Como se rouba a Deus?

Caught in the Act

Caught in the Act por *saxon*, no Flickr

“Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas.”  (Malaquias 3 : 8 )

Costuma-se interpretar o verso acima como se o fato de não se dar o dízimo seja roubar a Deus, pois, teoricamente, 10% de nossas posses pertencem a Deus e deve ser, obrigatoriamente, devolvida.

Mas a Bíblia diz que tudo é de Deus e não só 10%.

“Porque a terra é do Senhor e toda a sua plenitude.”  (I Coríntios 10 : 26)

Logo roubar a Deus não tem a ver com não devolver uma parte de nossos bens, pois tudo o que temos(mesmo que não devolvamos nada) já pertence a Ele.

Na verdade o roubar a Deus tem a ver com o roubar ao próximo.

No contexto de Malaquias os roubados eram os levitas, as viúvas e os orfãos que legalmente  tinham o direito de comer dos dízimos e que, não sendo o dízimo dado, ficavam sem ter o que comer:

“Quando acabares de separar todos os dízimos da tua colheita no ano terceiro, que é o ano dos dízimos, então os darás ao levita, ao estrangeiro, ao órfão e à viúva, para que comam dentro das tuas portas, e se fartem;”  (Deuteronômio 26 : 12)

Deus apenas toma as dores deles e diz que quem os rouba, está roubando a Ele.

Perceba que Deus não apenas cobra os dízimos e ofertas, como também diz para que eles seriam utilizados:

“Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o SENHOR dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes.”  (Malaquias 3 : 10)

Nos dias de hoje não temos mais levitas e nem uma lei que nos obrigue a dar o dízimo para os pobres, por isso creio que o termo “roubar” não se aplique mais àquele que não dá o dízimo.

No entanto aquele que deixa de pagar um devedor seu para dar o dízimo pode ser chamado assim, pois está tomando posse do que não lhe pertence para supostamente doar a Alguém que já é dono de tudo e por isso não precisa.

A ninguém devais coisa alguma, a não ser o amor com que vos ameis uns aos outros; porque quem ama aos outros cumpriu a lei.”  (Romanos 13 : 8 )

Passado o medo de ser chamado de ladrão, fica-se livre para doar movido pelo amor, sem quantias predefinidas e somente do que se tem.

Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.”  (II Coríntios 9 : 7)

“Porque, se há prontidão de vontade, será aceita segundo o que qualquer tem, e não segundo o que não tem.”  (II Coríntios 8 : 12)

Sobre Roberto Donizeti Soares

Moro em Catiguá, interior de São Paulo. Sou psicólogo formado pelo Instituto de Ensino Superior de Catanduva (IMES Catanduva, antiga FAFICA) e trabalho em Catanduva, na Superintendência de Água e Esgoto de Catanduva. Li a Bíblia algumas vezes e continuo relendo e buscando um maior entendimento. Simpatizo com o movimento Caminho da Graça do pastor Caio Fábio de Araújo Filho. Gosto de teologia, sociologia, psicologia, antropologia, política, livros, filmes, música, gibis, jogos e brinquedos, entre outras coisas.

Tags , , , , , , , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

66 respostas para Como se rouba a Deus?

  1. Amém, Roberto!

    De fato, não há que se falar em 10% nos tempos de Igreja, quando Jesus ensinou que devíamos dar tudo.

    Conheço a história de um homem que dava (ou dá – não sei se ele ainda vive) 90% do que ganhava, e, quando perguntado como ele fazia para viver “só” com 10%, ele dizia: “Só 10%? É engraçado que para dar, 10% é suficiente; para ficar com ele, 10% é pouco!”.

    Isso revela muito do nosso coração.

    Tudo é de Deus, e, por extensão, de tudo aquilo para o que Deus direcionar.

    Acredito que 10% deve ser o mínimo, ou a “justiça dos fariseus”, a qual, disse Jesus, devíamos superar EM MUITO, a fim de entrar no Reino de Deus.

