Lições do filme Todo Poderoso

Na época que o “Todo Poderoso” foi lançado, eu e muitos crentes da época, pensávamos que fosse um filme que tivesse o intuito de zombar de Deus e esse foi um motivo para que eu não tivesse vontade de assistir. Porém, um dia um amigo me convidou para assistir e eu fui para “analisar” ele. Após ver o fim do filme, vi que, na verdade, ele ensina uma grande lição e que quem é zombado é o homem e não Deus. É o homem (ainda que com grandes poderes e responsabilidades) que aparece como o grande bobo em contraste com Deus que está acima dEle. Além dessa lição básica de que o homem não tem capacidade para dirigir sua vida e a dos outros, percebi pelo menos mais duas lições que queria deixar aqui:

Se realmente pudéssemos determinar ao invés de orar seria trágico
Sim, o que Bruce faz durante o filme todo é determinar, ele não pede a Deus porque está com o poder, porque crê que tudo o que disser será feito e que isso será bom; no entanto ao determinar que tudo seja como quer, percebe que nem tudo o que quer acaba sendo realmente bom.

Isso nos mostra que:

  • O que Deus permite em nossa vida de bom ou mal acaba sendo para nosso bem, mesmo que não entendamos no momento;

“E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.” (Romanos 8 : 28 )

  • Não sabemos o que pedir corretamente, por isso nem em tudo somos atendidos conforme queremos;

“E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis.” (Romanos 8 : 26)

“Pedis, e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites.”

(Tiago 4 : 3)

Oração sem sinceridade não vale

No fim do filme, quando Deus lhe pede para orar, Bruce repete uma oração que pensa ser “boa”e pergunta se a oração foi “boa”, ao que Deus lhe responde que ele tinha de ser sincero e orar pelo que realmente parecia importante para ele. A segunda oração de Bruce é uma oração sincera e sem enfeites e essa agrada a Deus. Isso nos mostra que:

  • Oração que consiste somente em repetição de palavras, mas que nem se pensa no que está falando, pode valer como discurso perante os homens, mas perante Deus não vale nada, é preciso orar a Deus com sinceridade.

“E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios, que pensam que por muito falarem serão ouvidos. Não vos assemelheis, pois, a eles; porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes de vós lho pedirdes.” (Mateus 6 : 7,8 )

Bom isso foi o que enxerguei e me lembrei de postar, se vocês tem mais o que dizer sobre o filme, participem comentando ou escrevendo algo sobre isso também.

Que o Senhor nos ajude a ouvir Sua voz através de todos os meios.

(Visited 685 times, 1 visits today)

12 comentários em “Lições do filme Todo Poderoso

  1. Pô cara, boa análise, Todo Poderoso é um filme que nos faz pensar em muito do que se transformou o evangelho atualmente…

    Que a sinceridade e principalmente o reconhecimento da soberania de Deus sobre nossas vidas possa se fazer presente em todos os momentos…

    Rap’s last blog post..Ouvindo música “secular”

  2. Não costumo mais ver filmes mundanos, mas também tive a oportunidade de ver este e até gostei do filme. Realmente me supreendi com a estória, e até fiquei surpresa.
    Pois também fiquei, imaginando como é dura a vida de Deus, em referência a nós pecadores. Pois a única coisa que sabemos fazer é pedir, pedir e reclamar. Jamais agradecer…

  3. Que bom que gostou do filme.
    Se eu já não vejo grande parte dos filmes como “mundanos”, esse menos ainda, na verdade acho que esse filme ensina muito mais lições boas do que certos “filmes evangélicos”.
    Obrigado pelos comentários Rute.
    Volte sempre.
    Abraço.

  4. Recentemente passei a freqüentar uma igreja, mas já deixei, pois não concordo com o que é pregado lá.
    Lá se fala em sacrifício, no qual a pessoa entrega dinheiro, de seu salário, ganho ou venda de algo, passando assim por necessidades que ao meu ver são desnecessárias e in vão. Julgo ate ser cruel. Uma fé cega sem inteligência. Isso fora o dizimo.
    Bem, quando me vieram com este assunto. Logo lembrei do filme, na cena da lanchonete.
    Onde o Bruce, abre a sopa imitando a o que fez Moises. Então deus diz, que aquilo era um truque de mágica. Pois o verdadeiro milagre era a mãe solteira que trabalhava, estudava e cuidava do filho ou algo assim não me lembro com precisão.
    Ao meu ver isto também é um sacrifico. Como o que usei como exemplo de minha maneira de pensar me dirigindo ao obreiro. Disse que pra mim sacrifico e o pai e mãe que trabalham em mais de um emprego, passam a noite acordados por um filho doente, passam necessidades, mas não tiram de ninguém, não prejudicam ninguém.
    Mesmo uma pessoa solteira, que viva bem, trabalhe e/ou estude, ao meu ver este é um sacrifico. Pois nem todos têm a sorte de não precisar ou fazer somente o que gosta.
    Esta é minha idéia de sacrifício.
    Acredito que questionar não é duvidar, mas sim por suas idéias a fim de chegar a verdade, ou ao mais próximo dela.
    Obrigado, se tiver discordância ou algo a acrescentar, gostaria que o fizesse, pois busco informação.

