Pastor que morreu em acidente supostamente teve visão

Nunca tinha ouvido falar no pastor Luiz Antonio Luz até depois do acidente.
E algum tempo depois que ouvi pela primeira vez, surgiu o boato de que teria havido uma “revelação de sua morte”.
Segundo o que li primeiro numa comunidade, alguém teria dito que algum dos pregadores do congresso do GMUH não pregaria mais lá, mas não ouvi mais nada sobre essa suposta revelação.
Depois ouvi falar da revelação que o pastor mesmo teria tido (a do vídeo acima).
Vi o vídeo e, mesmo sendo um pouco desconfiado desse pessoal dos gideões, realmente acredito que ele tenha tido uma visão.
A dúvida é se a visão estaria ou não se referindo ao acidente.
Aparentemente, a visão que ele diz ter das mortes assemelha-se a alguma experiências pós-morte, em que a pessoa após morrer vê seu corpo embaixo de si como se estivesse flutuando sobre ele.
Por isso penso que talvez ele tenha tido uma antevisão do que veria após sua própria morte e depois que o anjo lhe disse para voltar (não da morte e sim do sonho).
Porém isso é somente uma opinião, já que só Deus pode realmente saber o que a “visão” significava.
Se tem outra interpretação comente.

Observação após releitura em 2018: Apesar de acreditar que a visão possa ter sido real, não vejo utilidade para ela ser narrada num congresso.

Impressionar ouvintes com algo bizarro ou dar-lhes uma previsão sobre o futuro, normalmente não é o intuito para que os dons espirituais existem.

Penso que ele poderia ter guardado a visão para si, sem prejuízo para os ouvintes. Como deve ser feito pelos cristãos em geral com as línguas estranhas que não devem ser ditas em público se não tiverem quem as interprete a assim haja algo edificante para os ouvintes.

Acredito que ele possa ter se deixado levar pela vaidade, embora isso não queira dizer que tenha sido condenado após a morte. Deus sabe de nossas fraquezas.

(Visited 64 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.