    Mas falar em dinheiro nos dias atuais é mexer num vespeiro. Não à toa, o Senhor lhe deu status de divindade.

    Por isto, sua palavra é oportuníssima, mas seríamos muito insinceros se, lançando mão dessa palavra, nos tornássemos crentes descomprometidos, o que é, o “outro lado da moeda”, porém.

    Deus te abençoe!

    Último post de Carlos Eduardo:PECAMOS PORQUE SOMOS PECADORES; MAS NÃO PECAMOS!

  2. Olá mano @Carlos Eduardo
    Minha intenção nesse texto não é desencorajar ninguém a doar, mas somente explicar o termo “roubar a Deus” que muitas vezes é utilizado e acaba gerando doações movidas por motivações erradas.

    Eu também acho que todo o que tem condição de doar deveria doar no mínimo 10%, mas discordo que esse é o mínimo para todo crente, pois acredito que alguns não tem condições para tal e não tendo condições se pode dar menos.

    Deus te abençoe também, mano. 🙂

  3. Roberto, bom dia!
    Muito bom o seu post, é interessante como a maioria das pessoas associa os 10% à fé. Qual é o verdadeiro sentido dessa prática? o que fazer com esse dinehiro? seria para a manutenção e construção de novas igrejas?
    manutenção até que eu entendo, o que eu não entendo é o porque de construir novas igrejas se já tem tantas espalhadas por ai e a palavra de Deus é uma só. Eu defendo a ideia de que todos temos que doar, mas que seja de coração e não por obrigação

    Último post de Neimar Alves:O aborto da menina de 9 anos e a coerência

  4. Wender Campinas diz:
    A paz do senhor irmão Roberto
    ,primeiramente estou muinto feliz pois até que em fim encontrei alguem com mesmo pensamento; olha eu acho que nos dias de hoje o homem tem visado muinto o bem material; pois ele não ve esforso para pedir dinheiro eu fico muinto triste guando vejo muintas igrejas que fazem assim pois eu estivi um certo tempo afastado dos caminhos do senhor por isto mas vi que sem ele no posso viver pois não tenho para ir pois o mundo não me cabe mais pois das vezes que afastei mesmo lá no mundo alguem me reconhecia pois temos uma marca depois que conhecemos a Cristo o mundo nos reconhece e sabe que somos diferentes. Mas voltandado a assunto guando voltei para igreja no primeiro mes chegou uma carta desta igreja eu fiquei feliz até abrila e guando vi estava um envelopi de dizimo e outro de oferta eu confesso fiquei muinto magoado pois vi que o homem pode matar outro até espiritualmente;pois eu esperava algo de apoio para minha nova caminhada;talvez um sejas bem esta casa é a casa do senhor algo assim não o meu dinheiro fosse mas importantate. Mas me lembrei de guando JESUS disse: eu sou o caminho e a verdade niguem vai ao PAI sem ser por mim; ai foi que aprendi que DEUS não quer nosso dinheiro nem nosso sagrificil pois JESUS ja foi sagrificado por nós DEUS quer que arrependemos de nossos pecados e sejamos imitadores dele não achei ainda na minha biblia onde diz: que no ceu a festa guando um homem da seu dinheiro tem gente que está tentando comprar a DEUS Mas NA MINHA BIBLIA DIZ: QUE A FESTA NO CEU GUANDO UM PECADOR SE ARREPENDE AI VALEU O sagrifisil de JESUS É IRMÃO VERDADEIRAMENTE ESTAMOS NO FIM desculpi pois é minha maneira de pensar é o que vejo nos dias de hoje obrigado pela atensão desculpi pois achei que ia escrever só um pouquinho fiqui nq paz do senhor jesus abensoado
  5. Roberto,

    estou seguindo seu blog desde que li esta esclarecedora e corajosa reportagem. Ela usa princípios da hermenêutica, olhando o contexto, e deixa claro que o cristão não é OBRIGADO a dar 10%, mas é ENCORAJADO a semear e manter compromisso financeiro com Deus POR AMOR. Isto é o mais importante
    Concordo que há pessoas que não podem dar 10% do salário, mas se elas se comprometerem a dar 5% todo mês, com certeza Deus honrará até mais do que aqueles que barganham com Deus
    Mas creio que se alguém tem dívidas e deixa de contribuir com Deus (ou contribui menos) por causa delas, ela está priorizando as coisas erradas. Creio que num período de crise, a pessoa possa doar menos a Deus e pagar suas dívidas conforme pode, mas deixar de doar a Deus eu acho um pouco extremista

    Abraços e parabéns!

