É realmente necessário ungir os doentes para que sejam curados?

Anointing
photo credit: ninjaneil902

“Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com azeite em nome do Senhor;”  (Tiago 5 : 14)


Estava meditando nesse versículo e tentando entender de onde esse costume saiu
já que não podia entender como um aparente rito como esse se encaixar na Graça, a partir daí resolvi fazer uma pesquisa e essas são as conclusões que cheguei:

Jesus curou de diversas maneiras a diversas pessoas, no entando nunca se diz que ele tenha ungido alguém a fim de a curar.

Por outro lado, diz-se que os discípulos o aplicaram ao serem enviados para pregar e curar:

“E expulsavam muitos demônios, e ungiam muitos enfermos com óleo, e os curavam.”  (Marcos 6 : 13)


Olhando o contexto de Marcos 6 vemos Jesus enviando os discípulos para pregar e
curar, mas não fala de unção e nem permite que levem nada, somente um bordão (vara, cajado) e alparcas nos pés.

Se não puderam levar nada, é de se imaginar que não tinham óleo consigo também, de modo que a cura milagrosa não estava condicionada ao óleo.

Creio que o óleo que os discípulos usaram na oração e o óleo citado por Tiago, provavelmente era o mesmo que as pessoas usavam normalmente para se curar de algumas doenças ou feridas.

Sobre uso de óleos curativos nos diz o irmão Walter Andrade Campelo:

O óleo tem poderes curativos, permitindo amolecer feridas e purificá-las. O óleo quando misturado a certas ervas, pode proporcionar medicamentos poderosos para vários males. Não é de surpreender que os médicos em Israel tivessem desde tempos antigos conhecimento destas ervas e da forma de utilizá-las no processo curativo de doentes.

“Desde a planta do pé até a cabeça não há nele coisa sã, senão feridas, e inchaços, e chagas podres não espremidas, nem ligadas, nem amolecidas com óleo.” (Isaías 1:6 ACF)

“E, aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando-lhes azeite e vinho; e, pondo-o sobre a sua cavalgadura, levou-o para uma estalagem, e cuidou dele;” (Lucas 10:34 ACF)

http://www.luz.eti.br/es_uncaocomoleo-parte1.html

Em outras palavras Tiago podia estar querendo dizer: “está alguém entre
vós doente? Chamem os irmãos mais experientes, e orem sobre
ele, aplicando-lhe seu remédio em nome do Senhor”.

No entanto, devido ao fato de Jesus nunca ter ensinado isso, nem
exercido em suas curas (segundo os relatos que temos), creio que é algo
opcional, servindo apenas em casos específicos e nestes casos acho
importante contextualizar o óleo para o medicamente contemporâneo para
que a simbologia fique clara.

Leia mais sobre a unção de enfermos clicando aqui.

Sobre Roberto Donizeti Soares

Moro em Catiguá, interior de São Paulo.Estudo Psicologia no Instituto de Ensino Superior de Catanduva (FAFICA) e trabalho em Catanduva, na Superintendência de Água e Esgoto de Catanduva.Li a Bíblia algumas vezes e continuo relendo e buscando um maior entendimento.Simpatizo com o movimento Caminho da Graça do pastor Caio Fábio de Araújo Filho.Gosto de livros, filmes, gibis, jogos e brinquedos.
Marcado , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

11 Responses to É realmente necessário ungir os doentes para que sejam curados?

  1. Teo diz:
    Já ouvi comentários sobre o óleo mencionado por Tiago ter mesmo propriedades terapêuticas normais, e não efeitos espirituais. Mas tem um pessoal que já põe até simbologia obrigatória do Espírito Santo na história.

    Obrigado pela visita e comentário lá no bicho de Rondônia!

