Amor aos animais

IMG-20151010-WA0002O amor aos animais é algo belo desde que não coexista com o ódio pelos seres humanos.

Há gente que ama os animais e ama mais aos seres humanos, porque entende que os homens estão acima dos animais. Outros amam a ambos porque creem que todos são animais e há os que amam, com poucas exceções, apenas os animais (ou os animais chamados de “inferiores”) porque estes supostamente são puros, enquanto o ser humano é maldoso e cruel.

Do ponto de vista bíblico o homem é descrito como superior aos animais, chegando ao ponto de ter permissão divina de usá-los para sua sobrevivência:

E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: […] dominai sobre os peixes do mar e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra. Gênesis 1:28

Tudo quanto se move, que é vivente, será para vosso mantimento; […] Gênesis 9:3

Isso não quer dizer que o homem possa fazer o que bem entende com os animais mas dá ao homem o direito de fazer com animais o que não tem direito de fazer com outros seres humanos caso haja necessidade. O valor do ser humano não está ligado ao que faz de bom ou ruim mas é um valor estabelecido no momento da Criação.

Além do mais, não sabemos tudo sobre os animais a ponto de poder dizer que eles sejam melhores por não praticar o mal. Há quem pense que eles não tem nada além de instintos, o que não permitiria que fizessem o mal, mesmo que praticando uma ação vista como má, pois não fariam movidos por maldade mas apenas por instintos, não podendo ser julgados por isso. Nesse caso, não haveria superioridade animal, pois os animais não poderiam praticar nem o bem e nem o mal, sendo apenas seres neutros.

Se há sentimentos e escolhas não apenas instintuais nos animais então não temos como saber se os animais são puros ou não, pois, segundo Jesus, a maldade acontece no coração mesmo que não se manifeste em ações. Certas ações incômodas deles como latir, arranhar e morder poderiam até mesmo ser atos maldosos e não apenas reações instintivas.

Independentemente de crermos ou não na inocência dos animais e malignidade dos seres humanos o mandamento de Cristo é que amemos aos seres humanos, mesmo os inimigos:

Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus; Mateus 5:44

Não há no evangelho elogio ao amor dedicado apenas a quem nos ama ou nos trata bem; isso é considerado algo natural do ser humano. Não dá ser um verdadeiro amante de Deus amando apenas animais.

Ele nos deu este mandamento: Quem ama a Deus, ame também seu irmão.1 João 4:21

Que morada Jesus foi preparar?

Calm place to live
Creative Commons License photo credit: Tambako the Jaguar

“Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar.”  (João 14 : 2)

Normalmente se pensa que nesse verso a casa do Pai seria o Céu, em outros versos pensam que é o templo físico e só por último(quando se fala sobre prostituição e alcoolismo, por exemplo) lembram do verso que diz que a casa de Deus somos nós.

Quem crê que a casa do Pai seja o Céu tem a impressão de que Jesus está falando sobre uma cohab celestial.

Jesus, porém, nesse capítulo, diz que a casa do Pai é aquele que O ama.

“Jesus respondeu, e disse-lhe: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada.”  (João 14 : 23)

Jesus preparar morada para nós na casa do Pai significa que ele nos preparará para que possamos estar cada vez mais em Deus e Deus em nós, como Ele mesmo diz nos versos seguintes:

“Naquele dia conhecereis que estou em meu Pai, e vós em mim, e eu em vós.”  (João 14 : 20)

“Estai em mim, e eu em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não estiver na videira, assim também vós, se não estiverdes em mim.”  (João 15 : 4)