Eunucos por amor ao reino de Deus

“Porque há eunucos que assim nasceram do ventre da mãe; e há eunucos que

foram castrados pelos homens; e há eunucos que se castraram a si mesmos, por causa do reino dos céus. Quem pode receber isto, receba-o.” (Mateus 19 : 12)

Jesus estava falando sobre a responsabilidade do casamento, de que o homem não devia se casar para depois se separar sem motivo, por futilidades e, por isso, os discípulos disseram que então não convinha casar.
Aí Jesus diz que nem todos podem receber essa palavra mas somente a quem foi concedido.

Qual palavra seria essa?

O que Jesus quis dizer é que realmente ao homem é

possível viver sem casar, sendo eunuco por amor ao reino de Deus, mas que nem todos tem condições para tal.
Eunuco, para quem não sabe, é um ser que não tem apetite sexual por ter sido castrado.
Jesus fala de três tipos de eunucos:

Os de nascimento, que podem ser aqueles que nasceram com defeitos que os impedem de ter vida sexual;

Os feitos pelos homens, que no literal seria os que foram castrados mas que também poderia se aplicar aos que não conseguem ter um relacionamento devido as exigências da sociedade que o exclui, e

Os eunucos por amor ao Reino de Deus que eu entendo serem os que para se dedicarem mais a obra, decidiram não se casar como foi Paulo.

A vantagem do eunuco em relação ao solteiro, segundo Paulo é que o eunuco pode se dedicar por inteiro sem “distrações”, enquanto o casado se dedica com restrições.

O solteiro cuida das coisas do SENHOR, em como há de agradar ao Senhor;

Mas o que é casado cuida das coisas do mundo, em como há de agradar à mulher.

Há diferença entre a mulher casada e a virgem. A solteira cuida das coisas do Senhor para ser santa, tanto no corpo como no espírito; porém, a casada cuida das coisas do mundo, em como há de agradar ao marido.(I coríntios 7:32-34)

De modo que nos nossos dias não se deve desprezar os que queiram viver sem casar desde que façam isso por amor ao reino e não por neuroses religiosas, basta que entendamos que para servir ao Senhor não é obrigatório ser solteiro, mas que sendo solteiro pode dedicar-se mais do que sendo casado.

Porém se alguém gostaria de ser eunuco, mas não se sente a vontade para isso (a maioria, imagino) , fica a permissão de Paulo:

Por causa da prostituição, cada um tenha a sua própria mulher, e cada uma tenha o seu próprio marido.(I coríntios 7:2)

Para mais detalhes sobre a permissão de Paulo, leia meu outro texto: casar para não abrasar.

Sobre Roberto Donizeti Soares

Moro em Catiguá, interior de São Paulo.Estudo Psicologia no Instituto de Ensino Superior de Catanduva (FAFICA) e trabalho em Catanduva, na Superintendência de Água e Esgoto de Catanduva.Li a Bíblia algumas vezes e continuo relendo e buscando um maior entendimento.Simpatizo com o movimento Caminho da Graça do pastor Caio Fábio de Araújo Filho.Gosto de livros, filmes, gibis, jogos e brinquedos.
Marcado , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

37 Responses to Eunucos por amor ao reino de Deus

  1. René diz:
    Olá, estou retribuindo a visita.

    Quanto ao post, em Rm 14:1-6, Paulo nos esclarece bem quanto às opções e os diferentes modos de vida; se faz para Deus, faça com alegria. Se vc vive solteiro para servir na obra, faça com alegria, incorruptível, pq é para o Senhor e por opção. Se vc casa, cuide da esposa, não deixe nada faltar para ela (isso inclui presença marital) e faça com alegria pq também é para Deus!

    O foco está na alegria e na santidade do feito, seja ser solteiro, seja ser casado, de maneira justa e honesta para honrar o nome do Senhor.

    Parabéns pelo blog.

    • maria diz:
      As pessoas tem que olhar em que contexto Jesus falou dos três tipos de eunucos. É bom lembrar aqui que eunuco tem dois sentidos pode ser um homem castrado (sem o seus tésticulos): e isso ocorria nos haréns dos sultões do oriente para que ele não desejasse as mulheres dos sultões, e homem que psicologicamente também fica sem ter vontade de ter conjução carnal com mulheres.Jesus entrou no assunto sobre eunucos ocorreu quando falou-se sobre o dívórcio… sobre a condição do homem em relação a mulher. Foi aí que Jesus começou a explicar sobre os tipos de eunucos. O primeiro “já nasce assim”… ou seja, por motivos de saúde(físicamente ou psicologicamente), o segundo tipo de eunuco, trata-se de pessoas que são impostas por outros homens, como é o caso dos eunucos que tomavam conta dos haréns dos sultões, ou mesmo aqueles que religões o impedem de casar, a ponto de tomar remédios (nesse caso o mais triste é quando eles não tomam remédios e procuram atacar criancinhas indefesas). E por fim há o eunuco que é por causa do reino dos céus… Isso vem a resposta para a história primeira, que é a que trata do divórcio. Naquele momento, Jesus falou que quem deixou a mulher sem ser por causa de adultério e casar com outra, adultera e ela se casar com outro também adulter. Ou seja, só existem duas soluções nesse caso: ou o homem se reconcilia com a sua mulher (se quiser ter uma vida sexualmente ativa) ou fica sem mulher até morrer. Esse é o eunuco por causa do Reino dos Céus! No contexto em que surgiu o assunto dos três tipos de eunucos,significa isso. Como dizia Jesus: quem quiser aceitar, aceite!!!
  2. Roberto diz:
    Exatamente.
    Obrigado pela visita.
  3. JOSIEL TEIXEIRA LIMA diz:
    JOSIEL TEIXEIRa LIMA disse:
    Para provar que queria mudar de procedimento cheguei a escrever na Biblia da minha VERDADEIRA ESPOSA, no final do livro de ISAÍAS 66:24:
    YAHWEH, Criador dos Ceus e da terra, meu Pai, em nome do teu único Filho, meu Senhor e Salvador YESHUA, eu MAIS uma vez prometo não entrar nas salas de putaria, na net, nem nas salas de bate-papo; contudo, meu Pai, somente posso ser fiel e cumprir essa promessa com o Seu cuidado, guia e proteção, por meio do Teu Amado Filho e dos Teus Santos anjos. Faça por isso,Teu querer e o Teu efetuar em minha vida. E seja,portanto, também o meu Juiz e não os homens e o Teu Filho, o meu Advogado. AMÉM.
    JOSIEL TEIXEIRA LIMA
    Brasília 13/01/2001
    MAS O AMOR AO PECADO FOI MAIOR DO QUE A MINHA PROMESSA AO MEU SENHOR E SALVADOR.Não deixei que ELE fosse o meu JUIZ E SEU FILHO MEU ADVOGADO e recorri a “JUSTIÇA” humana, para resolver os meus problemas,complicando ainda mais a minha situação diante de YAHWEH e YESHUA.
  4. Alex diz:
    O meu amigo mais uma vez a mesma declaracao, parece que voce esta querendo que alguem diga que voce esta errado. Entao eu digo, voce esta completamente enganado porque esta jogando a culpa na sua fraquesa ao invez de entender que o seu casamento ja tinha acabado anos antes de voce trair a sua esposa. Esquece essa baboseira que voce aprendeu na igreja de que a traicao te da liberdade para des-casar. Se for preciso saia de sua igreja mas seja sincero com voce mesmo. Seu casamento nao existia e uma das consequencias e que voce buscava essa “putaria” para diminuir a sua dor de viver uma relacao que nao existe. Esqueca o que o mundo ou seus irmaos pensam. Seu casamento estava acabado, pare de se condenar por isso, pare de se fazer de vitima de sua fraquesa. Seja homem e encare o seu problema que e muito grande ! A culpa nao vai te levar a lugar nenhum, enfrente, seja um bom ex marido, seja um bom pai se voce tem filhos, va a um bom psiquiatra, resolva os seus fantasmas . . . mas por favor, deixe essa menina que voce esta usando em paz, nada mudou antes eram sites que diminuiam a sua dor agora e ao vivo. Entre no site do Pasto Caio Fabio e leia alguns textos sobre a sua situacao deve ter milhares la que, como voce, diziam estar apaixonados, etc etc, e depois de alguns anos quebraram a cara e levarm a inocente menina para um inferno, alguns tiveram filhos e ai nem se fala. Tua alma esta precisando de alguem que te mostre o seu erro por isso voce esta toda hora colocando a sua culpa, mas o seu erro nao e ter se separado ou traido a sua mulher o seu erro e que voce nao tem maturidade para estar em um relacionamento e nao sabe o que eh o amor. Nao deu certo com sua ex mulher, arrebentou o coracao dela e vai agora arrebentar o coracao de uma menina de 22 anoos. Voce precisa de tratamento meu amigo, psicanalise boa ! Me manda email, esto aqui para voce.
  5. Lucas F. G. Vieira diz:
    ALEX, “adorei” os seus comentários. Desde que o mundo é mundo tem que existir um bode expiatório. Adão culpa Eva, Eva culpa a serpente…. não conheco nem gostaria de conhecer, o tal JOSIEL. Será que ele existe mesmo? O bicho é doidão cara!
    ALEX QUANDO VOCÊ DISSE:Voce precisa de tratamento meu amigo, psicanalise boa ! Acertou na mosca!
  6. Alex diz:
    Lucas, e isso ai . . . e duro viver em condenacao como Josiel vive. E tudo isso vem da nossa teologia errada. Ela nos impede de sermos quem somos porque nos obriga a buscar o que nunca seremos. Nos promete que se buscarmos a perfeicao, Deus vai nos abencoar com uma mandinga qualquer que vai nos fazer parar de pecar, e assim seremos felizes. Uma coisa sem pe nem cabeca que nunca se ouviu da Boca de Jesus. Mas e isso que aprendemos, e ai ficamos nessa busca que nunca chega a lugar nenhum, e o pior e que nao tratamos os nosso problemas de verdade, pois estamos sempre esperando o milagre nos mudar. Josiel nao vai mudar enquanto tiver alguem para sugar e sentir-se confortado. Ele nunca vai conseguir amadurecer se nao levar porrada da vida, e assim com todos nos, e assim que vivemos, o ouro so se purifica com fogo nao eh ? Se tiver alguem aparando as porradas, mae, pai, namorada etc . . . E duro, mas talvez seja assim para o resto da vida. Nunca vai conseguir ter um relacionament saudavel que realmente preencha. Essa menina ou e uma santa ou nao vai aguenta-lo tambem, torco, para o bem dela e para o “menos mal” dele que ela seja a santa.
  7. Pastor Adonias G. Cabral diz:
    Adultério