  5. irmãos em ECLESIASTES tem uma passagem maravilhosa que é:
    “EC 2:26 – Porque ao homem que é bom diante dele, dá Deus sabedoria e conhecimento e alegria; mas ao pecador dá trabalho, para que ele ajunte, e amontoe, para dá-lo ao que é bom perante Deus. Também isto é vaidade e aflição de espírito.” já pensou que coisa, ABEL nosso irmão querido, oferecendo a DEUS em HOLOCAUSTO uma ovelha em sacrificio e DEUS gostando, lembre-se que ABEL naõ pariu as ovelhas ele só cuidava era pastor, e CAIM coitado trabalhava como agricultor de sol a sol e quiz sacrificar a DEUS e este não aprovou ficando com o sacrificio de ABEL, DEUS não aceita como sacrificio aquilo que não é D’ELE, as ovelhas eram obras de SUAS mãos e o sacrificio de CAIM eram obras do trabalho de Caim, arroz feijao trigo porque Caim plantava e regava e colhia e ABEL cuidava das pvelhas era PASTOR. Há muita diferença entre o que fazia ABEL, quando uma ovelhinha crescia e se tornava bela e muito bonita, para não se envaidecer e comentar foi eu que cuidei eu alimentei, ela é minha por causa do meu trabalho ela está assim, ele a sacrificava ao seu DEUS e oposto ao sacrificio de CAIM.

  6. Bem, em primeiro lugar eu achei otima todas os seus comentários porem pra mim houve um episodio que marcou muito. Equando o bruce tenta a todo custo que a sua namorada volte a ´gostar `dele. isso me fez ver como as pessoas as vezes sabem conhecem tudo sobre a palavra de Deus mas escolhem não segui-lo, e Deus assim mesmo os respeita sem usar de ignorancia deixa que a propria pessoa faça sua escolha. dando assim o seu livre arbitrio.

  7. a real mensagem do filme eh que devemos ser o milhagre, e não espera-lo.
    eh o trabalhador cansado q chega em ksa e ainda encontra tempo para dar atençao ao seus filhos.
    e q n se deve ficar somente orando e sim ir atras do que se quer, como uma hora “deus” fala no filme:
    eu não dou coragem, dou a oportunidade de ser corajoso.

  8. Assisti este filme umas 5 vezes e continuarei assistindo sempre que for exibido, pois sempre me emociono com a mensagem final. O personagem Bruce finalmente se rende à vontade de Deus, pois percebe que sempre que quis fazer a própria vontade se deu mal. E reconhece finalmente que o que importa realmente para ele é a felicidade de sua amada, e que ela encontre quem a ame de verdade e a veja com os olhos de Deus. E Deus diz: “isto é uma oração das boas”.

  9. Muito bom, o filme e sua análise. Nós muitas vezes nos achamos no direito de julgar e determinar o que fazemos ou deixamos de fazer. Na verdade o Único Digno é o Senhor. Uma parte marcante no filme é quando Bruce Nolan caminha pela rodovia e ali se rende ao Senhor. A resposta da oração Grace estava ali. Eu não vi o filme com olhar como se “estivessem zombando de Deus”, mas como: ” Que mensagem cristã apresentamos ao mundo”. Querendo ou não o filme mostrou uma Verdade Absoluta: Deus sabe o que é melhor para nós… Umas das frases de Bruce naquela rodovia foi: “Eu quero que o Senhor decida por mim” esse é tremendo, e simplesmente verdadeiro, porque depois vemos a mudança no caráter dele.
    Enfim, apesar de o filme ter poucos pontos negativos em geral sua nota seria 9,0.

  10. Eu fico feliz que várias pessoas tenham percebido que não é uma zombaria e sim uma lição. Na cena em que Bruce está em uma festa ele está sentado próximo à um bezerro de ouro, quando ele vai para o quarto e tenta ligar para sua mulher, ele é tentado pela colega de trabalho e ela beija ele depois a mulher dele pega ele no flagra beijando outra. Achei interessante, como a gente pode cair em tentação e sermos infelizes se estivermos focados em nossas próprias vontades e ostentações.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.