprimento de promessas, fecharam a boca de leões,apagaram o poder do fogo e escaparam do fio da espada; da fraqueza tiraram força, tornaram-se poderosos na batalha e puseram em fuga exércitos estrangeiros.” Hebreus 11:32-34

“Será que não há mulher entre os seus parentes ou entre todo o seu povo? Você tem que ir aos filisteus incircuncisos para conseguir esposa? “

Sansão, porém, disse ao pai:

“Consiga-a para mim. É ela que me agrada”.

Seus pais não sabiam que isso vinha do Senhor, que buscava ocasião contra os filisteus; pois naquela época eles dominavam Israel.”Juízes 14:3-4

 

Sansão normalmente é visto como um mau exemplo, como alguém que se desviou dos planos que Deus tinha para ele e por isso acabou tendo sua vida destruída, tendo apenas “se arrependido” no fim da vida, o que fez com que Deus lhe ajudasse a fazer um último trabalho para Deus mas não impediu a sua morte.Por esse arrependimento tardio é que teria conseguido aparecer entre os “heróis da fé” de Hebreus 11.Pensam que Sansão poderia ter tido uma vida mais correta e que Deus faria obras ainda maiores com ele caso ele tivesse seguido o caminho certo.Isso, porém, não é o que a Bíblia afirma, a história de Sansão está cheia de referências ao plano de Deus que estava sim relacionado aos “erros” de Sansão.

Sansão nunca é descrito como alguém preocupado com a libertação de Israel do domínio dos filisteus e nem com fazer a vontade de Deus, ele apenas faz a obra movido por impulso: por amor, raiva, vingança e outros sentimentos humanos.Ele é alguém que se preocupa com seus próprios interesses e Deus usa essa passionalidade dele para levá-lo a fazer o obra de destruição dos filisteus e consequente libertação de Israel.Até mesmo no seu momento final, quando foi cegado e preso, Sansão não demonstra arrependimento pelas suas obras passadas ou desejo de fazer a vontade de Deus ou libertar seu povo, ele apenas quer se vingar uma vez mais,dessa vez pela visão perdida.

É aí que está a semelhança de Sansão com Hulk.Sansão é o homem mais forte da Bíblia, enquanto Hulk é um dos mais fortes das histórias em quadrinhos.Hulk é forte, porém não é muito racional e é extremamente passional.Hulk aparece (ao menos na versão atual) quando Bruce Banner (seu alterego) se irrita demais e perde o controle.A força de Sansão vem de forma semelhante, apenas com a diferença de que a força de Hulk vem dos raios Gama e a força de Sansão vem do Espírito Santo que o domina naquele momento (a única exceção é quando Sansão está preso e ora a Deus para que lhe dê mais uma vez forças). Hulk é visto como herói por ajudar a deter (ou deter sozinho) ameaças mas não é como os outros heróis que são quase que totalmente conscientes do que estão fazendo.Hulk irritado pode atacar um vilão mas também um herói, ele não tem uma ética tão complexa quanto os outros.Assim é Sansão também.

Não há como afirmar que Sansão nunca tenha pensado a fundo em Deus ou que não se preocupasse com a situação de seu povo mas isso é algo que o texto não diz, como diria de outros personagens.Sansão, assim como Hulk, é visto como herói por seus feitos e não pelas suas intenções ou pensamentos.Sansão pode não ser o exemplo de judeu mas Deus se agradou dele mesmo assim e é assim que quis o usar.

Como tirar lições de Sansão para nós?Certamente ninguém deve buscar cometer erros a fim de ser usado de forma especial por Deus como Sansão foi, mas creio que o fato de que Deus possa usar alguém que era como Sansão era deve nos alertar para o perigo de julgar o próximo.Se Deus usou Sansão mesmo sendo tão “desligado” e passional, porque é que não poderia usar aquele irmão que conhecemos e que tem defeitos parecidos?Como podemos julgar que eles não tenham a Deus na vida?Lembremos da fala do irmão Paulo:

“Quem é você para julgar o servo alheio? É para o seu senhor que ele está de pé ou cai. E ficará de pé, pois o Senhor é capaz de o sustentar.” Romanos 14:4