    Último post de André Oliveira:Por que creio em Deus?

  6. Adriana Horta diz:
    Roberto,
    Na minha experiência pessoal Deus me mostrou que é a minha fidelidade e seriedade quanto à questão que vão fazer com que Satanás veja quem é dono das minhas finanças e isso nos protege nesta área. Cria uma faixa de proteção.
    Ótimo post, como sempre.
    Abraços.

    Último post de Adriana Horta:Devo ser fiador?

    • Aguinaldo diz:
      A verdade é que infelizmente a espiritualidade dos crentes hoje é medida pelo que ele tem e não pelo que ele é. Se ele da alta sociedade e a familia dele tem uma condição financeira muito boa… o pastor deixa ele fazer o que quer. ” eu passei por uma situa çao dessa quando era pastor de uma congregação, e pasmem teve que sair.
  7. Vanessa Ramos diz:
    A Paz do Senhor Jesus!
    Eu sinceramente acho muito perigoso esse texto! Sei que o contexo é verdadeiro(que realmente quem se beneficiava dos valores eram os levitas e outros) mas a moral da história como diz no mesmo texto que o sr. se referiu, a saber Ml:3 diz que: POR CAUSA DISTO REPREENDEREI O DEVORADOR…não é pelo valor, mas por causa da nossa obediência!não estipular valores significa não estipular prioridades; dessa forma, todos os meses posso me encher de dívidas,ficar sempre no vermelho que o Senhor não vai se importar se eu não dizimar!!!Eu tenho certeza que não é bem por aí!A bíblia também diz que é o Senhor que dá semente ao que semeia…então amado irmão, já que é Deus que nos dá a semente para semearmos, se formos obedientes, o Próprio Deus se encarrega de aumentar a nossa colheita…Espero sinceramente que não se chateie por que cuido que eu também tenho o Espírito de Deus!
    A Paz do Senhor,
    Vanessa
    • Paz seja contigo, Vanessa.
      O devorador seria repreendido quando as pessoas deixassem de ser avarentas e ajudassem os necessitados.
      Quem é necessitado não tem que dar e nem tem como dar e não creio que Deus vá cobrá-lo.
      Quanto a ficar endividado, não convém que ninguém se endivide, mas creio que, se acontecer(involuntariamente), a prioridade é a pessoa a quem devemos e não as obras da igreja, pois Deus sabe quem necessita mais.
      Algumas pessoas dão sempre o dízimo e ainda assim acabam passando por necessidade em algum momento, logo dar o dízimo não garante que a pessoa nunca passará necessidade.
      O importante é ter o coração disposto a dividir o que se tem(não o que não se tem) com quem precisa mais que nós.
      Um abraço. 🙂
  8. Gostaria de responder à Vanessa!

    Como estamos na NOVA aliança, vivendo segundo o NOVO testamento, devemos saber o que ele diz sobre isso. E para mim qualquer oferta ou contribuição deve ser basear em 2Cor 9, ofertando em amor, sem dor, pesar ou obrigação.
    Compromisso não é obrigação, mas responsabilidade.
    Existem pessoas que contribuem mas batem o carro, perdem o emprego, etc. E daí se apóiam na promessa de repreender o devorador. Não funciona assim não…não existe mágica! A soberania de Deus é maior do que nós e de qualquer coisa que uma igreja fale sobre dízimo de Ml 3.

