É possível sempre conciliar todos os versos num estudo bíblico?

Bible Study 2

“Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos;”  (I Coríntios 13 : 9)

O Carlos Eduardo do extinto blog Ecos do Verbo dizia não concordar com o uso de um versículo em detrimento de outro.

Eu creio que mesmo que certos versos se complementem, pode levar algum tempo para que entendamos como é que eles se encaixam e até lá é normal nos identificar mais com um ou com outro.

Um exemplo disso é que há versos na Bíblia que dão a entender que todos serão salvos, enquanto há muitos que parecem dizer que alguns não serão.

Eu acredito que ambos se complementem mostrando que todos serão salvos, mas alguns dirão que a Bíblia diz que alguns serão condenados a perdição eterna.

Quem diz que alguns serão condenados é obrigado a ignorar ou reinterpretar versos que falam da salvação geral e quem diz que todos serão salvos acaba sendo obrigado a fazer o mesmo com os versos que falam sobre a punição dos ímpios.

E o mesmo acontece com diversas interpretações de diversas passagens bíblicas, por isso há tantos debates cristãos que não acabam nunca, já que ambos tem “bons argumentos bíblicos”.

Acredito então que, enquanto só conhecermos a Verdade em parte, acabaremos vez ou outra usando uma passagem “em detrimento” de outra, embora devamos buscar em Deus a sabedoria para saber como conciliar versos que parecem ter ensinamentos opostos entre si.

Além disso creio que a Palavra é Cristo e que se algum verso da Escritura contradiz o que Ele ensinou ou viveu, esse verso sim deve ser ignorado, pois o que não combina com Cristo não é Palavra.

E você?

Consegue defender todos as suas interpretações da Bíblia conciliando todos os versos de modo que nenhum nem mesmo pareça o contradizer?

Blogs que vale a pena acompanhar

High Speed Internet

Temas interessantes (ou não, depende do gosto 😛 ).

Informações, resumos e notícias sobre as revistas em quadrinhos e filmes da Editora Marvel.

SEO Master
Otimização de sites para o Google e outros mecanismos de buscas.O blog tem também um curso básico de SEO e algumas ferramentas interessantes como o Soboo .

Mestre SEO
Dicas sobre como aparecer melhor nos mecanismos de busca, o mesmo tema do blog acima.

Blog de Brinquedo
Resenhas sobre brinquedos muito legais.

O Blog da Evangelista

Springfield Punx
O blog mostra vários personagens da forma como eles seriam se fossem Simpsons.

Eu acompanho esses blogs. 🙂
Não sou muito bom em descrições, os blogs que ficaram sem não me levem a mal. 🙁

Acréscimo de 2018: Acompanhava esses blogs via rss no tempo em que usava o Google Reader, porém assim que o Reader foi desativado, quase não usei RSS, principalmente para acompanhar blogs. Apesar disso, considero que os conteúdos de tais blogs ainda sejam interessantes para ler e visitar. As dicas continuam válidas. Abraços.

Encontrei um outro post com recomendações de blogs e resolvi unir os links todos aqui.

Blogs que considero interessantes, embora possa discordar de alguns pensamentos deles:

A Bacia das Almas
Blog do Charles Fernando Gomes
Beadisciple’s Weblog
Charge Gospel
Ciro Sanches Zibordi

Eu admirava Ciro desde o tempo em que via os livros dele nos encartes das revistas da Escola Dominical e continuo achando que ele escreve coisas muito melhores do que muitos membros da Assembléia de Deus costumam ler. O Blog do Ciro tem bons conteúdos, embora ele também possa ser bem chato em alguns momentos. Tivemos uma grande discussão sobre rock e ele chegou a me excluir do Facebook depois que eu brinquei com ele que ele seria um maçom por estar usando uma roupa esquisita numa cerimônia desconhecida. Hahaha

Papo de Teólogo
Hiperatividade Cerebral !
Rapensando
The Ongoing Adventures of ASBO Jesus

Masturbação é pecado?

Masturbação é um tema muito importante de ser discutido entre cristãos, já que a maioria dos solteiros (se não todos) pratica e, como acha pecado, acaba considerando um fardo a ser carregado, um verdadeiro “espinho na carne”.

Os principais argumentos dos que dizem que masturbação é pecado são que para se masturbar a pessoa precisa pensar em sexo(e isso supostamente seria pecado) ,que depois da masturbação sente-se culpa (o que, segundo eles, prova que Deus não acha certo) e que a masturbação vicia e não devemos ter vício algum.

É pecado pensar em sexo?

A Bíblia não fala diretamente sobre masturbação, mas algumas pessoas tentam(forçosamente) a encaixar em alguns versos, como esse:

Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela.(Mateus 5:28)

A argumentação é de que Jesus tenha declarado toda fantasia sexual(que, segundo tal pessoa, é sempre necessária na masturbação) como sendo “adultério”, quando qualquer um que tenha lido o contexto percebe que ele estava ampliando o significado do mandamento “não cometerás adultério” e não dando um mandamento sobre um solteiro que desejo uma solteira.

Ouvistes que foi dito aos antigos: Não cometerás adultério.(Mateus 5:27)

Jesus falava que o adultério começava no coração e não que todo desejo de um homem por uma mulher (ou vice versa) fosse realmente “adultério”.

Um homem livre desejar uma mulher livre ou vice versa não aparece nunca na Bíblia como pecado.

Além do mais, contrariando o chavão que diz:”ninguém se masturba pensando em cachoeiras”, nem sempre é necessário pensar em algo sexual no momento do ato para conseguir(principalmente se a pessoa está se abstendo a algum tempo).

A culpa que alguns sentem após o ato não prova que é pecado?

Nossas culpas nem sempre são racionais, as vezes são baseadas na cultura onde a gente vive e na educação que recebeu, de modo que só o sentimento de culpa não prova que masturbação seja pecado, é preciso buscar na Palavra a resposta e não se deixar guiar apenas pelo sentimento de culpa.

Masturbação vicia?

Masturbação como qualquer outra coisa pode viciar sim, mas nem sempre que alguém gosta muito de algo quer dizer que ela esteja viciada.
O fato de alguém querer se masturbar sempre também não quer dizer que ela esteja viciada, assim como um casal que faz sexo diariamente não está necessariamente viciado em sexo.

Procure o equilíbrio

O importante é ter em mente que a masturbação é apenas uma fase, não é o ideal.

O ideal é que cada pessoa(que não seja eunuco) tenha seu parceiro(a), masturbação é só uma alternativa enquanto não se tem esse parceiro(a).
E você o que acha? Comente!
Outros bons textos sobre o assunto:
Masturbação e culpa (Ricardo Gondim)