Não deixe de congregar

Friends 2008 1 bw

“Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia.”  (Hebreus 10 : 25)

“E disse o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora idônea para ele.”  (Gênesis 2 : 18)

É um engano achar que quem não se reúne com pessoas da mesma fé não poderá ter uma relacionamento com Deus mas mesmo assim o congregar continua sendo importante.

No Éden, Adão não estava desligado de Deus até encontrar Eva, mas o próprio Senhor declarou que não seria bom o homem se relacionar apenas com Ele, era preciso se relacionar com um ser semelhante.

Congregar tem a ver somente com estar com pessoas, não se congrega para estar próximo de Deus pois isso é algo que deve acontecer a todo momento da nossa vida.

Para congregar não são necessários ritos, lugares ou roupas especiais, somente são necessários pessoas.

Não é preciso um “templo” ou uma “casa de Deus”, no máximo, se a intenção for falar sobre fé, são necessárias algumas pessoas que tenham a mesma fé.

“Não deixeis de congregar” poderia ser traduzido como “Não se isole”.

O que é a Graça de Deus?

Gift :D

“Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus.”  (Romanos 3 : 24)

Você sabe o que é a Graça de Deus? Sabe para que ela serve?

Muitos provavelmente darão a resposta padrão: “Graça é favor imerecido”
Mas que favor é esse?
Em que esse favor não merecido afeta a minha vida?
Qual é esse favor que eu recebo sem merecer?

Ora, o favor imerecido de que Paulo fala é a salvação sem merecimento.

Sim, pela graça somos salvos sem merecer a salvação!

“Mas, àquele que não pratica, mas crê naquele que justifica o ímpio, a sua fé lhe é imputada como justiça.”  (Romanos 4 : 5)

É importante que se diga isso (mesmo sendo óbvio para muitos, ainda que só na teoria) pois ainda há quem pense que a graça nos salva mas não nos salva totalmente, pois ainda precisamos nos salvar por nossas obras.
É o que aprendi, de forma direta ou indireta, nas várias igrejas evangélicas por onde passei até conhecer o Caminho da Graça do pastor Caio Fábio.
Não que eu só tenha entendido a Graça através do Caio, mas, fora Paulo, ele foi um dos primeiros que eu achei que falou dela claramente.
Paulo diz diversas vezes que ou a pessoa se salva pela fé ou pelas obras(na verdade essa é uma impossibilidade, mas há quem tente), não há como ser metade pela graça e metade pelas obras.

“…o homem não é justificado pelas obras da lei, mas pela fé em Jesus Cristo, temos também crido em Jesus Cristo, para sermos justificados pela fé em Cristo, e não pelas obras da lei; porquanto pelas obras da lei nenhuma carne será justificada.”  (Gálatas 2 : 16)

Como você entende a Graça de Deus?Foi ensinado de forma satisfatória em sua igreja acerca dela?

Esse post faz parte da blogagem coletiva sobre a Graça de Deus, promovida pelo blog Celebrai! na sua 2ª promoção.

Creative Commons License photo credit: MarcinMoga / Lolek

Que morada Jesus foi preparar?

Calm place to live
Creative Commons License photo credit: Tambako the Jaguar

“Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar.”  (João 14 : 2)

Normalmente se pensa que nesse verso a casa do Pai seria o Céu, em outros versos pensam que é o templo físico e só por último(quando se fala sobre prostituição e alcoolismo, por exemplo) lembram do verso que diz que a casa de Deus somos nós.

Quem crê que a casa do Pai seja o Céu tem a impressão de que Jesus está falando sobre uma cohab celestial.

Jesus, porém, nesse capítulo, diz que a casa do Pai é aquele que O ama.

“Jesus respondeu, e disse-lhe: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada.”  (João 14 : 23)

Jesus preparar morada para nós na casa do Pai significa que ele nos preparará para que possamos estar cada vez mais em Deus e Deus em nós, como Ele mesmo diz nos versos seguintes:

“Naquele dia conhecereis que estou em meu Pai, e vós em mim, e eu em vós.”  (João 14 : 20)

“Estai em mim, e eu em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não estiver na videira, assim também vós, se não estiverdes em mim.”  (João 15 : 4)