    Contentemos com nossa salvação, que é um grande presente e contribuamos em amor. O que vier é lucro, pois tudo coopera para o bem do que crê (Rm 8, 28) e para o cristão viver é Crist e morrer é lucro (Gl 2,20)

    Último post de André Oliveira:Eu sei cuidar da minha vida sozinho

  9. josé roberto diz:
    Roberto você é como sempre muito feliz e correto no seu comentario,sempre examinando as escrituras e tirando com sabedoria o melhor para a nossa reflexão abraços força é fé
  10. Gaspar diz:
    O que não dá pra entender é que todos que tem essa opinião negativa sobre o dízimo, na sua maioria são dizimistas.

    Se Deus ama ao que dá com alegria, porque fazer com aversão?:

    “”””” RRRRRRRRRRRRRRRRRR (RAIVA ) Eu dou o dízimo mas não concordo que tenha que dar!@#%¨&*+#@%¨*””””””

    Tanta ladainha, tanta volta pra sempre parar no mesmo lugar.

    • O problema é a obrigatoriedade sendo imposta a quem não pode dar temporariamente por um motivo ou outro.
      Cada um deve dar segundo o que pode dar, não dar o que não tem como se o simples dar dinheiro agradasse a Deus e o não dar (mesmo que seja por não ter) o desagrade.
      Abraço.
  11. Gaspar diz:
    Temporariamente…???

    Então concordas que é certo dar!

    Vê se concorda comigo no seguinte: Se os crentes se nomeiam dizimistas ( mesmo os que são aversos ao ato de dizimar ), dízimo é a décima parte, ou sj, 10%. Logo ( “a quem não pode dar temporariamente por um motivo ou outro.” ) 10% de nada é nada!

    Se ser dizimista é devolver os 10%, pra mim o que passa disso é oferta ( muito bem vinda em qualquer igreja) , e se dar com alegria é um ato de fé, o que falta disso é infidelidade!

    O que eu ainda não vi, Caro Roberto, é alguém que tenha convicção que o dízimo NÃO é uma lícita prática neotestamentária, assumir uma posição assim: NÃO SOU DIZIMISTA! a maioria o é! Por que será? Medo do devorador???? rsrsrs.

    Eu gostaria de ver pastores presidentes corajosos, que sabem o que é a luta pra se manter uma congregação aberta, e que defendem esta tese proibirem seus membros de dizimar porque este ato seria antibíblico.

    Sou dizimista e creio que Deus nos retribui sim através da nossa fidelidade para com a obra Dele e creio também que se assim eu não o fosse, estaria “roubando” abstendo de colaborar a Quem tanto me abençõa!

    Parabéns pelo cuidado e atenção ao responder os leitores, diferente de outros donos de blog que eu conheço.

    Deus o abençõe!

    • Olá Gaspar.

      Talvez eu tenha errado em dizer “temporariamente”, creio que há alguns que talvez não possam dar nunca.

      Eu concordo que seja bom doar sem avareza, só não acho que tenha obrigação de ser 10%, pode ser mais ou menos que isso.

      Eu não acho que o dízimo seja obrigatório para que agrademos a Deus, ele apenas é uma forma infantil de se ensinar que é importante dedicar parte de nossos ganhos aos outros.

      E quando eu falo de alguém que não tenha condição de dar, não me refiro a alguém que não ganhe nada, mas sim a alguém que ganha pouco e que se der 10% ficará devendo para alguém ou não terá como sustentar sua família.

      Creio que, perante Deus, convém dar enquanto podemos dar sem passar necessidade, a partir daí a gente pode parar de dar e só receber.

      E quanto a esses que dizem que o dízimo não é uma prática neotestamentaria e ainda assim dizimam, creio que o que acontece é que eles continuam doando 10% não por devorador ou obrigação de lei e sim porque acham interessante doar essa porcentagem mínima como oferta.

      Sobre proibir o dízimo, acho que você deve ter usado uma expressão equivocada.

      Não é porque algo não é obrigatório que o pastor tenha de proibir a pessoa de doar, cada um dá quanto quer.