    [Este artigo foi tirado do nosso livro “Sex and Scripture: A Biblical Study of Proper Sexual Behavior (Inglês)”.]

    A palavra grega usada no Novo Testamento para “adúltero” é moichos (“adultério” é mocheia) e refere-se a alguém que está casado mas tem relações sexuais com alguém que não é o seu cônjuge.

    No Antigo Testamento, e no mundo secular grego como no romano, a definição de adultério era diferente. No Antigo Testamento, “adultério” referia-se concretamente a uma mulher casada ou comprometida que tinha relações sexuais com alguém diferente do seu esposo. O conceito grego, romano e hebreu do adultério era substancialmente o mesmo: “A infidelidade do marido não constituía adultério.”

    James Hastings escreve:

    Para sermos mais específicos, na legislação Israelita como também na romana, o termo [adultério] estava circunscrito a sexo ilícito de uma mulher casada ou comprometida com qualquer outro homem que não fosse o seu esposo. Desaprovava-se também outras relações impudicas, mas essas foram descritas com palavras diferentes.

    William Smith agrega:

    As partes intervenientes neste delito [adultério] eram uma mulher casada e um homem que não era o seu marido. De facto, a poligamia era tolerada, pelo que era quase impossível considerar crime uma ofensa similar cometida por um homem casado com uma mulher que não era sua esposa.

    Alguns teólogos dizem que como Deus criou Adão e Eva um para o outro, estava implícito na Lei que o adultério era o mesmo tanto no Novo Testamento como no Antigo Testamento. Embora não haja nenhuma dúvida de que Deus originalmente desenhou o matrimónio para ser uma relação de dois, também não há duvida nenhuma de que a poligamia começou cedo, apenas sete gerações depois de Adão (Gn. 4:19), e foi regulamentada na Lei Mosaica (Êx. 21:10; Lv. 18:18; Dt. 21:15). É bem conhecido que as 12 tribos de Israel existem porque Jacob teve duas esposas e duas concubinas, e teve filhos com todas elas. Muitos “grandes nomes” do Antigo Testamento tiveram múltiplas esposas e concubinas, e fizeram isto sem desobedecer ao mandamento de Deus. Mas este simplesmente não é o caso na era cristã.

    Deus não explica por que Ele regulamentou a possibilidade de ter múltiplas esposas no Antigo Testamento. Obviamente não era Seu plano original para o matrimónio, porque Ele estabeleceu que “dois” “se tornarão uma só carne”. A necessidade de se relacionar e de “se sentir especial” é fundamental em qualquer relação matrimonial, e isto salienta-se poderosamente no Cântico dos Cânticos, escrito por Salomão. É difícil imaginar que uma mulher possa compartilhar o afecto do “amor da sua vida” (Ct. 3:1-5) com outra mulher. Além disso, a poligamia nunca teve muito bons resultados. Nas escrituras não existem “trios felizmente casados”. É bem conhecida a tensão existente entre Raquel e Lia, e em 1 Samuel 1:6, Penina é chamada a “rival” de Ana. O pictograma chinês para “briga” é o símbolo de duas mulheres debaixo do mesmo telhado, e as intrigas e lutas internas nos haréns são lendárias.

    Foi sugerido que, ao permitir a poligamia, Deus estava a fazer concessões à cultura, mas esta explicação não é satisfatória. Ele não fez concessões quanto à comida, à adoração, à higiene, aos delitos, à autoridade da liderança ou em outras áreas do comportamento sexual tais como o adultério, o matrimónio entre parentes, a prostituição, a homossexualidade, etc., de tal modo que a ideia de que Ele “cedeu” perante o tema das múltiplas esposas seguramente não está correcto. A melhor explicação que a nosso entender se tem postulado é a de que a poligamia deu à mulher uma maneira de entrar num grupo familiar com o poder e influência necessárias para manter-se e proteger-se a si mesma e às suas crianças.