O fim dos sodomitas na Bíblia

Vocês não sabem que os perversos não herdarão o Reino de Deus? Não se deixem enganar: nem imorais, nem idólatras, nem adúlteros, nem homossexuais passivos ou ativos,
nem ladrões, nem avarentos, nem alcoólatras, nem caluniadores, nem trapaceiros herdarão o Reino de Deus. (1 Coríntios 6:9-10)

para os que praticam imoralidade sexual e os homossexuais, para os sequestradores, para os mentirosos e os que juram falsamente; e para todo aquele que se opõe à sã doutrina. (1 Timóteo 1:10)

As duas passagens acima são da Nova Versão Internacional da Bíblia e não trazem mais a palavra “sodomita” que já não servia mais para traduzir para a palavra grega usada por Paulo.O termo foi trocado pelos mais apropriados “homossexuais passivos” e “homossexuais”.

Além da NVI, a Nova Bíblia Viva, Bíblia Vozes e a Bíblia na Linguagem de Hoje também se adequaram conforme pude verificar nas Bíblias que tenho em casa.

Essa mudança é importante porque há muitas pessoas que se enganam, pensando que Paulo estivesse colocando em sua listas condenatórias até mesmo mulheres que façam sexo anal com seu marido.

No antigo testamento, sodomita foi trocado por “prostituto cultual” ou “prostituto”, numa melhor tradução do termo original hebraico.

Para mais informações, leia: O que é sodomia?

Deus não tem que restaurar seu casamento

He is leaving

“Porque, de onde sabes, ó mulher, se salvarás teu marido? ou, de onde sabes, ó marido, se salvarás tua mulher?”  (I Coríntios 7 : 16)

Um dos temas mais populares desse blog é divórcio e recasamento.Muita gente acha divórcio inaceitável, alegando que quem se divorcia não confia que Deus tenha poder de restaurar o casamento ruim.

Ora, eu acredito que o divórcio (seguido, na maioria das vezes, de outro casamento) seja necessário em muitos casos e acredito também que Deus poderia restaurar qualquer casamento, caso fosse essa sua vontade.

Mas não é.

Não que não fosse a vontade de Deus que todo homem e toda mulher se casassem apenas uma vez e fossem felizes.Ele apenas não força ninguém a isso.

Deus nos dá muitas coisas, entre elas a liberdade.E não dá para nos deixar livres e ao mesmo tempo impor sua Vontade em todo casamento.

Deus pode trabalhar na vida dos envolvidos para que ambos cheguem a conclusão de que devem buscar a cura do relacionamento mas para isso há um limite, que Deus não ultrapassará.

A Bíblia apresenta vários passagens que nos mostram que Deus não restaura todo casamento ruim:

“Eu, porém, vos digo que qualquer que repudiar sua mulher, a não ser por causa de prostituição, faz que ela cometa adultério, e qualquer que casar com a repudiada comete adultério.”  (Mateus 5 : 32)

“Mas, se o descrente se apartar, aparte-se; porque neste caso o irmão, ou irmã, não esta sujeito à servidão; mas Deus chamou-nos para a paz.”  (I Coríntios 7 : 15)

Jesus diz que em caso de infidelidade (ou seja qual for a outra tradução melhor para o termo) a pessoa não adulterava se se separasse e casasse de novo.Se Deus realmente estivesse interessado em restaurar todo casamento, porque é que Ele diria isso?Não deveria ele dizer que, mesmo em caso de infidelidade, os dois deveriam ficar juntos à espera da restauração?

Paulo diz que se uma irmã casada com alguém descrente, caso este não a queira mais devido à sua fé, está livre do casamento.Não deveria ele dizer que a irmã deveria permanecer em oração até Deus restaurar seu casamento, salvar seu marido e etc?

Não!A Bíblia não dá essas respostas fantasiosas e ilusórias.
Se você está num casamento ruim, deve se esforçar para salvá-lo e pode pedir ajuda a Deus nisso, mas não deve achar que Deus tem de fazer isso (mesmo que você tenha muita fé).

Casamentos são restaurados muitas vezes, mas nem todas.

Creative Commons License photo credit: h.koppdelaney