      Sobre a “dificuldade de se manter uma congregação aberta”, concordo que exista, mas acredito também que muito dos gastos das congregações atuais são gastos com coisas dispensáveis(coisas que a igreja sobrevive normalmente sem as ter).

      Espero que tenha me feito entender, se quis perguntar mais alguma coisa fique a vontade.

      Tento responder a todos, a menos que tenha de me repetir demais.

      Um abraço. 🙂

  12. Quem primeiro deu o dízimo foi Abraão, muito antes da promulgação da lei. Ele foi dado a Melquizedeque, cujo sacerdócio tipifica Cristo. Portanto, o argumento, não dou dízimo porque é coisa da lei não é correto. Dízimo é parte do sacerdócio que permanece até hoje, por isso está acima da lei de Moisés (cujo sacerdócio não tem mais valor).Porem dízimo não é condição para a salvação.

    “Porque eu quero a misericórdia, e não o sacrifício; e o conhecimento de Deus, mais do que os holocaustos” (Oséias 6:6);
    “Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus. Faze o bem a Sião, segundo a tua boa vontade; edifica os muros de Jerusalém. Então te agradarás dos sacrifícios de justiça, dos holocaustos e das ofertas queimadas; então se oferecerão novilhos sobre o teu altar” (Salmo 51:17-19);
    “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas” (Mateus 23:23);
    “Porque o fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê” (Romanos 10:4);
    “No primeiro dia da semana cada um de vós ponha de parte o que puder ajuntar, conforme a sua prosperidade, para que não se façam as coletas quando eu chegar” (I Coríntios 16:2);

    Roberto,penso que não se deve dar dez por cento de algo a Deus, mas, cem…e entendi sua explicação do termo “roubar a Deus”… parabens pela belíssima reflexao …

  13. Gaspar diz:
    É isso aí Miriã. Boas colocações.

    Dê mesmo 100% do seu salário à Deus e sobreviva com o resto!

    Viva só pela fé, justa. Pague suas contas com fé, alimente o seu corpo físico com fé, quando for passar na roleta do ônibus, diga ao cobrador: Eu creio!

    Dizimo significa a décima parte e, pra mim, o que passa disso é oferta, muito bem vinda em qualquer igreja, e Glórias a Deus se o valor das ofertas possam chegar aos 90% restante, seria maravilhoso! E entendo que as ofertas é que mostram o nosso amor para com a obra de Deus, pois dízimos como vc mesmo disse, não é mais que a nossa obrigação!

    Paz!

    • Creio que a Miriã não falava literalmente sobre dar os 100% e sim sobre estar disposto a dar tudo, ainda que não dê.

      E vejo um grande problema nesse seu pensamento de que o dízimo é só nossa obrigação e a oferta é demonstração de amor.

      Creio que no novo testamento tudo o que damos tem de ser demonstração de amor, como não estamos mais sob lei, não há mais “obrigação”, só um convite a amar e demonstrar seu amor pela doação também.

  14. Gaspar diz:
    “Roberto,penso que não se deve dar dez por cento de algo a Deus, mas, cem…” Foi ela mesmo quem disse……

    Para acertarmos os ponteiros, como dízimo é a décima parte, quem dá menos do que isso, pelo significado da palavra, NÂO é dizimista. Pode ser um colaborador, ofertante, coisas do tipo.

    É claro que tudo que doamos à igreja é uma demonstração de amor, pois muito mais que isto Ele tem nos dado. Sem entrar no mérito obrigação, creio que quem tem a obrigação de sustentar a obra de Deus somos nós crentes. Deus nos chamou também para isto.

    O dízimo é uma coisa muito justa, pois não existe aquele que é maior ou menor dizimista na igreja, pois todos dizimam um mesmo valor, ou sj, 10%.
    Aí, no caso das ofertas pode existir alguma diferença de valores entre as pessoas abastadas e as com poucos recursos, talvez para nós, mas não para Deus, pois Ele sabe muito bem a condição de cada um.

    Agora, quem pensa ser tão sem recursos que não possa assumir a condição de dizimista e colaborador na obra de Deus, paciência. Lembrando sempre que o dízimo de 100.000 mil reais é 10% e o dízimo de 10 reais também é 10% e, ainda, 10% de nada é nada!