    Na actualidade, o ponto central é o seguinte: o Novo Testamento ordena especificamente que cada homem e cada mulher tenham o seu “próprio” cônjuge e, por tanto, a definição de adultério no Novo Testamento é mais estreita do que a definição no Antigo Testamento já que se incluí toda pessoa casada que tem relações sexuais com alguém diferente do seu cônjuge. O mundo e as suas forças malignas querem atenuar o mal intrínseco que habita no adultério, e assim que chamam-lhe “aventura”, “engano” ou “indiscrição”, como se não fosse algo de grave. Mas é realmente de grave e Deus sempre ordenou ao seu povo com grande firmeza que não cometesse adultério. Os versículos que o proíbem estão no Antigo Testamento (Êxodo 20:14, etc.), nos evangelhos (Marcos 10:19, etc.) e nas epístolas pastorais (Romano 13:9, etc.).

    O adultério é um pecado muito mais sério do que o sexo pré-marital porque há pactos, compromissos, promessas e expectativas envolvidas. Um pacto matrimonial é um assunto muito sério aos olhos de Deus. Não levar em conta os pactos celebrados perante os homens e perante Deus e destruir o desígnio de Deus de “uma só carne” quando “homem e mulher os criou” é um pecado muito grave, pecado que com frequência leva à destruição da família e que no Antigo Testamento foi castigado com a pena de morte (Lv.20: 10,11; Dt. 22:22). Os casados deveriam levar muito seriamente as palavras da Escritura concernentes ao adultério: ” O casamento deve ser honrado por todos; o leito conjugal, conservado puro; pois Deus julgará os imorais e os adúlteros. (Hebreus 13:4).”

    O adultério era considerado claramente como um pecado, e por isso era o exemplo perfeito e “tangível” do frequentemente menos tangível pecado de idolatria. Por essa razão, no Antigo Testamento, palavras como “adultério”, “imoralidade sexual”, “prostituta” e “infidelidade”, podem ter um significado literal ou um significado espiritual. O adultério ocorria quando uma mulher era infiel a seu marido e violava o pacto matrimonial. Quando Deus desejava comunicar a penosa natureza do pecado de idolatria, descreveu-o como adultério, e a Israel como uma esposa adúltera ou uma prostituta. Também, Israel tinha feito pactos e compromissos com Deus e tinha prometido que obedeceria aos Seus mandamentos (Êxodo 24:7; Deuteronômio 5:27; Josué 24:14-25) e esses pactos foram violados quando Israel adorou a outros deuses.

    Existe outra razão pela qual “adultério” era uma boa palavra para descrever a adoração a deuses pagãos: muito da adoração pagã incluía sexo. Isto vê-se no inicio da Bíblia quando Israel estava no Sinai e construiu o bezerro de ouro, um deus egípcio da fertilidade, e então “levantaram-se para se divertirem”, uma referência aos actos sexuais envolvidos na adoração daquele deus pagão (Êxodo 32:6 OL). A conexão entre adultério e fornicação, e a adoração pagã, fornece interessantes duplos significados na Bíblia. Por exemplo, em Jeremias 13:27, Deus disse a Israel que tinha visto “seus adultérios, os seus relinchos, a sua prostituição desavergonhada, sobre as colinas e nos campos”, e o contexto torna claro indubitavelmente que está a falar tanto de adultério espiritual como de adultério físico.

    Há pessoas (que geralmente estão envolvidas no adultério e tentam justificá-lo) que dizem que o adultério na Bíblia é sempre adultério espiritual, mas essa afirmação torna-se falsa apenas pela leitura de algumas escrituras. Por exemplo, Levítico 20:10 diz: “Se um homem cometer adultério com a mulher de outro homem…”, o qual é uma indicação clara de que o adultério era a relação física entre um homem e uma mulher. Existem outros versículos semelhantes. A introdução ao Salmo 51:1 fala do adultério de David e Bate-Seba. Jeremias 29:23 menciona que o povo Judeu cometeu adultério com as mulheres do seu próximo e, claro que, há o bem conhecido registo da mulher que foi surpreendida no mesmo acto de adultério e levada ante Jesus. O adultério é um pecado grave aos olhos de Deus e os cristãos devem ser honestos acerca disto e ter a certeza de que as suas vidas são puras aos olhos de Deus.

    (Tradução Daniel De Oliveira)

  8. Pastor Adonias G. Cabral diz:
    ADÚLTEROS E FORNICADORES

    Conhecido jornal desta cidade publicou matéria de uma famosa revista de circulação nacional sobre a infidelidade no casamento. Segundo as estatísticas, cerca de 5.900 pessoas foram entrevistadas. Entre os homens, 75% assumiram a infidelidade; nas mulheres, 67% se confessam adúlteras.
    O periódico também fez sua própria pesquisa como parâmetro, no sentido de verificar se a nossa realidade é compatível com a tendência nacional. Não houve dúvidas: conduta similar. Isso não é de se admirar, pois a luxúria não escolhe povoado, seja ele uma vila ou uma metrópole.
    Vamos esclarecer ao leitor a pequena diferença entre adúltero e fornicador. Podemos dizer que todo adúltero é fornicador, mas a recíproca não é verdadeira, ou seja, nem todo fornicador é adúltero.
    Fornicar é praticar o coito, fazer sexo, seja ele legítimo ou espúrio. O adúltero fornica, mas ele é assim chamado por causa de sua condição matrimonial, ou seja, é casado. Quando uma pessoa casada transa (eufemismo pedante para aliviar a consciência do ato), com outra que não seja seu cônjuge, é ao mesmo tempo adúltera, fornicadora e promíscua.
    Quando uma pessoa solteira faz sexo, seja com outras casadas ou celibatárias, ela é fornicadora e promíscua. O verbo promiscuir significa misturar, confundir, mesclar. O verbete brasileirismo indica pessoa que se entrega sexualmente com facilidade.
    Os adúlteros e os fornicadores são os principais disseminadores das DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis). As autoridades brasileiras estão preocupadíssimas com o avanço acelerado da Aids. Segundo o Ministério de Saúde, um bilhão de reais já foram gastos este ano em remédios.
    O governo estima em dois anos a ajuda financeira para continuar o programa nacional dessa doença, depois, poderá ser o caos, pois não há orçamento que agüente, opinou certa autoridade.
    A proliferação desenfreada da Aids, provavelmente deve-se a dois fatores: pessoas recalcitrantes ainda se recusam a usar a camisinha e, assintomáticas, ou seja, possuem o vírus HIV, mas não o desenvolvem porque seu sistema é imune. É aí que mora o perigo: contaminam, mas não são contaminados. Por isso, não lhes interessa usar preservativo.
    É triste saber que com o passar das décadas aumenta cada vez mais o rol das pessoas escravas de seus pendores. O que deveria ser o templo sagrado do espírito e da alma tornou-se o relicário da luxúria, co-irmã da concupiscência, da lascívia e da sensualidade.
    Essa luxúria é guiada pela sua genitora, a libido (apetite sexual) que não escolhe posição na sociedade, sexo, raça e faixa etária, vai aos poucos, pela banalidade das relações, minando o escasso respeito que já temos pelas pessoas.
    Os seres humanos jamais aprendem que não se deve dar o troco na mesma intensidade das emoções negativas, ou seja, pagar um erro ou uma traição por outra. Se isso fosse uma lei imposta, imagine-se o caos que seria viver numa sociedade corrupta e injusta como a nossa.
    Na entrevista, uma acadêmica de Direito deu uma dica para se obter a fidelidade: Uma coisa é certa, mulher apaixonada, feliz e bem-comida (sic), não pula a cerca!! Até pode ser, mas esqueceram de lhe dizer que esse termo chulo não é pressuposto de nenhuma felicidade, exceto uma exaltação emocional dos sentidos.
    E quanto à paixão, esta é prisioneira do descontrole dos desejos das emoções, ou seja, os instintos ao apelo da carne, sempre está em primeiro lugar, depois, vamos ver se temos vergonha na cara para sermos fiéis ao cumprimento das virtudes nobres inerentes à alma.
    Segundo relato bíblico, Sodoma e Gomorra foram destruídas por uma chuva de fogo e enxofre. Naquele tempo, imperavam mais as relações carnais.
    Hoje, institutos e uma enorme variedade de livros que estimulam a ampliação da mente por meio do pensamento, aliados à globalização via internet, em matéria de fidelidade, dão-nos a impressão de que as cidades palestinas incineradas estão presentes entre nós, tal qual a Fênix ressurgida das cinzas.

