Jesus cumpriu a Lei por nós

Musee M. Chagall_4095

“Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim ab-rogar, mas cumprir.”  (Mateus 5 : 17)

Algumas pessoas tem entendido o verso acima como prova de que a Lei ainda deve ser cumprida para Salvação, mas ele apenas afirma que Ele veio para cumprir.

Jesus cumpriu a Lei de duas formas: obedecendo-a para si mesmo e para nós.

Havia duas formas da Lei se cumprir em nós:  obedecermos ou morrermos.

“… o salário do pecado é a morte…”  (Romanos 6 : 23a)

Cristo aceitou morrer em nosso lugar sem merecer (pois quem é capaz de cumprir a lei não tem de morrer) deixando-nos quites com a Lei e permitindo que fôssemos salvos, mesmo sem a cumprirmos.

Isso não nos libera de fazer boas obras, apenas nos permite fazer o bem sem depender dele para salvação.

Dependemos apenas daquele que a cumpriu a Lei em nosso lugar e de forma grata tentamos agradá-lo, vivendo em amor. 🙂

“Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas.”  (Efésios 2 : 10)

“Não aniquilo a graça de Deus; porque, se a justiça provém da lei, segue-se que Cristo morreu debalde.”  (Gálatas 2 : 21)

(Visited 1.127 times, 1 visits today)
Tags , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Roberto Donizeti Soares

Moro em Catiguá, interior de São Paulo. Sou psicólogo formado pelo Instituto de Ensino Superior de Catanduva (IMES Catanduva, antiga FAFICA) e trabalho em Catanduva, na Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Agricultura. Li a Bíblia algumas vezes e continuo relendo e buscando um maior entendimento. Simpatizo com o movimento Caminho da Graça do pastor Caio Fábio de Araújo Filho. Gosto de teologia, sociologia, psicologia, antropologia, política, livros, filmes, música, gibis, jogos e brinquedos, entre outras coisas.

16 respostas para Jesus cumpriu a Lei por nós

  1. Pingback:Jesus cumpriu a Lei por nós : deus

  2. aury diz:

    ola seu roberto se eu vou mentir para agradar o homem
    porque os mintiroso nâo hertarâo reino do ceu
    eu nâo estou falando para povo leigo estou falando
    para estes profesor que estâo enganando aquele
    greem jesus cristo este materialista so falam dim dim
    jesus cuando teve aqui na tera nunca prometeu riqueza matrial para nimguem ofilho de deus ta sendo traido de todo o jeito istom ai e vergonha

  3. ANONIMO diz:

    “Pois qualquer que guarda toda a lei, mas tropeça em um só ponto, se torna culpado de todos” (Tiago 2:10).
    É interessante como os homens por si , determinam o que vão obedecer…e a maioria obedece desobedecendo…É possível, sim, “obedecer desobedecendo” Um exemplo clássico na Bíblica é Caim. Deus pediu aos dois irmãos que Lhe trouxessem uma oferta. Um deles OBEDECEU OBEDECENDO, mas o outro OBEDECEU DESOBEDECENDO.Ao levar uma oferta de frutas, Caim fez o que Deus havia pedido (uma OFERTA), mas não fez do modo como Deus Se agradaria de ser atendido (uma oferta DE SACRIFÍCIO ANIMAL, símbolo do Messias).Ao levar uma oferta de frutas, Caim fez o que Deus havia pedido (uma OFERTA), mas não fez do modo como Deus Se agradaria de ser atendido (uma oferta DE SACRIFÍCIO ANIMAL, símbolo do Messias).
    Hoje, infelizmente, o Cristianismo vive uma onda de relativismo (como estudamos na Lição de alguns dias atrás), onde cada um acredita (os adeptos do “achismo”) que podem dizer como, onde, quanto e quando serão fiéis a Deus. As determinações que o Senhor concedeu, claramente, em Sua Palavra, são colocadas de lado, e apenas o desejo pessoal, a “hermenêutica” individual, o tradicionalismo denominacional é quem definem o “grau” da obediência.

    Apenas obedecendo DO JEITO que Deus determina, é que o ser humano pode estar seguro de que age sob a proteção e controle divinos. Foi pensando em pessoas assim, que gostam de se considerarem “livres” para desobedecer, que Judas escreveu em sua epístola a trágica manobra que alguns já faziam desde sua época: transformavam GRAÇA em LIBERTINAGEM. Ou seja, diziam que o perdão e a misericórdia de Deus os livrava da obediência aos mandamentos (cf. Judas 1:4). Ledo engano!