    Abraços, Deus o abençõe e obrigado pelo espaço aqui!

  15. Thiago diz:
    O que eu discordo do texto é a forma que o autor traduz para sua opinião:

    “Nos dias de hoje não temos mais levitas e nem uma lei que nos obrigue a dar o dízimo para os pobres, por isso creio que o termo “roubar” não se aplique mais àquele que não dá o dízimo.”

    Quando DEUS falou em dar o dízimo, foi simplesmente em manter a estrutura da casa dele, pois, existe tanta gente trabalhando para fazer a obra de DEUS, que tudo isso, precisa de estrutura e suporte, além da fé, o essencial, precisamos dos mantimentos, assim como é mostrada em toda bíblia.

    Dar o dízimo, é muito mais que tirar o dinheiro do bolso e colocar na sacolinha ou no envelope, dar o dízimo é demonstração de fé, de confiança, é ter a certeza que DEUS proverá muito mais e que aquilo é uma contribuição material para que a obra de DEUS seja mantida nos dias passados e atuais. Já que falamos de material, precisamos saber que a fé, não é material, então mais que o dizimo, precisamos doar nosso amor, nossas lagrimas, nossas orações, precisamos muito mais, congregar e evangelizar.

    Então meus caros irmãos, o que falo, é que precisamos ajudar a casa do senhor com nossos dízimos e ofertas e que como nós temos contas a pagar, a igreja também tem, luz, água, aluguel e tantas outras coisas.

    Em relação a roubar, o termo hoje é muito FORTE… roubar é no sentido de deixar de contribuir, é de deixar de ajudarm é de deixar de devolver aquilo que nos foi concedido.

    Achismo, críticas e outros bla-bla-bla não condiz com a palavra de DEUS, precisamos simplesmente viver BIBLIA, BIBLIA e um pouco mais de BIBLIA, tirar conclusões, as vezes, inoportunas, é complicado e DEUS nao se agrada.

    DEUS ABENÇÕE A TODOS!

    • Assim como Paulo, eu também cuido ter o Espírito de Deus e por isso que ouso dizer o que creio no meio de um estudo bíblico.
      Apresentei o estudo para mostrar o porque de eu crer como creio, não disse nada sem bases.
      Abraços e volte sempre.
  16. Thiago Torres diz:
    @Roberto Donizeti Soares
    Claro amigo, tudo bem, e fico muito feliz em estudar a bíblia, mas você deve saber que a mesma lei que regeu o passado rege o futuro… Pois se dízimo não fosse um dever nosso, ele não estaria em toda bíblia.

    Mas não vamos rebater o assunto, eu acho que o interessante do texto foi a informação de que DEVEMOS sempre ser bondosos e abencoadores e que precisamos ter coração aberto para doar, seja em louvor, adoração, pregação, evangelização e até dízimo e oferta.

    PS. Temos apenas que ter cuidado, para não evoluir com o mundo e sim evoluir na palavra de DEUS, que é sábia e fiel.

  17. Thiago Torres diz:
    A LEI DIVINA prevalece…. se não fosse uma lei poderiamos fazer todas as coisas que achassemos conveniente a nós. As coisas de DEUS não é assim, o poder e divindade vem de cima, assim como a graça e todas as outras coisas.

    Deus te abençõe.