    Richard Zajaczkowski, bacharel em Direito, Oficial de Justiça Avaliador e acadêmico de Jornalismo e membro do Centro de Letras de Francisco Beltrão
    Publicação: http://www.paralerepensar.com.br – 23/05/2007

  9. Pastor Adonias G. Cabral diz:
    A VIDA CONJUGAL
    Texto: “Honrado seja entre vós todos o matrimônio e o leito sem mácula; pois aos devassos e adúlteros, Deus os julgará” (Hebreus 13:4).
    Conforme já havíamos falado em outros cultos, nos estudos subseqüentes da “VIDA FAMILIAR CRISTÔ, iremos falar da vida sexual do casal, que poucos pastores e pregadores têm coragem de abordar. Naturalmente vamos tratar do assunto com muito respeito e seriedade. Trata-se da vida sexual dos cônjuges cristãos. Eu disse cônjuges cristãos, porque somente o casal crente é que pode, pela força e orientação do Espírito Santo, viver uma vida sexual sem mácula diante de Deus.
    Não devemos ter medo de falar sobre o sexo. A Bíblia, que é a Palavra viva de Deus, largamente discorre sobre o assunto. Quando Deus criou o homem e, mais tarde, observou que “…não era bom que o homem estivesse só…” (Gênesis 2:18); imediatamente Ele tomou providências para suprir a solidão do homem. Deus tirou uma das costelas de Adão e fez uma mulher que tivesse a capacidade de ajudar o seu companheiro, pois ela tinha os mesmos sentimentos e afeições do seu parceiro. Afinal, ela tinha saído das mais profundas entranhas daquele com quem devia devotar sua vida para sempre. Ao acordar do seu sono profundo, Adão exclamou assim: “Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; ela será chamada varoa, porquanto do varão fora tomada. Portanto deixará o homem seu a pai e a sua mãe, e unir-se-á à sua mulher, e serão uma só carne” (Gênesis 2:23-24).
    Deus criou macho e fêmea, de acordo com o original hebraico (Gênesis 1:27). Deus não criou dois machos para que se envolvessem sexualmente, e muito menos criou duas fêmeas para este fim. Não devemos esquecer que o Senhor Deus jamais perdoará aqueles que desobedecem esse plano divino para a raça humana. A não ser que se arrependam de seus pecados hediondos. Mas se não houver um genuíno arrependimento, os tais sofrerão uma terrível condenação. Veja o que Deus diz em sua Palavra: “Não te deitarás com varão, como se fosse mulher; é abominação” (Levítico 18:22). Deus ainda diz: “Se um homem se deitar com outro homem, como se fosse mulher, ambos terão praticados abominação; certamente serão mortos; o seu sangue será sobre eles” (Levítico 20:13). No livro de Romanos, no primeiro capítulo, podemos ver um retrato horrendo da situação do homem neste aspecto, Romanos 1:18-32. Os chamados gays e lésbicas vão se apresentar um dia diante de Deus para prestarem contas de seus atos abomináveis. Eis o que a Bíblia diz a respeito: “…Pois todos havemos de comparecer ante o tribunal de Deus. Porque está escrito: Por minha vida, diz o Senhor, diante de mim se dobrará todo joelho, e toda a língua louvará a Deus. Assim pois, cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus” (Romanos 14:10-12). “Porque é necessário que todos nós sejamos manifestos diante do tribunal de Cristo, para que cada um receba o que fez por meio do corpo, segundo o que praticou, o bem ou o mal” (II Coríntios 5:10).
    No último capítulo da carta aos Hebreus, o escritor diz que o matrimônio (vida conjugal) deve ser honrado. O escritor fala do leito sem mácula. Creio que o autor se refere à certas aberrações sexuais que os pervertidos praticam. No mundo não cristão, o sexo é praticado nas mais diversas modalidades. É como disse Paulo em sua carta aos Romanos: “…Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural no que é contrário à natureza; semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, varão com varão, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a devida recompensa de seu erro” (Romanos 1:26-27). Quando uma pessoa aceita Jesus em seu coração, por mais dissoluta que tenha sido a sua vida no passado, experimentará uma mudança profunda em toda a área de sua personalidade. “Pelo que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo” (II Coríntios 5:17). Deus promete perdão ao pior pecador do mundo e de todos os tempos, se, porém, esse pecador se arrepender de seus pecados e confiar no sacrifício expiatório de Jesus Cristo. I Timóteo 1:15-16.
    Ainda o escritor diz que Deus julgará os devassos e adúlteros. Sim, Deus não pode ignorar o pecado do homem. O pecador que não aceita o pagamento de seus pecados pelo precioso sangue de Cristo, será punido rigorosamente pela justiça divina. Jesus mesmo disse esta verdade: “Quem crê Nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do Unigênito Filho de Deus” (João 3:18). Veja também João 3:36. Como crentes em Cristo, devemos evitar todo o tipo de imoralidade no casamento. O escritor diz que o matrimônio deve ser honrado (literalmente significa respeitado). O esposo deve respeitar a sua companheira em seus relacionamentos sexuais. Igualmente as esposas devem fazer o mesmo. Em relação a esse aspecto, a Bíblia é bem clara quando diz: “Porque esta é a vontade de Deus, a saber, a vossa santificação: que vos abstenhais da prostituição, que cada um de vós saiba possuir o seu vaso (esposa) em santidade e honra, não na paixão da concupiscência, como os gentios que não conhecem a Deus…” (I Tessalonicenses 4:3-5). Creio que não se precisa de mais clareza. Paulo está dizendo que a vida sexual do casal crente deve ser pura. A passagem em foco dá a entender que até mesmo dentro do matrimônio, as paixões carnais pode dominar os cônjuges, se não tiverem o devido cuidado.
    A VIDA SEXUAL DO CASAL CRENTE.
    Primeiramente, o sexo é restrito ao relacionamento do casamento. Vivemos numa época em que tudo parece ser liberal. Em matéria de sexo, as coisas se complicam. O Diabo tem usado os diversos meios de comunicação para difundir o pecado sexual. É difícil viver hoje em dia fora da influência do sexo. Nos cartazes de paredes e muros; pelas propagandas, aparentemente ingênuas na televisão; nas ruas, onde as “mulheradas” usam roupas apelativas; e até mesmo, infelizmente, nas igrejas mais santas, o sexo é mostrado. Aquilo que foi criado para ser uma bênção se transformou numa maldição que tem levado milhões à perdição eterna.
    Os moços são taxados de tolos por nunca terem tido relações sexuais. Coitados dos nossos irmãos jovens que lutam pela fidelidade da pureza cristã!!! Eu bem sei o que eles sofrem por parte dos incrédulos, pois até recentemente, antes do meu casamento, eu sofria as mais impiedosas críticas dos defensores do chamado sexo livre. O Diabo se tem servido de homens e mulheres para atacar as pessoas castas. O inimigo dá a entender que todos os que não cariam em prostituição e adultério, são ingênuos, insensatos e bobos. Eu sofri esse ataque quando era jovem. Sei que a tática do Satanás continua a mesma. O nosso adversário continua implacável em seus ataques. Mas os jovens, moços e moças, podem vencê-lo pelo poder da Palavra de Deus. “Como purificará o jovem o seu caminho? Observando-o de acordo com a Tua Palavra” (Salmos 119:9). “Escondi a Tua Palavra em meu coração, para não pecar contra Ti” (Salmos 119:11).
    Com referência ao casal crente, a Bíblia tem lições preciosas em relação ao assunto. Paulo tinha que usar uma franqueza a respeito da questão, que não é encontrada em nenhuma outra parte das Escrituras. No capítulo sete de sua primeira carta aos Coríntios, o apóstolo diz, aos que sofrem tentação sexual, que a saída para não cair no pecado da prostituição ou do adultério é o casamento. Vamos ver então o que ele diz a respeito disso: “Ora, quanto às coisas de que me escrevestes, bom seria que o homem não tocasse em mulher; mas por causa da prostituição, tenha cada homem sua própria mulher e cada mulher o seu próprio marido” (I Coríntios 7:1-2). É importante observar que Paulo recebeu carta por parte dos Coríntios, perguntando sobre a questão da vida sexual. Paulo, respondendo, disse que seria bom se o homem não fosse casado, porém, se for para viver em adultério e prostituição, seria muito melhor que casasse. Prova evidente que o sexo está restrito aos casados e não aos solteiros.