  4. auri diz:

    sim jesus compriu o velho testamento e deixou uma nova lei mateus 5 v 18 pode pasar
    o cêu a terra mas as palavra nâo vai pasar
    aqui estes 4 versiculo esta todo os mandamento mt 5 v 17-18-19-20 se opeservar
    no cap 20 a palavra EXCEDER porque ajustiça
    de deus e mt 5 v 18 a justiça dos homem
    elei de moises porque muitos escriba e fariseus tinha aceitado a justiça de deus
    mas amaioria nâo aceitaram eles queriam
    ajustiça dos homem jesus deixou bem claro
    aqueles que praticam a justça dos homem
    nâo vai entrar no reino do cêu
    ovelho testamento nâo tem valor nem um perante deus GL 3 v 10-11 tito 3 v 9 HB 7 v
    18-19 2°joâo 1 v 9-10-11 dai por muito mais
    apaz do senhor jesus

  5. Menezes diz:

    Os legalistas modernos criticam os que seguem à Cristo e põe sua esperança somente na graça, como se eles seguissem e guardassem leis. Ninguém nunca cumpriu e nem cumpre lei, pois, se assim o fizesse, Deus seria um ser cruel e sanguinário como dizem os ateus, teria mandado seu Filho para morrer em vão. Os judeus tropeçaram na graça de Cristo, pois esta se tornou loucura para eles, estando os mesmos até hoje retidos na lei, não entrando no descanso de Deus pela fé. Assim também o fazem os sabatistas modernos, tropeçam na graça de Cristo se colocando em baixo da lei, não entrando no verdadeiro descanso de Deus que é a fé plena em seu Filho. A falácia que dizem que graça sem lei é libertinagem, é apenas um engodo de quem não tem o que falar, pois os que são de Cristo, estão alicerçados no amor puro, cumprindo TODA A VONTADE DE DEUS por amá-Lo, não por imposição de lei. Quem diz guardar lei é mentiroso, e ainda vai mais longe, faz de Deus um mentiroso, pois a própria bíblia diz que TODOS PECARAM e se EXTRAVIARAM.

  6. Menezes diz:

    Ora, se todos pecaram e se extraviaram, como então querem alguns dizer que guardam lei nessa condição? É fácil responder, simplesmente mentem, pois ninguém guarda, caso contrário, então quem mente é a bíblia. A lei foi feita para os injustos e bandidos, logo, para quem está em Cristo Jesus, já não há lei, pois são santificados pelo seu sangue.

  7. carlos eduardo zemuner diz:

    SE NAO PRECISAMOS MAIS CUMPRIR A LEI PORQUE CRISTO A CUMPRIU EM NOSSO LUGAR, ENTAO VAMOS ROUBAR ,MATAR E ADULTERAR. AH! E PARA AQUELES QUE DIZEM QUE A LEI FOI DADA SOMENTE PARA O POVO JUDEU,EU PEÇO QUE LEIAM ISAIAS 56:2 A 7. E QUE TAMBEM ME RESPONDAM UMA PERGUNTA. PORQUE SERA QUE JOSE FUGIU DA MULHER DE POTIFAR CUMPRINDO ASSIM O MANDAMENTO NAO ADULTERARAS,SE OS 10 MANDAMENTOS VEIO DEPOIS DE 400 ANOS DESSE EVENTO? OS 10 MANDAMENTOS ESTAO EM VIGENCIA.SO NAO ENXERGA QUEM NAO QUER.

  8. Menezes diz:

    Vejam acima a velha falácia legalista, quando dizem: “se não precisamos cumprir lei, então vamos matar, roubar e etc”. O cristão que está na graça pura e genuína de Cristo, colocando sua esperança de salvação somente nEle, e não em sua própria força, não mata, não rouba, não furta e etc, não é porque existe um código de leis lhe dizendo isso, mas sim porque segue a lei real, a lei do Espírito de vida, a lei da liberdade, a lei de Cristo que é o AMOR. Quem serve a Deus porque existe uma lei lhe dizendo o que deve ou não fazer, ainda não está liberto em Cristo, lhe falta fé para saber que é um trapo de imundícia, e que depende totalmente do sacrifício da cruz. Enquanto os judeus e os legalistas cristãos têem como alvo duas tábuas de pedras, os cristãos da graça estão tão somente olhando nos olhos de Cristo, este é o alvo.

  9. Menezes diz:

    Quanto a Isaías 56: 2 a 7, é simples essa questão, Deus estava falando dos prosélitos judeus, que aceitaram a circuncisão para servir a Jeová, mais de maneira nenhuma o contexto está dizendo que a lei não era só do povo judeu, está se falando de situações esporádicas, e os versos 6 e 7 deixam isso claro, vejam:

    E aos filhos dos estrangeiros, que se unirem ao SENHOR, para o servirem, e para amarem o nome do SENHOR, e para serem seus servos, todos os que guardarem o sábado, não o profanando, e os que abraçarem a minha aliança,
    Também os levarei ao meu santo monte, e os alegrarei na minha casa de oração; os seus holocaustos e os seus sacrifícios serão aceitos no meu altar; porque a minha casa será chamada casa de oração para todos os povos.