  18. josé roberto diz:
    vejam bem dizimo e oferta,leiam bem e interpretem o livro de malaquias,porque era aos sacerdotes a quem deus falava,e corrigia porque eles instruiam mal ao povo,os dizimos eram para sustentar o levita o orfão e a viuva e o estrangeiro. abrir as janelas do céus e derramar bençãos era a chuva para a agricultura e pecuaria assim o povo poderia trazer o dizimo a casa do tesouro e repreender o devorador nao era nada de diabo ou satanas eram apenas gafanhotos que atacavam a plantação.
  19. carlos lima diz:
    dia desses estava ouvindo a um debate,e observei que havia varias discordancias;e na maioria das vezes o ouvinte continua na duvida pois a biblia é uma só porém interpretam-na de modos diferentes.qual a pratica verdadeiramente agrada a DEUS? eu creio que 10% não é obrigatoriedade mas se for dada com alegria amém.Certa vez orei pedindo a DEUS que me desse discernimento da palavra e o Senhor me deu prov.2:3-7 “a verda- deira sabedoria ele reserva aos retos.
  20. Gladston Sant'Ana Silva diz:
    Gostaria humildemente de desafiar os sinceros estudantes da Palavra de Deus, que me respondessem a seguinte pergunta:Cite uma passagem explícita onde Jesus Cristo e os apóstolos exigiram a obrigação do dízimo,sobre pena de serem amaldiçoados pelo “devorador” que no contexto de malaquias 3:10 é interpretado como sendo o diabo.Jesus Cristo é menos poderoso que o dízimo para repreender o “devorador”(diabo)?Se tudo que o que está no A.T é realidade para a prática cristã,devemos praticar a circunsão,matar aqueles que cometem pecados grosseiros,devemos praticar a poligamia?Todo o servo de Cristo constantemente cheio com o Espírito Santo e que possua em mãos ferrramentas adequadas para uma correta interpretação bíblica como:hermenêutica bíblica, exegese bíblica/textual,contexto cultural/histórico/social/econômico,o destinatário do livro bíblico e da passagem bíblica em questão,sabe que não se pode formular um ensinamento cristão com base no A.T, apenas com base no N.T.Na dispensação da lei era exigido “dizimos”:durante o ano o primeiro e o segundo dizimos e de 3 em 3 anos além do primeiro e do segundo dizimo era exigido um terceiro dizimo.Como se vê até aqueles que sustentam que o dízimo deve ser pra ticado sob o preceito do A.T não o praticam sob os moldes do A.T, visto que pelos cálculos matemáticos era dado mais do que dez por cento.Ofertar,de acordo com a ótica da graça é dar a Deus em Cristo de forma voluntária a vida como um todo, pois uma vez que a vida esteja completamente entregue a Ele isto afetará a todas as áreas da vida, inclusive o desejo de ser cooperador de Deus em sua obra em todos os aspectos, inclusive financeiramente, pois a obra do Senhor necessita de recursos financeiros, mas Deus não necessita de um mísero centavo, pois do SENHOR é a terra e a sua plenitude o mundo e os que nele habitam.Que a graça de nosso Senhor Jesus Cristo o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo sejam sobre todos nós,filhos de Deus em Jesus Cristo.Gladston
  21. Como dar pra Deus:
    “O Rei, respondendo, lhes dirá: Em verdade vos afirmo que, sempre que o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, A MIM o fizestes.”

    Como roubar à Deus:
    “Então, lhes responderá: Em verdade vos digo que, sempre que o deixastes de fazer a um destes mais pequeninos, A MIM o deixastes de fazer.”

    A igreja evangélica é um sincretismo perfeito entre cristandade e religiões afro. Veja, o dízimo tem o mesmo significado para eles do que os trabalhos pagos em encruzilhadas, ou seja, serve para apaziguar as divindades e fazer com que o exu trabalhe ao seu favor.
    .-= Meu último post blog : Cemitérios de computadores =-.