    Antes de prosseguir, é bom considerar que Paulo não era contra o casamento quando diz: “…bom seria que o homem não tocasse em mulher…” (I Coríntios 7:1) As Escrituras Sagradas não pregam o celibato em nenhuma de suas porções, seja no Velho Testamento, seja no Novo Testamento. Muito menos o apóstolo Paulo seria a favor do celibato, isto é, que as pessoas não casassem. Paulo conhecia muito bem a passagem que diz: “…Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora (esposa) que lhe seja idônea” (Gênesis 2:18). Paulo mesmo explica o porquê ele queria que o homem não tocasse em mulher. Vejamos a explicação: “Acho, pois, que é bom, por causa da instante necessidade, que a pessoa fique como está” (I Coríntios 7:26). O apóstolo está falando de um período difícil que o mundo daquela época estava vivendo. Era uma época extremamente difícil na vida dos casados. Talvez o mundo de então estaria passando por uma forte recessão. Sabemos que, de acordo com os registros bíblicos, o mundo, no tempo apostólico, sofreu uma grande fome, quando Cláudio foi Imperador de Roma (Atos 11:28). Conforme a história, essa fome foi tão severa que muitos acreditavam que era punição divina. Talvez, quando Paulo diz da instante necessidade, está se referindo a este tempo de fome que assolou o mundo. Sabemos que numa época de fome e de inflação, fica extremamente difícil para um esposo cuidar de sua família, principalmente se tiver muitos filhos. Paulo, pensando nisso, estaria querendo ajudar os não casados a evitarem sofrimentos futuros.
    Às respostas, aos casais que vinham tendo dificuldades em seus relacionamentos sexuais, ele foi bastante enfático quando disse: “A mulher não tem autoridade sobre o seu próprio corpo, mas sim o marido; e também da mesma sorte o marido não tem autoridade sobre o seu próprio corpo, mas sim a mulher. Não vos negueis um ao outro, senão de comum acordo por algum tempo, a fim de vos aplicardes à oração e depois ajuntardes outra vez, para que Satanás não vos tente pela vossa incontinência” (I Coríntios 7: 4-5). Creio que a resposta dada pelo apóstolo, resolve muitos problemas que casais (principalmente os não convertidos), têm sofrido em seus relacionamentos conjugais.
    CADA CÔNJUGE PERTENCE AO OUTRO.
    No versículo quatro, Paulo explicitamente diz dos deveres sexuais de cada cônjuge. E essa verdade é declarada tão enfaticamente, que somos informados que nenhum dos dois cônjuges exerce direito sobre o seu próprio corpo, mas, antes, o corpo de cada qual pertence ao outro cônjuge. Em outras palavras, a mulher não pode negar o seu corpo ao seu marido, pois ele tem total direito de usá-lo para satisfazer suas necessidades sexuais. Igualmente, o marido não pode negar o seu corpo à esposa, pois ela também tem pleno direito de usá-lo para sua satisfação sexual. É uma questão de dívida, ou seja, o marido tem esse crédito da parte da mulher, e a mulher semelhantemente tem crédito da parte do marido. Ainda entendemos por esse versículo que o contrato matrimonial confere pleno direito de relação sexual. No versículo três, essa verdade é melhor demonstrada no ensino de Paulo. “O marido pague à mulher o que lhe é devido, e do mesmo modo a mulher (pague} ao marido” (I Coríntios 7:3). Já fiquei sabendo de vários casamentos que foram à deriva devido a falta de entendimento neste aspecto. Quando a esposa nega o seu corpo ao seu companheiro, ela está cometendo uma das maiores loucuras em relação ao seu casamento. Ela esquece que seu “maridinho” trabalha em algum escritório, fábrica, comércio ou seja lá onde for, rodeado de mulheres bonitas, que muitas vezes tem sido uma tentação para ele. Muitos maridos têm se conservado fiéis às suas esposas, não porque são de “ferro”, mas porque tem encontrado na sua amada um companheirismo e afetividade tal, que dispensa qualquer tentação externa. A mulher pode resistir galanteios por parte dos homens “malandros”; porém, o marido, como homem, é mais vulnerável aos galanteios ou charmes de uma mulher “malandra”. Mas, se o marido for fiel ao Senhor, e encontrar em sua esposa uma colaboração em sua vida sexual, é impossível cair nos braços de estranhas. Contudo, não esqueçamos que por outro lado, a mulher também tem os seus pontos fracos. Se o seu marido não cumpre o seu papel em relação ao sexo; tem tratado sua companheira com aspereza, e a tem considerada como um simples objeto de seus caprichos, a esposa pode também cair nos braços de algum homem que se apresenta como alguém que “solidariza” com a situação. De maneira que aprendemos nas Escrituras Sagradas que o casamento não é somente um “conto de fadas”, mas cada qual dos cônjuges tem deveres morais, espirituais e físicos para com o outro.
    OS PROBLEMAS RELACIONADOS AO SEXO.
    Biológica e emocionalmente a mulher é diferente do homem, e consequentemente tem muitos problemas que o homem não tem. O corpo da mulher é diferente do corpo do homem. Em razão disso, o marido deve entendê-la quanto ao relacionamento sexual. Devido dos muitos problemas que a mulher sofre, em razão da complexidade de seu corpo, muitas vezes ela não encontra ânimo para ter um relacionamento sexual com seu marido. Sim, ela tem seus momentos críticos em relação ao seu corpo e emoções. O marido deve entendê-la e ser solidário com ela neste aspecto. Numa ocasião desta, o marido nunca deve forçá-la. Ele deve compreender que não é “pirraça” de sua esposa. A Bíblia diz que o esposo deve viver com sua esposa com entendimento, pois ela é fraca em muitos pontos. Vamos ler sobre isso na primeira carta de Pedro: “Igualmente vós, maridos, vivei com elas com entendimento, dando honra (respeito ou dignidade) à mulher, como vaso mais frágil, e como sendo elas herdeiras convosco da graça da vida, para que não sejam impedidas as vossas orações” (I Pedro 3:7). O que fazer quando surgirem as dificuldades sexuais? Será que deve “declarar guerra” um ao outro? Não, Paulo diz que o casal deve entrar em acordo e abster-se do sexo por algum tempo, para orar a Deus (até que o problema desapareça) e, então se ajuntarem (em ato sexual) para não cair na armadinha de Satanás. (I Coríntios 7:5). Eu entendo por meio desta passagem que muitos atritos conjugais seriam facilmente resolvidos se o casal crente buscar ajuda do Criador. Por outro lado, já presenciei muitos casamentos que estavam à beira do desastre devido ao marido não compreender sua esposa.
    Portanto, é até compreensível a abstinência sexual dos cônjuges, quando alguns problemas surgem e impedem um envolvimento satisfatório, Quando isso acontece, nada melhor do que um diálogo entre o casal e a oração a Deus, pedindo ajuda para solução do problema.
    Mas a esposa não deve cair em erros de apresentar problemas ao esposo, quando realmente não os têm, só como mero pretexto para não servi-lo. Pois, além de estar pecando contra o marido, também está pecando contra Deus.
    Deve haver cooperação mútua entre ambos. Ou seja, o marido deve compreender sua esposa, mas também, a esposa tem por obrigação compreender seu marido. Deve haver reciprocidade entre ambos.
    Eis aqui mais um conselho da Bíblia: “Vós, mulheres, submetei-vos a vossos maridos, como ao Senhor” (Efésios 5:22). “Vós, maridos, amai a vossas esposas, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela” (Efésios 5:25).
    Se a ordem acima for obedecida à risca, o casamento pode ser um sucesso na vida dos cônjuges.
    Pastor Antônio Carlos Dias
  10. Josiel Teixeira Lima diz:
    Josiel Teixeira Lima disse:
    Presados amigos e irmãos: VOU SER PAPAI! A minha Garota esta grávida! Apesar de não sermos ainda CASADOS.Com fé em DEUS iremos legalizar a nossa bendita UNIÃO. DEUS ama os adulteros tambem!