    Teo’s last blog post..Rondônia, seus playboys e seus postos de gasolina

  2. Equipe IChTUS diz:
    Olá gostaríamos de parabenizar o seu blog com o “Prêmio Dardos”. Saiba mais detalhes aqui:
    http://ichtusgate.wordpress.com/2008/07/24/ichtus-gate-recebe-prmio-dardos/
  3. Roberto Santos diz:
    Ótimas as suas postagens, xará.
    Nesse tema, de unção com óleo, as pessoas se esqueceram de que Jesus usou: cuspe, cuspe com areia, simples toque de mãos, comando de voz, etc… Então, o uso de óleo é mais um mecanismo para “aumento de fé”.

    Agora, gostaria que comentasse sobre o “batismo com Espírito Santo e com fogo”.

  4. ungir é ministrar a Palavra se o doente crer será curado, se não crer o que é ficará pior.
  5. Eugenio Silva Souza diz:
    Em algum livro da Biblia,
    encontra-se referencia à
    planta Arruda?

    Atenciosamente

    Eugenio

  6. José Paulo Pedro de lima diz:
    Precisamos de médicos ou nos falta fé?

    1º E percorria Jesus toda a Galiléia, e ensinado nas suas sinagogas, e pregando o evangelho do reino e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo e a sua fama correu por toda a síria e traziam lhe todos os que padeciam acometidos de varias enfermidades e tormentos, os endemoninhados os lunáticos e os paralíticos, e ele os curava. Mateus 4.23,24
    2º E entrando Jesus em Cafarnaum, chegou junto dele um centurião, rogando lhe e dizendo: senhor o meu criado jaz em casa paralitico e violentamente atormentado e Jesus lhe disse: eu irei e lhe darei saúde. Mateus 8.5,6,7
    3º E Jesus entrando na casa de Pedro, viu ali a sogra deste jazendo com febre, e tocou-lhe na mão, e a febre a deixou; e levantou-se e serviu-os, e chegada a tarde, trouxeram-lhe muitos endemoninhados, e ele com a sua palavra expulsou deles os espíritos e o curou todos os que estavam enfermos. Mateus 8.14,15,16
    4º E entrando no barco, passou para a outra margem, e chegou a sua cidade, e eis que trouxeram um paralitico deitado em uma cama, e Jesus vendo a fé deles, disse ao paralitico: Filho tem bom animo; perdoados te são os teus pecados. Mateus 9.1,2
    5º E eis que uma mulher que havia já a doze anos padecia de um fluxo de sangue, chegando por detrás dele, tocou a orla da sua veste porque dizia com sigo: se eu tão somente-tocar a sua veste ficarei sã e Jesus voltando-se e vendo-a disse, tem animo filha, a tua fé te salvou. Mateus 9.20,21,22
    6º E partido Jesus dali, seguiram-no dois cegos, chamando e dizendo: tem compaixão de nós, filho de Davi; e, quando chegou a casa, os cegos se aproximaram dele; e Jesus disse-lhes; credes que eu possa fazer isso? Disseram-lhes sim, senhor e tocou, então os olhos deles, dizendo seja-vos feito segundo a vossa fé. Mateus 9.27 ao 29
    7º E que dois cegos, assentados junto ao caminho, ouvindo que Jesus passava, clamaram dizendo: senhor, senhor filho de Davi tem misericórdia de nos, e Jesus parando chamou-os e disse: que queres que vos faça? Disseram-lhe eles: senhor, que os nossos olhos sejam abertos, então Jesus, movido de intima compaixão, tocou-lhes nos olhos, e logo viram; e eles o seguiram. Mateus 20.30,32,33,34
    8º E ele lhes disse: vamos as aldeias vizinhas, para que eu ali também pregue, porque para isso vim, e aproximou-se dele um leproso, que rogando-lhe e pondo-se de joelhos diante dele, lhe dizia: se queres bem podes limpar-me, e Jesus movido de grande compaixão, estendeu a mão, e tocou-o e disse-lhe: quero se limpo! E tendo ele dito isso, logo a lepra desapareceu e ficou limpo. Marcos 1.38,40,41,42
    9º E vieram ter com ele, conduzido um paralitico trazido por quatro, e não podendo aproximar-se dele, por causa da multidão descobriram o telhado onde estava e, e fazendo um buraco, baixaram o leito em que jazia o paralitico, e Jesus vendo-lhes a fé disse ao paralitico: filho perdoados estão os teus pecados. Marcos 2.3,4,5

