Sobre o apocalipse da corrupção do Brasil

APOCALIPSESobre a minha leitura do livro do Apocalipse

O livro do Apocalipse provavelmente foi o primeiro que li da Bíblia. Eu era adolescente e me interessava muito a temática apocalíptica.

Como estava próximo ao ano 2000, ouvia com frequência que o fim do mundo estava próximo e, ao mesmo tempo em que sentia medo, ansiava por isso desde que eu pudesse estar a salvo (talvez por isso eu tenha buscado tanto ao cristianismo desde aquela época). 

Eu cheguei ao ponto de desejar que o mundo acabasse mesmo no ano 2000 para que eu escapasse de uma vacina (na época eu tinha um medo ainda maior de agulhas do que tenho hoje em dia).

Ao ler o livro do apocalipse, porém, não me deparei (como muitos temem) com um livro onde apenas apareça destruição e desgraça.

Vi que o Apocalipse traz castigos, mas também traz recompensas boas e consolo para os “justos” (coloco entre aspas, pois não há como ler a bíblia inteira e acreditar que haja alguém literalmente justo, que não tenha injustiça alguma; no máximo há  pessoas que se esforçam em fazer o bem e se arrependem de seus maus atos).

Essa é a esperança do apocalipse: depois do caos, virá o Paraíso.

E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas.

Certas melhoras não podem vir sem que antes haja destruição. É por isso que a Bíblia diz que os céus e a terra serão destruídos para que hajam novos céus e nova terra.

Porque, eis que eu crio novos céus e nova terra; e não haverá mais lembrança das coisas passadas, nem mais se recordarão.

Até mesmo na criação bíblica, primeiro houve caos (vazio, trevas e deformidade30), depois houve tudo o que há.

E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas. E disse Deus: Haja luz; e houve luz.

Gênesis 1:2,3

O apocalipse da corrupção no Brasil

Muitas vezes quando vemos algo que achamos muito ruim, dizemos que aquilo é “o fim do mundo”, mas não lembramos que aquele fim pode ser algo bom, pois após ele pode vir o começo de algo muito melhor.

É por isso que no título desse texto eu menciono o Brasil.

Muitos parecem achar que o Brasil está no fim devido a problemas como a revelação (inclusive “revelação” é a tradução da palavra grega apocalipse) de muitos esquemas de corrupção e que isso seria o sinal de que a coisa só vai de mal a pior, mas isso não tem que ser verdade.

A revelação da corrupção e sua punição, pode ser o que abrirá o caminho para que no futuro tenhamos um futuro melhor.

Por isso, não desanime e nem deixe de participar das eleições votando em alguém escolhido conscientemente apenas por achar que todos devem ser “farinha do mesmo saco”. Creia que se tantos escândalos estão vindo à tona é porque está mais difícil ser corrupto e poderá ficar ainda mais difícil se fizermos uma boa escolha nas eleições.

E se mesmo com muito esforço, ainda escolhermos  a pessoa errada, a chance do novo eleito ser punido é maior que antes e assim teremos mais esperança para o futuro.

Que venha o apocalipse (revelação)!