    Logo darei mias noticias!

  11. intransgressivo diz:
    esse cara, o josiel é o cara. primeiro porque tá ostentando paternidade aqui, depois se considera adúltero sem se preocupar se a namorada vai ler isso. parabéns.
  12. Josiel Teixeira Lima diz:
    Não existe FELICIDADE longe dos caminhos de DEUS.
    Eu tenho uma falsa FELICIDADE.

    Por favor leiam!
    http://www.igrejaemjuizdefora.com.br/download/divorcio_nunca_mais.doc

  13. Alex diz:
    Josiel,

    Voce e o cara mais doente que eu ja vi na vida ! Sua menina/mulher esta gravida e voce vai continuar achando que separacao e pecado ?? Amigo acorda para essa vida, seja feliz e faca essa menina e o menino dela felizes ! !

    alex

  14. Olá meus queridos irmãos, Graça e Paz.

    Como é maravilhoso encontrarmos textos que nos fortaleça na fé, não é mesmo? Parabéns pelo maravilhoso trabalho, muito edificante.
    Vivemos dias de tribulações e esfriamento na fé, e muitas heresias onde muitos estão se alimentando de alimentos não sólidos e contaminados sendo assim adoecem espiritualmente se não tratados morrem na fé. Nestes últimos dias tem Deus levantado, homens e mulheres com compromissos de divulgar a palavra de Deus em tempo ou fora de Tempo “Gloria a Deus” . Trazendo mensagens edificantes aos nossos corações. Como sempre tenho dito: Aprendendo uns com os outros crescemos na graça e no conhecimento do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.
    Gostaria de aproveitar a oportunidade e compartilhar o nosso “blog”:Gostaríamos muito de contar com sua visita e comentários. Deus te abençoe ricamente.

    “Mensagem Edificante para Alma”
    http://josiel-dias.blogspot.com/

    Josiel Dias
    Cons. Missionário
    Congregacional
    Rio de Janeiro

  15. sergio diz:
    Vivi a experiência de passar alguns anos da minha vida como optante da condição de eunuco.
    Foi maravilhoso porque descobri que embora eu me apaixonasse por alguma moça da minha igreja, e me sentia muito bem em estarcom ela, o reino de Deus me atraia, eu via o povo carente, perdido, buscando a novidade a qual eu ja carregava comingo, que é o evangelho, eu abdicava do valor em que estar com a pessoa em quem eu amava para ser livre, totalmente livre para servir o reino de Deus. Sendo um homem normal, sentia atração por mulheres que é natural, então o eunuco por amor ao reino, é uma pessoa normal. Deus não chama pessoas neutras, Ele chama realmente os mais fracos, os mais viris, porque Ele quer mostrar que usa o fraco,e é o fraco que Ele chama, para que além de lutar com o mundo, ele também tem que lutar contra as próprias paixões.
  16. Aline diz:
    Bom dia irmaos! Eu como ex-esposa do Josiel Lima posso afirmar que este que tanto fala dele é um clone, porque eu e ele mantemos uma relaçao super amistosa, nos separamos por decisao dos dois. O Josiel nao irá ser papai nao, mas o desejo toda a felicidade do mundo seja lá com quem eles estiver. Mas quem está escrevendo sobre ele em vários sites é um desocupado ou descoupada, pois nao haveria pessoa nesse mundo que passaria tanto tempo falando tanta besteira na internet, imagina, uma pessoa dizendo q é adúltero?!?! Nao acreditem em qualquer coisa da internet, pois qualquer um pode passar por qualquer um. Obrigada.
  17. HENRY diz:
    A QUESTAO QUE QUERO COLOCAR NESTA HORA E SOBRE A FRASE QUE JESUSU DISE SOBRE A PARABOLA DO EUNUCO .!QUEM PUDER RESEBR ISTO RESEBA .! !
    !QUEM PUDER SOPORTAR ISTO QUE SOPORTE !
    A LEY QUE JESUS NESE MOMENTO NOS DAVA COM REPCTODO DIVORSIO.FICO CONDICIONADA A CADA UM .
    FINALMENTE QUEM TIVER E USAR SEO LIVRE ADBITRIO DESIDA SE PODE AGUENTAR OU SOPORTAR VIVER SOLTERO OU CASADO E FACA SEGUNDO SUA CAPACIDADE !!!
    PALAVRA DE DEUS .
    QUEM PUDER SOPORTAR ISTO . SOPORTE !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    • (HENRY diz:
      RESPOSTA VERDADEIRA !!!
      A PARABOLA DOS EUNUCOS TERMINA COM A SENTENCA DITA POR O SENHOR JESUS ,(ISTO NO E PARA TODOS . QUEM POSA RESEBER ISTO QUE O RESEBA )
      EM OTROS IDIOMAS DIZ . QUEM PUDER SE SUBMETER A ISTO SE SUBMETA . OU QUEM PUDER SUPORTAR ISTO QUE O SUPORTE .
      O FOCO E A DEFINICAO DA PARA BOLA DOS EUNUCOS , E A LIVERDADE QUE JESUS DA A CADA UM DE SE AVALIAR E JUGAR SE PODE AGUANTAR ESTA PALAVRA OU SE E CAPACITADO A SUPORTAR ESTA PALAVRA ,
      SE NAO FOR .

