Deus não habita em templos

San Bartolomé
Creative Commons License photo credit: sıɐԀ ɹǝıʌɐſ

 

“O Deus que fez o mundo e tudo que nele há, sendo Senhor do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens;”  (Atos 17 : 24)

“Mas o Altíssimo não habita em templos feitos por mãos de homens, como diz o profeta:”  (Atos 7 : 48)

“Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?”  (I Coríntios 3 : 16)

Em primeiro lugar quero dizer que o termo “templos” usado no título do post usa a interpretação comum do que seria templo: um lugar onde Deus habita, lugar de adoração, lugar sagrado, etc.

A Bíblia, porém, nem sempre usa templo com o mesmo sentido que é usado hoje.

Hoje em dia qualquer prédio que tenha um rótulo escrito “igreja alguma coisa” ou então que tenha um formato que a nossa cultura associa a um “templo cristão” (normalmente chamado de igreja) é visto como um templo.

Na Bíblia, porém, havia um templo-prédio em todo o terrítório de Israel, um “santo templo” que provavelmente se referia ao Céu e o Templo formado pelo grupo (Igreja) de Jesus.

O SENHOR está no seu santo templo, o trono do SENHOR está nos céus; os seus olhos estão atentos, e as suas pálpebras provam os filhos dos homens.”  (Salmos 11 : 4)

Embora apareçam todos esses tipos de templos na Bíblia, o templo-prédio não é algo que seja confirmado como algo a ser mantido no Novo Testamento e nem é um lugar onde possa se dizer que Deus em algum momento morou.

No Novo Testamento persiste o Templo Celeste e o Templo-Corpo, o templo é algo apenas mencionado como algo judeu e que vez ou outra foi usada pelos discípulos de Jesus assim como lugares ditos “pagãos” também o foram.

Deus nunca morou em construções humanas mas escolhou morar naquilo que Ele mesmo construiu: o homem.

Até mesmo Salomão, que construiu o primeiro templo para Deus, não cria que Deus fosse habitar ali:

“E eu te tenho edificado uma casa para morada, e um lugar para a tua eterna habitação.”  (II Crônicas 6:2)

“Mas, na verdade, habitaria Deus na terra? Eis que os céus, e até o céu dos céus, não te poderiam conter, quanto menos esta casa que eu tenho edificado.”  (I Reis 8 : 27)

Para que serviam os templos de pedra do Antigo Testamento, então?Serviam apenas como sombra das realidades que nos seria revelado no NT:

“Os quais servem de exemplo e sombra das coisas celestiais, como Moisés divinamente foi avisado, estando já para acabar o tabernáculo; porque foi dito: Olha, faze tudo conforme o modelo que no monte se te mostrou.”  (Hebreus 8 : 5)

Isso não quer dizer que seja errado ter um lugar fixo para reunir um grupo de crentes, apenas demonstra que para a adoração ocorrer não é necessário um local específico e que nenhum lugar tem importância por si mesmo mas só é importante enquanto ali houver pessoas que creiam em Deus.

“[...]crê-me que a hora vem, em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis o Pai.
Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem.Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.”(João 4:21,23,24)

Sobre Roberto Donizeti Soares

Moro em Catiguá, interior de São Paulo.Estudo Psicologia no Instituto de Ensino Superior de Catanduva (FAFICA) e trabalho em Catanduva, na Superintendência de Água e Esgoto de Catanduva.Li a Bíblia algumas vezes e continuo relendo e buscando um maior entendimento.Simpatizo com o movimento Caminho da Graça do pastor Caio Fábio de Araújo Filho.Gosto de livros, filmes, gibis, jogos e brinquedos.
Marcado , , , , , , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

8 Responses to Deus não habita em templos

  1. Fabio diz:
    O que você escreveu condiz exatamente com a minha maneira de pensar. No meu caso teve algumas consequencias que podem ser consideradas ruins, mas no meu caso me deu bem mais paz de espírito.

    No meu caso pelas experiências ruins que tive vi que eu acabaria tendo um melhor relacionamento com Ele desde que isso partisse de mim e fosse por mim, e não pelo que as pessoas que estão dentro da igreja julgam ser o certo ou errado (pelo menos da igreja que eu frequentava, é claro).

    Para mim o sentido real de igreja é na verdade congregar, ou digamos um local de apoio. Seria como qualquer grupo de amigos que você tem, você os tem porque compartilha interesses e filosofias em comum e isso trás um benefício para o grupo que cresce em conjunto.

    Se a igreja funcionasse dessa forma traria crescimento para todos, se as pessoas se preocupassem mais em entender a ajudar do que em julgar, eu seria o primeiro a participar disso.. novamente.
    Acesse : Squeeze de plástico SQ003

    • Boa noite a todos. Gostariamos de compartilhar alguma coisa com os irmãos.

      Vemos em Mateus 16, que a IGREJA foi gerada para que, nela NEGUEMOS A VIDA DA ALMA, e, assim, a vida de Deus cresça em nós (vs 24-25).

      O Senhor Jesus também revelou que a IGREJA possui as CHAVES DO REINO DOS CÉUS: “Dar-te-ei as chaves do reino dos céus; o que ligares na terra terá sido ligado nos céus; e o que desligares na terra terá sido desligado nos céus” (v. 19). Portanto as chaves que foram dadas à IGREJA VISAM ABRIR AS PORTAS DO REINO para as pessoas.