    10º E outra vez entrou na sinagoga, e estava ali um homem que tinha uma das mãos mirrada, e estavam observando-o se curaria no sábado, para o acusarem, e disse a o homem ao homem que tinha a mão mirrada: levanta-te e vem para o meio, e perguntou-lhes: e lícitos no sábado fazer bem ou fazer mal? Salvar a vida ou matar? E eles calaram-se , e olhando para eles em redor com indignação, condoendo-se da dureza do seu coração, disse ao homem: estende a mão e ele estendeu, e foi-lhe restituída a mão, sã como a outra. Marcos 3.1 ao 5
    11º E subiu ao monte e chamou para si os que ele quis; e vieram a ele e nomeou doze para que estivessem com ele e os mandasse pregar e para que tivessem o poder de curar as enfermidades e expulsar os demônios. Marcos 3.13,14,15
    12º E disse-lhe Pedro Enéias, Jesus Cristo te dá saúde; levanta-te e faz a tua cama, e logo se levantou. Atos 9.34
    13º Esta alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e ore sobre ele ungindo-o com azeite em nome do senhor; e a oração da fé salvara o doente, e o senhor o levantara; e, se over cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados confessai as vossas culpas uns aos outros e orai uns pelos os outros, para que sareis; e a oração feita por um justo pode muito em seus efeitos. Tiago 5.14,15,16
    14º E passando Jesus, viu um homem cego de nascença, e seus discípulos lhe perguntaram dizendo: Rabi, quem pecou, este ou o seus pais, para que nascesse cego? Jesus respondeu: nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifeste nele as obras de Deus. João 9.1,2,3
    15º Estava, então enfermo um certo Lazaro de Betânia, aldeia de Maria e de sua irmã marta, mandaram-lhe, pois, suas irmãs dizer: senhor, eis que esta enfermo aquele que tu amas; e Jesus, ouvindo isso disse: esta enfermidade não e para a morte, mas para glória de Deus, para que o filho de Deus seja glorificado por ela. João 11.1,3,4
    16º E Jesus disse-lhe: se tu podes crer tudo e possível ao que crê. Marcos 9.23
    O que e fé? Fé e o firme fundamento das coisas que se esperam e a prova das coisas que se não verem. Portanto a fé e ter certeza que vai alcançar algo que necessitamos fé também e esperança porque uma vez que pedimos o que precisamos temos que saber esperar para que sejamos recompensados porque se eu pedir uma coisa e voltar a pedir já não tendo fé, mas sim ansiedades

    Vejo muitos testemunhos nas igrejas que Jesus cura, mas basta um filho nosso sentir uma pequena enfermidade que a primeira preocupação nossa e de levar ao medico ai o medico passa um remédio para aquela enfermidade ai aquela criança e curada ai vamos correndo para a igreja contar o testemunho que Jesus curou-o, se foi Jesus quem curou porque levar ao medico? A nossa desculpa e que Jesus deixou os médicos será isso mesmo ou nos falta coragem de dizer que nos faltam fé? Jesus conhece o intimo de cada um muitas das vezes ele nos permite as enfermidades para provar para nos mesmos que apesar de falarmos tanto que temos fé na verdade nem conhecemos o que e fé!

  7. fabio diz:
    Resposta:

    No Velho Testamento, o óleo, conforme a situação, tinha significado específico, que, traz, para hoje, entendimento revelado.

    Exemplo: O óleo, azeite da oliveira, puro, que era colocado nas luminárias do castiçal, candeeiro ou candelabro, sendo que as lâmpadas ficariam acesas, representam a glória de Deus em Espírito, e, o castiçal é Cristo.