      NO PRESISA CUMPLIRLA !!!

      E ASIM DEUS NOS DA O LIVRE ADBITRIO DE ESCOLHER SE FICAMOS SOLTEROS VIUVOS DIVORCIADOS OU SE CASAMOS DE NOVO .
      QUIS QUER QUE FOR A SITUCAO CADA UM E RESPONSAVEL DE SIM PROPIO EN CUANTO SE QUER CUMPLIR A LEY DO DIVORCIO.
      A PRIMERA ALTERACAO DE ESTA LEY FOI POR MOISES POR CAUSA DAS NOSASS FRAQUESAS A SEGUNDA ALTERACAO QUEM FEZ FOI JESUS . E A CAUSA CONTINUA SENDO NOSAS FRAQUESAS.

      • Gerson diz:
        Não precisa cumpri-la mesmo.

        Assim como não precisa ir pro céu.

        São escolhas. Jesus claramente dizia com essas palavras: Você suporta isso? Está disposto a isso para me seguir? É um alto preço, é preciso negar a si mesmo, tomar sua cruz, morrer para sua carne…

        É fácil ficar achando desculpinhas pra viver no pecado. Mas ninguém precisa disso.
        Você pode viver como você quer meu amigo, só não espere recompensas por coisas que não fez.

        O que plantar ira colher (lei da semeadura)

        Poucos serão escolhidos. Você acha que os poucos de Jesus significava muitos?
        Poucos é poucos. Porque poucos estão dispostos a abrir mão da sua vida para viver para Deus

        abs

  18. alf arian diz:
    Como é possível que vocês ainda interpretem a PALAVRA via Letra Morta?
    Está mais do que claro a advertência que diz que a Letra Morta ( mata ) e o Espírito Vivifica ( LETRA VIVA )
    O Eunuco que trata a palavra, não é o material ( físico ) mas sim o eunuco espiritual!!!
    Acordem os que ainda DORMEM !!!
    Senão teremos cego guiando cego !!!
  19. Jessica diz:
    Adorei A sua descrição você foi o único entre tantos que explicou corretamente o que é Eunuco.
  20. HENRY diz:
    SE PRESISAR ALGO MAS ESTAMOS A SUA DISPOSICAO.
    GOSTARIA DE SABER MAS SOBRE SUA COMPRENCAO DO TEXTO E DE MINHA EXPLICACAO.
    BRIGADO !
  21. Alex Puglia diz:
    Ei Gerson,

    Eu concordo que voce deve continuar Eununo. Quanto mais eunucos nesse mundo melhor. Mais mulheres para nosostros ! !

    Thanks,

    Alex

  22. Pingback: A homofobia no Brasil,…X a Constituição Brasileira são 02 misturas Heterogêneas:Como Òleo & Àgua.Outro Projeto sobre homofobia está para ser decido ou Anulado pelo TSJ ?Conforme Juristas Advogados dizem Questão é Inconstitucional…

  23. fabio diz:
    muito bom roberto sua materia biblica, eu sou eunuco por opção, e sou muito feliz pois quem tem Deus tem tudo, me encontro na segunda opção os homens me fizeram assim, obrigado cara ! abraço
  24. Geser Dominicale diz:
    Boa tarde, Roberto!

    Gostaria de saber sua opinião a respeito de Gn 39. Pois lá diz que Potifar era eunuco de Faraó, mas também diz que ele tinha uma esposa. Me parece contraditório, mas é o que a Bíblia diz e acredito 100%. O que seria esse tipo de eunuco? Grato e abs.

  25. PAULO diz:
    Quanta baboseira, procurem pesquisar… eunuco mesmo castrado, faz sexo de outras formas… tem exemplos históricos na china, persia…. na india existem o hijras, homens castrados que se vestem e vivem como mulheres…..
    o TALMUDE(Livro de ensinos rabínicos) fala que eunucos de nascimento ou do sol, são os gays de hoje, e não criaturas assexuadas como os cristãos querem falar…
    veja os transexuais atuais, são eunucos castrados e fazem sexo, roberta close até casou com um suiço….se fosse assim paraplégicos não fariam sexo, de outras formas com suas mulheres… me poupe, quata ignorância e achismo religioso, baseado na biblia.
    paz
    Paulo agnostico
    • “Uma coisa é certa: a principal finalidade da castração era tornar os eunucos sexualmente impotentes. Mas muitos que tinham só os testículos arrancados ainda eram capazes de ter ereções. Para isso, era preciso que a cirurgia ocorresse depois da puberdade. “A partir dessa idade, a testosterona, hormônio que regula o apetite sexual e tem papel fundamental na ereção, passa a ser produzido também pelas glândulas supra-renais. Elas fabricam entre 2% e 3% do hormônio. Parece pouco, mas muitas vezes o nível de hormônio era suficiente para um eunuco sustentar uma ereção”, afirma o urologista Jorge Hallak, da Sociedade Brasileira de Cancerologia, em São Paulo.”

      http://mundoestranho.abril.com.br/materia/quem-foram-os-eunucos-eles-podiam-ter-erecao

      Poderia citar a passagem onde o Talmude diz isso?Nunca tinha ouvido falar.
      A questão não é apenas se a pessoa consegue ou não fazer sexo por outros meios e sim se ela ainda tem vontade depois da castração.
      Paz.

  26. Matheus diz:
    Tenho 18 anos. Não sinto e nem nunca senti nenhuma atração por nenhuma mulher (as mulheres, para mim, não parecem atraentes). No entanto, sinto atração por homens. Sim, homens me deixam excitado. Sou cristão. Sou homossexual. Não escolhi ser homossexual, apenas sou (descobri-me com 12 anos). Tenho apetite sexual como qualquer adolescente normal, mas mulheres não me satisfazem, e sim homens. Os ignorantes dirão que sou gay porque estou “possuído”, ou porque eu quero (isso seria ridículo, porque eu nunca iria querer isso pra mim).
    Agora a pergunta: Sou um eunuco? Pois, se for, seria um “eunuco por obrigação”, pois não posso me satisfazer sexualmente como qualquer pessoa pode, já que relacionamentos homossexuais são considerados “pecaminosos” e mulheres não me satisfazem sexualmente.
    Em outro post desse site, vocês disseram que o sexo não é pecado quando há amor (é claro que não é qualquer “paixãozinha” que pode ser considerada como amor).
    Eu ouso afirmar que amo um homem (sim, eu o amo). E amá-lo inclui sentir atração física/sexual por ele (os ignorantes irão me julgar, me condenar e me jogar no inferno por isso). E, sim, eu já “fiquei” com ele.
    Ele também me ama, e eu o amo tanto que faria qualquer coisa pra vê-lo feliz. Ele, assim como eu, é nascido e crescido numa doutrina cristã, mas entrou em depressão depois que descobriu que era homossexual. Sua depressão durou quatro anos e ele quase morreu por causa dos efeitos dos remédios. Quando me conheceu , ele me disse que admirou muito a fé que eu tenho por Cristo, e passou a fazer uma coisa que já não fazia há muito tempo: orar e ler a Bíblia. Desculpe-me por estar fugindo um pouco do assunto, mas é que eu preciso muito compartilhar isso.
    A minha convivência com ele fez nascer um amor diferente, um amor que eu nunca senti antes. Eu devo confessar que estou apaixonado por ele, que sinto o cheiro dele mesmo quando estou longe dele, e que o meu pênis fica lubrificado só de chegar perto dele. Sim, eu o amo. Espero que vocês entendam que o amor não se escolhe, ele simplesmente acontece.
    Eu o chamo de amor. Todas as noites, antes de dormir, eu sinto falta dele. Não tenho fantasias sexuais à noite, nem tenho descontrole sexual. Não sou um pervertido. Eu o amo. E me sentiria satisfeito apenas em dormir em seus braços.
    Pelo fato de eu o amar muito, eu oro todas as noites para que Cristo restaure o seu coração, que fora tão lesado pelos 4 anos de depressão. Ele disse pra mim que eu sou o motivo pelo qual ele deseja renovar sua fé em Cristo, pois ele vê o amor de Deus em mim. Eu sinto que Deus está me usando para salvar aquele jovem da depressão.
    Respondam-me, também, se amor homossexual é pecado.
    • Não creio que seja pecado, Matheus.Seria pecado se você fosse heterossexual e quisesse apenas sexo homossexual.Também seria pecado você não se tratar caso fosse homossexual devido a algum trauma e não aceitasse se tratar.No seu caso, não creio que seja pecado.