      No passado nos ensinaram a observar os muitos aspectos da IGREJA, mas, segundo a revelação que o Senhor nos tem dado atualmente, A IGREJA é o lugar onde podemos NEGAR A VIDA DA ALMA para que a vida de Deus cresça. É onde temos oportunidade de servir, exercitando os dons de maneira que sejamos aperfeiçoados (Ef 4:11-12). Se esses dois aspectos forem cumpridos, poderemos entrar no reino.

      O livro de Mateus NÃO DÁ ÊNFASE Á IGREJA, MAS AO REINO. Deus quer nos entregar o governo do reino dos céus, e a IGREJA é o lugar preparado poe Ele para NEGARMOS A NÓS MESMOS e sermos aperfeiçoados para a obra do ministério, para a edificação do Corpo de Cristo. Se praticarmos isso hoje, poderemos entrar no reino vindouro. Por isso o Senhor Jesus começou a pregar: “Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus”.

      Arrependimento, segundo o original grego, tem o sentido de MUDANÇA DE MENTE. “Arrependei-vos”, portanto, significa que é necessário haver uma mudança na mente. Como, porém, se consegue mudar a mente? Colocando-a no Espírito. Ao fazê-lo, desfutamos vida e paz (v. 6).

      A PRATICA HOJE VISA AO REINO NO FUTURO.

      Um abraço a todos.
      Acesse : APÓS SER PRESO, O MINISTÉRIO DE PAULO PASSOU DE EDIFICADOR PARA EPÍSTOLAR

  2. thais diz:
    muito obrigado esse texto me tirou muitas dívidas é muito construtivo pra mim que luto todos os dias pra ser uma verdadeira cristã !!
  3. Black Jr diz:
    Somos o templo do Espírito Santo. Cristo veio salvar-nos, não o prédio.
    Porém o templo, prédio, edificação, salão, etc, tem sua utilidade. É um lugar de reunião. De adoração litúrgica. De ensino.
    Na descida do Espírito Santo, por ocasião de Pentecostes, estavam reunidos no mesmo lugar (At 2.1). Perseveravam unânimes todos os dias no templo (At 2.46). O coxo foi curado por Pedro quando este subia ao templo à hora da oração (At 3.1).
    Aqueles cristãos não rejeitavam ou desdenhavam o templo. É certo que só havia um templo, isso porque ainda não havia a figura do “não concordo com pastor fulano, vou fundar minha própria denominação”, mas havia as sinagogas também. Pedro, João, Paulo, Filipe, etc, embora com personalidades diferentes faziam parte de um mesmo movimento, nunca quiseram se emancipar. Sabiam que eram membros de um mesmo corpo.
    Em um certo momento ficou inviável frequentar o templo e as sinagogas devido à perseguição. Passaram a se reunir nas casas às escondidas, não por rejeição ao templo, mas por necessidade de sobrevivência, como ocorre hoje nos países fechados ao cristianismo, onde o cristianismo é até crime.
  4. Francisco Alves Machado diz:
    Olá Roberto. Concordo contigo. Mas, vou além, no que concerne em considerar que “Deus não habita em templos”. Escrevi um artigo que trata da “Maldição do templo do sacerdote”. Neste artigo (confira), esclareço que Deus enviara se Filho Primogênito, para demonstrar e combater, entre outras coisas, o quê de maligno os sacerdotes “escondem” nos templos-edifícios que constroem e com os quais operam. Jesus ensinou aos indivíduos a razão pela qual, e como estes deveriam combater, repudiar e se livrar do templo-edifício. Ele comparou, claramente, de um lado, o templo-edifício, e do outro, o templo-indivíduo. E, exaltou, mostrando a si próprio como exemplo ideal, o templo-indivíduo, em detrimento e diametral oposição ao templo-edifício.
    O templo-edifício é construído por orientação de sacerdote, para este instalar e operar no indivíduo, além de outros males, aquilo que rotulamos de “estado de alienação por deslocamento esp0acial”.
  5. Fabiano Pedroso diz:
    Olá tudo bem? Só queria dizer que se o certo o cristão não deveria frequentar igrejas, ter uma religião. Como seria explicado o sentimento que eu e minha mulher começamos a sentir quando comecei a ir na igreja, principalmente eu comecei a mudar bastante, ser manso, ser paciente, ser mais bom para com as pessoas etc…e isso tudo em menos de 2 meses. Sabendo que em casa eu não iria conseguir ser assim. Por favor me ajudem, o que eu faço, agora estou em dúvida se continuo a frequentar a igreja, ou se somente fico em casa orando, e lendo a biblia com minha família.
    • Você deve andar segundo sua consciência, segundo o que já alcançou.
      Se no momento ficar em casa ainda é dificil para ti, não fique.
      Você lia a Bíblia antes de começar a ir na igreja?
      Imagino que na sua mente você sempre achou que Deus só poderia ser encontrado em algum “lugar santo” e por isso você teve uma facilidade maior de ter algo com Deus num lugar assim do que na sua casa.
      A igreja acabou servindo como “empurrãozinho” e Deus usou isso, mas não que você não teria como ter nada com Deus estando em casa.
  6. Paulo de Tarso o Anticristo adulterou, em suas epístolas satânicas, os sentido soriginais das noções fundamentais contidas na genuína doutrina do Filho do Homeme. Veja o clipe “verdadeira cruz do Cristo”, e confira o sentido original da noção de “crucificação”, na doutrina de Jesus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Mostrar um dos meus últimos posts