Independência ou morte? Você é livre em Cristo?

Hoje se comemora a data em que o Brasil saiu do domínio de Portugal para viver em liberdade.

Independência significa deixar de depender de algo, não significando, porém, que o que se dependia era mau; mas sim que, aquilo de que dependíamos, não tem mais nada a nos oferecer de crescimento, podendo até mesmo nos ser um empecilho.

Gostaria de falar sobre um tema cristão, a independência da lei como resultado da dependência da graça em oposição a dependência da lei que gera morte.

A Bíblia diz que a lei nos serviu de aio(pessoa encarregada da educação) até nos conduzir a Cristo, significando que a partir do encontro com Cristo nos nos tornamos independentes dela e passamos a ser dependentes somente da Graça de Cristo para nossa vida.

Para aqueles que ainda buscam a lei, mesmo após estar na graça Paulo diz:

Ora, a lei não é da fé; mas o homem, que fizer estas coisas, por elas
viverá. (Gálatas 3 : 12)

Portanto quem depende da graça não pode mais ser dependente da lei, pois que elas se auto-excluem, visto que aquele que vive na lei deve cumpri-la toda e, não conseguindo acaba por trazer a morte sobre si.

Ora, o aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei. (I Coríntios
15 : 56)

Portanto se você ainda se sente dependente da lei, declare sua independência agora, confiando no sacrifício de Cristo e em sua Graça.
Não fazer isso será escolher a morte inevitavelmente.

Qual será sua escolha, independência ou morte?

Atualização: O Raphael também escreveu algo sobre lei versus graça.

Inconformados TV – Uma bela iniciativa

Estava vendo alguns vídeos pelo You Tube, quando encontrei vídeos da inconformados TV.
A TV é constituída de vídeos caseiros feitos por alguns cristão inconformados com certos modismos modernos no meio evangélico.
O nome “inconformados” vem da passagem bíblica abaixo:

“E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do
vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e
perfeita vontade de Deus.” (Romanos 12 : 2)

Achei bem interessante essa iniciativa de expressar um pouco da fé e ensinos através de vídeos caseiros, assim como também acho interessante cristãos produzindo podcasts.

Atualização: Aparentemente desistiram da iniciativa pois o canal não tem mais vídeos.

Sou testemunha de Jesus e também de Jeová

Talvez você estranhe um evangélico se declarando testemunha de Jeová.
Talvez pense que se ele é testemunha de Jeová deve crer em heresias e ser dominado pelo corpo governante.
Porém eu lhe digo que não, pois eu também sou um testemunha de Jeová e acredito que se és cristão também o és.
O sentido original de “testemunha de Jeová” é de alguém que testemunha de Jeová e não necessariamente de um russelita.
Se hoje há russelitas dizendo serem testemunhas de Jeová não quer dizer que você não possa dizer o mesmo.
Os versos que elas utilizam para “provar que o nome é bíblico” são esses:

Eu anunciei, e eu salvei, e eu o fiz ouvir, e deus estranho não houve entre
vós, pois vós sois as minhas testemunhas, diz o SENHOR; eu sou Deus.
Isaías 43:12

Esses versos embora dirigidos ao povo de Israel, também pode se aplicar a nós nos dias de hoje, pois nós testemunhamos pela fé dos atos de Deus e os anunciamos.
Por isso não estranhe se eu ou outra pessoa se dizer “testemunha de Jeová”, pois ela simplesmente estará usando um nome correto(embora não obrigatório como os russelitas pensam).
Quanto ao ser testemunha de Jesus, aí vão os versos:

Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.
Atos 1:8

Amém!