Reflexo Enigmático versus Imagem Exata

Hot bath

No post anterior eu havia falado acerca de como o AT é descrito como sendo apenas sombra das realidades futuras e de como Cristo é a realidade da qual essa sombra se deriva.

Outra coisa importante a se dizer é que, embora o NT seja muito mais edificante do que o AT, ele ainda não é a Verdade absoluta, mas apenas o reflexo dela num espelho embaçado, segundo diz o próprio Paulo:

“Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido.”  (I Coríntios 13 : 12)

De modo que quando lemos os evangelhos apenas  estamos a ler o que de mais próximo da Verdade temos, visto que a Verdade está em Cristo e Cristo é a Verdade (embora só conseguiremos entendê-la completamente quando formos totalmente regenerados, devido a nossa limitação humana).

O restante do NT, embora edificante em sua maioria, não deve ser interpretado por si só, mas sempre se comparando se bate com aquilo que Jesus diz nos evangelhos, pois, de uma forma ou de outra, o que se diz nas epístolas e o que se diz e faz em Atos é apenas a interpretação humana do que Cristo ensinou àqueles homens e mulheres.

Não estou dizendo que eles tenham interpretado Cristo de forma humana no sentido de que entenderam tudo errado, apenas digo que tudo o que dizem é de acordo com o que criam, não significando sempre que estivessem certos, como qualquer um de nós pode se equivocar e confundir uma interpretação nossa como sendo a verdade.

De modo que sempre devemos examinar qualquer parte da Bíblia com os evangelhos, se combinar aceitamos; se discordar, rejeitamos e se Cristo não disser nada a respeito, podemos pensar melhor no assunto e ver se nos é útil ou não a nós.

Você prefere conferir a Verdade diretamente ou se contenta em ouvir o que terceiros que também creem na Verdade ensinam e pensam da vida?

Pense nisso também. 😉

Esse texto e o anterior foram baseados num artigo de Denilson Torres chamado “Contradições Bíblicas” que li no agora extinto site Fruto do Espírito.

Sombra versus Realidade – Antigo vs Novo Testamento

The theory is...

“PORQUE tendo a lei a sombra dos bens futuros, e não a imagem exata das coisas, nunca, pelos mesmos sacrifícios que continuamente se oferecem cada ano, pode aperfeiçoar os que a eles se chegam.”  (Hebreus 10 : 1)

Muitos cristãos usam argumentos do Antigo Testamento em conjunto com os do Novo Testamento como se ambos tivessem o mesmo valor, mas isso não é verdade.

A Bíblia diz que grande parte do AT era apenas “sombra” das realidades futuras, não eram realidade, nem imagem da realidade, mas somente “sombra da realidade”.

Uma sombra contém apenas os contornos de algo, de modo que ela pode nos indicar algumas partes da verdade, mas não pode ser considerada como imagem exata.

De modo que o AT jamais poderá ser considerado como tendo o mesmo valor do NT, e muito menos dos evangelhos.

Nos evangelhos vemos o ensino de Jesus tanto em palavras como em obras, pois ele era verdadeiramente era a Palavra encarnada, a Luz do mundo e a realidade, da qual antes só se tinha sombra.

De modo que se cremos que Verdade estava em Cristo e o AT era sombra dela, devemos crer que a melhor forma de interpretar o AT é através de Cristo e não o contrário.

Da mesma forma, não há como retirar verdades do AT que Cristo não tenha mencionado durante sua vida na terra ou tenha rejeitado de forma direta ou indireta através de seu ensino.

De modo que sempre que alguém só encontra argumento para alguma coisa no AT, pode ser que na verdade essa coisa que ele tenta defender seja algo ultrapassado, que não tenha mais utilidade ou algo que pode até contradizer o que Cristo prega.

Entre Cristo e a sombra dele, escolha Cristo.

Fazer o contrário é infantilidade: é querer voltar aos contos de fada quando já se sabe a verdade; é querer ver Papai Noel quando se sabe que quem dá os presentes são os pais;é trocar a presença real da namorada pela conversa de vocês dois no MSN que você tem gravada; é querer Gideão, Moisés ou qualquer outro personagem no lugar de Cristo.

Você se conforma com a realidade ou gosta de voltar às sombras as vezes?

Pense nisso.

Esse texto e o posterior foram baseados num artigo de Denilson Torres chamado “Contradições Bíblicas” que li no agora extinto site Fruto do Espírito.