É pelo amor que somos reconhecidos como discípulos de Cristo

kurdistan
Creative Commons License photo credit: kurdistan كوردستان

“Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros.”  (João 13 : 35)

Quando se discute com algumas pessoas sobre usos e costumes algumas costumam apelar para o argumento de que se a pessoa não os cumprir não terá diferença visual dos não-crentes e por isso não será reconhecida como crente.

Para Jesus, porém, o que importava não era o que a pessoa parecia ser e sim o que ela era de verdade.

O que importa é o fruto e não as folhas.

“Nisto é glorificado meu Pai, que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos.”  (João 15 : 8 )

O que importa é o amor.

Ele é o fruto que deve haver em nós.

Não o amor conforme a visão mundana (natural) mas o amor conforme o Evangelho.

O amor segundo o Evangelho e suas subdivisões podem ser conhecidos em passagens como essa:

O amor é

sofredor,

benigno;

não é invejoso;

não trata com leviandade,

não se ensoberbece.

Não se porta com indecência,

não busca os seus interesses,

não se irrita,

não suspeita mal;

Não folga com a injustiça, mas

folga com a verdade;

Tudo sofre,

tudo crê,

tudo espera,

tudo suporta.  (I Coríntios 13 :4-8)

Entender isso nos faz ver que o amor é suficiente pois engloba tudo o que precisaria ser englobado.

Não há como alguém dizer, por exemplo, que crer no amor como forma de reconhecer um discípulo abriria brecha para alguém alegar que já tem amor e por isso pode agir de maneira indecente.

Quem tem o amor segundo o Evangelho já tem a consciência de que não se deve agir de forma indecente.

Quem tem o amor segundo o Evangelho não precisa de regras para tudo, pois “Contra estas coisas [as subdivisões do amor] não há lei.”  (Gálatas 5 : 23)

Sobre Roberto Donizeti Soares

Moro em Catiguá, interior de São Paulo.Estudo Psicologia no Instituto de Ensino Superior de Catanduva (FAFICA) e trabalho em Catanduva, na Superintendência de Água e Esgoto de Catanduva.Li a Bíblia algumas vezes e continuo relendo e buscando um maior entendimento.Simpatizo com o movimento Caminho da Graça do pastor Caio Fábio de Araújo Filho.Gosto de livros, filmes, gibis, jogos e brinquedos.

Marcado , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

6 Responses to É pelo amor que somos reconhecidos como discípulos de Cristo

  1. Kennedy Lucas diz:
    Falou e disse tudo!
    Outro dia conversei com uns amigos, e falei: se a gente olhar Co. 13 vemos que amor não é um sentimento. Todas as características citadas por Paulo, se referem a ATITUDES que podemos tomar com as pessoas independente de sentir algo por ela ou até mesmo gostar dela.

    Quando pensamos no amor como principal e UNICA forma de falar, melhor, de ser Cristo, um peso do tamanho de um elefante legalista sai de nossos ombros.

    Obrigado por me lembrar disso Roberto!
    😉
    .-= Meu último post blog : Blogs pra visitar no fim de semana =-.

  2. Kennedy tem razao – amor nao eh sentimento – eh mandamento do Senhor. Quanto as caracteristicas de um discipulo, se me permitem vejam o post abaixo

    http://luismarcosleite.blogspot.com/2009/05/as-cinco-caracteristicas-de-um.html

  3. Presidente Prudente diz:
    Olhando as atrocidades cometidas pelo homen hoje “Terrorismo,preconceito,racismo,etc” elas nao aconteceriam se deixassemos o medo,orgulho de lado e amassemos todos.
  4. Pingback: O que é ser SANTO ??? « Maluco por Jesus

  5. Pingback: Tweets that mention É pelo amor que somos reconhecidos como discípulos de Cristo | Blog do Roberto Soares -- Topsy.com

  6. nossa adorei amor e tudo amor e como o vento não posso ver mais posso senti

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mostrar um dos meus últimos posts