Histórias de super heróis como parábolas modernas

Desde pequeno me interessei por super heróis, principalmente os da editora Marvel; adquiri esse gosto através de meu tio que colecionava gibis da Marvel e da DC Comics e me deu alguns, porém, após minha conversão, fiquei meio alienado não somente dos gibis como também de diversas outras coisas que conforme as tradições religiosas seriam “mundanas”, com a compreensão maior, porém, das verdades bíblicas, pude ver que não havia nada de errado nisso e assim voltei a ler quando podia as histórias.

Porém além da diversão, descobri uma outra maneira interessante de se usar os quadrinhos: como parábolas modernas.

Histórias de super heróis são entendidas pela maioria das pessoas e trazem ilustrações que podem ser usadas para ensino bíblico, assim como as parábolas de Jesus eram baseadas no que as pessoas de seu tempo entendiam e serviam a esse fim.

Os primeiros usos de hqs e filmes como parábolas que eu vi foram os do Fernando Passarelli no site Bíblia World Net, depois disso só vi esse tipo de ilustração de vez em quando(infelizmente).

Acredito que seja uma maneira interessante de se levar a palavra a jovens e outros fãs de super heróis sem ser considerado “chato”, eu mesmo utilizei em algumas comunidades do Orkut de fãs de heróis e foram bem recebidos.

Pretendo escrever algumas parábolas baseadas em hqs também e colocá-las no blog e se ficarem legais postarei no meu site.

Se algum de vocês conhece algum outro site além do Bíblia World Net(Atualização: Saiu do ar.Que pena!) que contenha tais parábolas modernas me avise.

Atualização:O Charles e o Filipe me indicaram o site Deus no Gibi que contém várias dessas parabolas.
Vale a pena conferir: www.deusnogibi.com.br/

Cai a máscara de Silas Malafaia

“E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita.” (II Pedro 2 :3)

Há algum tempo atrás, bem antes de que meus olhos começassem a se abrir para a realidade da Graça de Deus em oposição a religião em que vivia, eu era um grande admirador de Silas Malafaia.

Sempre acompanhava seus programas e os achava mais interessantes que os do Movimento pentecostal da CPAD.

Algum tempo depois conheci os textos de Caio Fábio de Araújo Filho e suas palavras baseadas na bíblia e, juntamente com isso as denuncias de certos ícones cristãos, entre eles  Silas Malafaia .

De ínicio não levava tão a sério as denuncias até que comecei a enxergar no modo de agir dele algo estranho a partir do ataque dele a Globo e apoio aos incondicional a quem se declare evangélico, no epísódio da prisão do casal Hernandes.

A partir daí notei a maldade dele em tentar manipular os que assistiam a seu programa, para crerem que tudo era perseguição e que os evangélicos não deviam nada.

Porém o golpe fatal foi a pouco tempo, quando Silas Malafaia de maneira surpreendente e descarada abraçou a uma doutrina da qual não falava antes, a prosperidade.

Choquei-me ao ver que aquela mascara de ovelha caia, para mostrar a face real de lobo que ele escondeu durante todo esse tempo.

Chamar ao que oferta com gratidão de trouxa e a cliente que reclama dele falar de dinheiro de hipócrita é um dos sinais de que agora não há mais teatro, mas sim aquilo que ele realmente é: um manipulador.

Meu desejo é que ele assim como qualquer pecador se arrependa e possa desfazer ao menos parte do mal que tem feito todo esse tempo.

Porém não deixarei de expor quem ele é àqueles que ainda o veem como simbolo cristão.

Links relacionados

A bipolaridade de Silas Malafaia

Comentários de outros bloguistas sobre Silas Malafaia:

Bíblia de 900 reais?Ah…Silas Malafaia!

Morris Cerullo profetizou a grande crise econômica mundial?

Malafaia profetiza hiperinflação para o Brasil!

Opinião: Silas x Homossexuais no programa do Ratinho

Silas Malafaia confirma que comprou avião com o dinheiro da Vitória em Cristo

OGalileo debate a campanha de sementes de mil reais de Mike Murdock e Silas Malafaia

Silas Malafaia deixa à CGADB

Gostou do texto?Receba os próximos textos no seu e-mail cadastrando seu e-mail no link: http://feedburner.google.com/fb/a/mailverify?uri=BlogdoRoberto&loc=pt_BR

Independência ou morte? Você é livre em Cristo?

Hoje se comemora a data em que o Brasil saiu do domínio de Portugal para viver em liberdade.

Independência significa deixar de depender de algo, não significando, porém, que o que se dependia era mau; mas sim que, aquilo de que dependíamos, não tem mais nada a nos oferecer de crescimento, podendo até mesmo nos ser um empecilho.

Gostaria de falar sobre um tema cristão, a independência da lei como resultado da dependência da graça em oposição a dependência da lei que gera morte.

A Bíblia diz que a lei nos serviu de aio(pessoa encarregada da educação) até nos conduzir a Cristo, significando que a partir do encontro com Cristo nos nos tornamos independentes dela e passamos a ser dependentes somente da Graça de Cristo para nossa vida.

Para aqueles que ainda buscam a lei, mesmo após estar na graça Paulo diz:

Ora, a lei não é da fé; mas o homem, que fizer estas coisas, por elas
viverá. (Gálatas 3 : 12)

Portanto quem depende da graça não pode mais ser dependente da lei, pois que elas se auto-excluem, visto que aquele que vive na lei deve cumpri-la toda e, não conseguindo acaba por trazer a morte sobre si.

Ora, o aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei. (I Coríntios
15 : 56)

Portanto se você ainda se sente dependente da lei, declare sua independência agora, confiando no sacrifício de Cristo e em sua Graça.
Não fazer isso será escolher a morte inevitavelmente.

Qual será sua escolha, independência ou morte?

Atualização: O Raphael também escreveu algo sobre lei versus graça.