    Êxodo 27:20, 21
    ” Tu pois ordenarás aos filhos de Israel que te tragam azeite puro de oliveiras, batido, para o candeeiro, para fazer arder as lámpadas continuamente.
    Na tenda da congregação, fora do véu que está diante do testemunho, Arão e seus filhos as porão em ordem, desde a tarde até a manhã, perante o SENHOR; isto será um estatuto perpétuo para os filhos de Israel, pelas suas geraçöes.”

    Levítico 24:2
    ” Ordena aos filhos de Israel que te tragam azeite de oliveira, puro, batido, para a luminária, para manter as lámpadas acesas continuamente. ”

    O óleo para unção: Êxodo 25:6
    ” Azeite para a luz, e especiarias para o óleo da unção, e especiarias para o incenso.”

    Êxodo 29:7
    ” E tomarás o azeite da unção, e o derramarás sobre a sua cabeça; assim o ungirás. ”
    Nos dias de hoje, derramar óleo sobre um obreiro para ungir ou consagrar para o ministério não tem significado real ou valor, pois, a unção vem do derramar do Espírito Santo sobre a pessoa.

    Nos dias atuais não se derrama óleo sobre pedras (pessoas), mas, o Senhor derrama do seu Espírito, virtude e poder sobre as pessoas que unge.

    Erro e blasfêmia é ungir coisas dessa vida no sentido de “consagrar” ou “separar” para Deus, para a obra, pois, o significado de ungir com óleo, coisas dessa vida, não diz respeito ao real significado como teve no Velho Testamento, pela aparência visível, significando sombras de bens ou coisas futuras e eternas.

    Um veículo, uma guitarra do grupo de louvor, enfim, essas coisas não podem ser “ungidas” porque são coisas dessa vida e nada representam das coisas espirituais eternas, são coisas deste mundo, não podem ser santificadas ou tornarem-se santas e, nem herdam o reino dos céus. Aquele que usa o material ou a coisa torna-a útil para o bem que fizer. Se alguém toca o instrumento com virtude, com dom de Deus, a glória de Deus se manifesta pelo dom que está na pessoa e não pela “santificação” do instrumento. A virtude da pessoa pode impregnar o instrumento, mas, o instrumento em si não pode ser “ungido”.
    Enfim, não se usa óleo para ungir coisas dessa vida, pois, nada altera a situação e ainda, é erro e, insistindo no erro, peca e blasfema. Usar chifres com óleo, castiçais, etc, são coisas que não são do tempo da graça, essas coisas serviram no Velho Concerto para nos ensinar coisas espirituais ,sombras de coisas futuras eternas e, usar isso, nos tempos da graça, é anular o invisível e viver pelo que se vê, pela lei, sem entender a verdade de Cristo. São rituais inúteis. São coisas da lei do Velho Testamento.

    Mas, sempre lembrando, todo o Velho Testamento não está anulado, está anulada a interpretação natural, da letra morta, carnal e, valendo apenas, para o Novo Testamento, a interpretação revelada, oculta em mistérios.

    Tiago 5:14
    ” Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com azeite em nome do Senhor; ”

    Ungir um doente com óleo, quer dizer, ungir pelo dom, pois, óleo da unção é “dom do Espírito Santo”.
    Parece incoerente aceitar a unção com óleo, sabendo que o óleo tem significado de coisas espirituais.

    Mas, e se não houver dom de cura em quem ministra? O óleo cura?
    Lembrando: Estamos nos tempos da Nova Aliança.

    É notório que multidões já foram ungidas com óleo e nada aconteceu na vida.
    Diante da Palavra de Deus, se ungiu com óleo, algo precisaria acontecer.
    Onde o problema? No óleo ou em quem ungiu?
    autor …. Sergio Luiz Brandão

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Mostrar um dos meus últimos posts