    Viram bem? Se fala apenas dos estrangeiros que quisessem servir ao Senhor, e não que isso fosse uma obrigação como no caso de Israel, inclusive, deixa claro que os sacrifícios e holocaustos dos mesmos seriam aceitos no altar de Deus. Agora pergunto, será que os que usam Isaías 56 para justificar lei aos cristãos, estão sacrificando e oferecendo holocaustos pelos seus pecados? Isso é uma prova de que quem usa Isaías 56 para impôr lei aos da graça, está agindo como se Cristo nunca tivesse vindo, igualzinho aos judeus, que por não crerem em Jesus, ficaram retidos no código moisáico.

  10. Menezes diz:

    José fugiu da mulher de Potifar, não porque já existia lei, mas porque como todo filho de Adão, tinha a consciência do bem e do mal, sabendo que tal atitude era ilícita para um servo de Deus. Se já existisse a lei naquele tempo, então a bíblia estaria mentindo ao dizer que a mesma só foi dada através de Moisés, conforme Deuteronômio 5 abaixo:

    1 Chamou, pois, Moisés a todo o Israel, e disse-lhes: Ouve, ó Israel, os estatutos e preceitos que hoje vos falo aos ouvidos, para que os aprendais e cuideis em os cumprir. 2 O Senhor nosso Deus fez um pacto conosco em Horebe. 3 Não com nossos pais fez o Senhor esse pacto, mas conosco, sim, com todos nós que hoje estamos aqui vivos.

    Moisés deixa claro acima que o pacto da lei foi feito com eles que estavam vivos naquele dia, e não com seus pais, e Paulo, que foi da seita dos fariseus, judeu de nascença e bom conhecedor das escrituras, confirma isso em Gálatas 3: 16 e 17, que segue:

    Ora, as promessas foram feitas a Abraão e à sua descendência. Não diz: E às descendências, como falando de muitas, mas como de uma só: E à tua descendência, que é Cristo. Mas digo isto: Que tendo sido a aliança anteriormente confirmada por Deus em Cristo, a lei, que veio quatrocentos e trinta anos depois, não a invalida, de forma a abolir a promessa.

    Bom, quem diz ao contrário do que está acima, ou o faz por ignorância, ou então a coisa é bem pior, simplesmente por má fé para justificar doutrina de sua igreja.

  11. Menezes diz:

    Sim irmão Roberto, os prosélitos se tornavam “judeus” na carne, pela circuncisão, sendo nesse caso, OBRIGADOS também a guardar TODA LEI, não só dez. Nenhum estrangeiro era obrigado a se tornar prosélito judeu, mas assim o fazendo, havia uma mesma lei tanto para os judeus quanto para eles.

  12. Fillipeneses diz:

    Bom cara, acontece que essa confusão de lei e “lei” é um erro de tradução da bíblia para o portugues, se buscarmos lá no hebraico existia dois tipos de lei a Toráh (lei de Deus) e a Mitzvot (principios que foram retiradas da Torah para especificar novas leis). aí traduziram as duas como simplismente lei, daí surge as contradições.

    “Ué?, Uma hora vemos q não estamos mais debaixo da lei, na outra Jesus fala q não veio ab-roga-la?”

    Mas, se fomos lá em traduções mais proximas do original em contexto veremos as diferenças. Quando Cristo trasncorre todo o seu sermão nesse dilema: “Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim ab-rogar, mas cumprir.” (Mateus 5 : 17). Posteriormente ele conclui definindo o que é a Lei, da qual ele falava (no caso a Torah) em (Mateus 7:12) “Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós, porque ESTA É A LEI E OS PREFETAS”.
    Espero ter ajudado. Graça e Paz a todos os irmão 😉

  13. Menezes diz:

    Discordo do irmão acima, existe apenas uma só lei constituída em 613 mandamentos dentro da Torah, porém é lógico, existem os preceitos ou costumes judaicos, cujo objetivo eram normatizar alguns mandamentos. Um exemplo de preceito judaico era a distância de um sábado, que regulamentava o quanto se podia andar nesse dia, se não me engano 800m. Mateus 5: 17 é apenas um texto isolado, não traduz de maneira nenhuma o que Cristo realmente estava dizendo. Para entendermos o contexto devemos pegar o verso seguinte que diz: 18 Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei, sem que tudo seja cumprido. Viu bem? A palavra chave do contexto está no final do verso acima, onde se diz: “…sem que tudo seja cumprido”. Cristo veio para cumprir, e nada, mas nada mesmo passaria sem que o mesmo não cumprisse, pois poderia até passar céu e terra, porém a certeza era que tudo da lei seria cumprido. Bom, todos nós sabemos que Cristo cumpriu a lei e os profetas, logo, estando a condicional extinta, então foi toda a lei cravada na cruz. Mateus 7: 12, Cristo tão somente está confirmando que a vontade de Deus do antigo pacto (lei), tão somente se cumpre pelo AMOR, haja vista que não desejamos fazer aos outros aquilo que não queremos que nos façam. É assim que eu penso, se estiver errado que me corrijam. Grato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.