      Para evitar escandalos, bom seria que aceitasse voluntariamente se tornar eunuco mas nem todos conseguem e é melhor que você viva um amor do que na devassidão.

  27. Matheus diz:
    Obrigado por comentar, Roberto. Gostaria de saber a opinião de mais pessoas. Agradeço muito.

    É, eu também não consigo imaginar porque isso é pecado, se é amor. E esse amor curou a depressão do meu namorado, hoje ele não precisa mais tomar remédios (glórias a Deus!)

    A verdade é que existem pessoas imundas que buscam o prazer em qualquer coisa (sendo assim, fazem sexo com homens, mulheres, animais e rodinhas de rolimã), e a Igreja acha que os homossexuais estão incluídos nesse grupo. “Você é homossexual porque é pervertido”, “Você é homossexual porque quer”, “Deus pode curar sua homossexualidade” – eles dizem. De fato existem homossexuais pervertidos (como vemos na parada-gay), mas também existem heterossexuais assim (e num número nada menor).
    Mas a verdade é que um homem homossexual é homossexual simplesmente porque é, e mesmo que ele queira ficar solteiro a vida toda, ou mesmo que ele se case com uma mulher, ele continuará sendo homossexual, pois sente atração por homens, e não por mulheres (e isso é involuntário, não se pode escolher). Acho que os homossexuais são eunucos que nasceram assim; eu tenho um amigo que desde os três anos já dava “sinais” da sua homossexualidade, e também conheço jovens que são heterossexuais, mas que fazem sexo com outros homens (esses sim são pervertidos e estão indo contra sua própria natureza).
    E os homossexuais, assim como qualquer pessoa, são capazes de amar do mesmo jeito que heterossexuais.

  28. Airton Barros diz:
    Sobre o Texto:
    “Eunucos por amor ao reino de Deus”
    Caro Roberto.
    Vá crescer, pensar, raciocinar e depois evoluir.
    Como é que tú, se fazendo sábio confunde amor com sexualidade e no final ainda respondendo a bajulação daquela criatura chamada Matheus, tú ainda corrobora com o mesmo, de que o homossexualismo é normal, tú não enxerga um palmo além do teu nariz, deixa de se entregar a paixões mundanas e para de escrever mundanidade neste teu site.
    Reflete sobre a tua vida, enxergas que os maiores pilares para se engressar na verdadeira religião sempre será a compreensão e prática da Ética e da Moral, estou falando de Ética e Moral e não da falsa etica e nem da falsa moral. Porque as autoridades se corropem??, porque vivem e expressam a falsa etica e a falsa moral, porque há estrupos contra crianças e mulheres?? porque há a falsa sexualidade, porque um homem se faz animal, bestial, insano, ao ponto de praticar aquilo que nem um animal pratica??, ou seja, a homossexualidade? porque vivem as buscas das vaidades do mundo!!, porque confundem estética mundana com realidade!!, se entregam aos prazeres do falso belo(estética) e a agonia da falsa feiura e buscando suprir o vazio de há dentro de sí confundem tudo e fazem todo tipo de prática imunda. Para teu governo e para evoluir a tua consciência, lê isto e compreenderás de que falo.
    ————————————————
    Romanos 1:20-28
    Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis;
    Porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu.
    Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos.
    E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis.
    Por isso também Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si;
    Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém.
    Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza.
    E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro.
    E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm;
    Romanos 1:20-28
    ——————————————————–
    atentai bem, criatura:
    na primeira linha, Paulo nos indica que pela ordem natural do que se manifesta visivelmente, ou seja, pela própria natureza visível, devemos observar o seu comportamento e tomar como exemplo de como deve ser a ordem das coisas.
    Leste todo texto?, entendestes? então ficas escrevendo neste teu site que é natural a homossexualidade, Deus te perdoa porque tomasse apenas leite por enquanto, mas que a partir de agora desgastastes do alimento sólido do conhecimento, portanto para tí não tem escapatória, não ficas mas corroborando imundicies humanas e tem mais, tenho autoridade para te escrever sobre isto, porque me destes esta autoridade quando deixas explicito em teu Blog que podemos expressar nossa opinião embasada na verdade.
    Airton Barros
    • Eu não disse que homossexualidade seja normal ou natural, apenas tratei com alguém que pode ter nascido assim como creio que se deve tratar.E homossexualidade entre animais existe sim.
      • Airton Barros diz:
        Caro Roberto.
        Se algum animal, na natureza, tem este tipo de prática, não é culpa deles, mas a culpa é toda nossa.
        Não vou entrar nos detalhes da explicação para que tú entendas, porque sei que seria um pouco dificil pra tí, mas dentro da grande sabedoria do Apostolo Paulo, veja o que Ele nos Alerta:
        Romanos 8; 18 a 23
        ——————————————-
        Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada.
        Porque a ardente expectação da criatura espera a manifestação dos filhos de Deus.
        Porque a criação ficou sujeita à vaidade, não por sua vontade, mas por causa do que a sujeitou,
        Na esperança de que também a mesma criatura será libertada da servidão da corrupção, para a liberdade da glória dos filhos de Deus.
        Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora.
        E não só ela, mas nós mesmos, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, esperando a adoção, a saber, a redenção do nosso corpo.
        Romanos 8:18-23
        ————————————————————
        Entenda meu caro, que o apostolo nos deixa bem claro, que a própria natureza, ou seja, toda forma de vida, geme e chora até o momento esperando a manisfetação pura e sincera, esperando a redenção daqueles que a sujeitou a todas as vaidades, inclusive esta prática imunda, e quem são “aqueles”?, somos nós, humanos, acredite se quiser, mas por sermos a coroa da criação divina, temos potencia para influenciar mentalmente todas as criaturas que está abaixo da nossa capacidade. Mas, para não ir mais adiante, fica claro porque é que os pobre animais praticam estas imundicies, praticam porque são influenciados por nós mesmo, quem tem boa consciência para entender que entenda e se depois desta explicação, não minha, mas do Apostolo Paulo um dos maiores sábios de todos os tempos, alguem vier justificar este tipo de prática entre os humanos só porque veem os animais praticarem, eu responderia o seguinte:
        “Ho! criatura, o que tú és um Humano ou um animal?, achas que se os animais prticam isto tú também podes?, afinal és um humano ou uma besta fera?, entendes tú que o teu corpo é o templo sagrado onde habita a Consciência Divina.
        ________________________________________________________
        Airton Barros

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Mostrar um dos meus últimos posts