  22. Roberto Luiz diz:
    No texto de Malaquias, que está sendo analisado, fica bem claro a explicação que o irmão Roberto Donizeti apresentou. Naquela época, o povo havia retornado do cativeiro, quando não dizimavam por não terem o Santuário (que havia sido destruído por Nabucodonosor). Após a reconstrução por Zorobabel e o retorno do povo, o profeta teve que relembrar a obrigação dos dízimos para sustento dos Levitas (que não receberam terras na divisão de Canaã e seriam sustentados pelas outras tribos para servirem no Santuário). Logo, já era roubar dos Levitas que deixaram de receber as sua terras (que foram dividas pelas outras tribos). Deus determinou que às demais tribos que receberam as terras (que pertenceriam à tribo de Levi)pagassem o dizímo e este também, a cada 3 anos, era distribuído para os órfãos, viúvas e estrangeiros (ou seja, os pobres).
    Só uma pequena contribuição.
  23. http://marcopablo9.blogspot.com/ gostei do texto aí, compartilho com as tuas ideias. Vai lá no meu blog, escrevi dois artigos falando desse assunto Dízimo. Foi nessa na mesma linha sua, lê lá… os títulos são “papai noel do dízimo não existe” e “por uma nova reforma protestante”
    .-= Meu último post blog : POR UMA NOVA REFORMA PROTESTANTE =-.
  24. cara, quero trocar alguns ideias contigo sobre a questão do sexo — essa tua abordangem é interessante; gostei, há um fundo de verdade; entretanto, ela precisa ser mais apurada e enfrentar alguns questionamentos mais consistentes da visão tradicional da igreja. Espero o contato e q troquemos idéias para aperfeiçoar essa nova visão de enchegar essa questão tão polêmica acerca do sexo. Espero tb aderir aos argumentos postos por vc; mas espero ser mais preciso nos argumentos… portanto, que nós possamos tracar algumas informações para melhorarmos nesse sentido.
    Abraços
    graça e paz do Senhor Jesus cRisto a vc
    .-= Meu último post blog : POR UMA NOVA REFORMA PROTESTANTE =-.
  25. Abraao diz:
    Quando Cristo esteve na terra quem andava com a bolsa de ofertas era Judas!

    Ao invés de edificarem o corpo de Cristo com o dinheiro doado, tem edificado templos que um dia serão demolidos ou tomados pelo anti cristo.

    O dizimo eh uma pratica da antiga aliança. Na nova aliança não existe veu entre DEUS e os homens, não precisamos de um intermedio humano, portanto não precisamos sustentar “sarcedotes”. O que se ve hoje eh uma verdadeira festa com o dinheiro alheio, todo esse sistema construido no meio evangelico com os pastores eh muito semelhante ao da igreja catolica com os seus padres. Os pastores, bipos, etc não sao maiores que ninguem, pois todos fazem parte do corpo, sao como celulas, ou seja, nosso lider eh Cristo ele eh o cabeça da Igreja e infelizmente as pessoas tem esquecido disso.
    .-= Meu último post blog : DEMO (GPC) =-.

  26. aury diz:
    Ola quero dar algumas dicas e tanta comfusâo o homem esta tâo perdido neste livro chamado biblia os farizeu na erra de cristo a jesus chamavam de mintiroso endemonho que chamava jesus de tudo isto os relijosos da epoca e hoje
    cotinuam a chamar jesus de mintiroso mt 5 v17 ele compriu alei de moises mas eles estâo infiado la dentro no v 18 ele jesus fez uma nova lei mas eles querem alei de moises
    ele falou para o seus discipulo nAo acumuleis dezoro aqui na
    terra onde atraça coroi e ladrâo robom ? os profetas e moises fiseram a parte deles eles estâo numa boa o livro da velha aliança era para estar no museu de israel nâo sei qual foi o safado que colocou emcima da lei de cristo
    tudo isto ai que tâo fasendo estâo chando jesus de mintiroso
    gl 3v 10=11 os que estâo na obra do velhgo testamento todos sâo amaldicoado negaro o sagrificio de jesus esâo nas obra da carne estâo desligado de cristo entraram nava mente para escravidâo hebeus 7 v18=19 medite he 8v8 medite no v 13
    tiago 2 v9=10 medite segunda epistola joâo 1 ao8 medite
    tira asduvida atotrin de cristo esta de mateus apocalipse
    alem disto ai ap 22v 18 19
  27. aury diz:
    meu prezado irmão este evangelho de cristo e uma lei espiritual mas os homem de hoje querem uma lei carnal
    que ê alei de moises esta lei ai nâo tem valor nem um perante deus porque todos os que praticam ela estâo des ligado de cristo de negaram o sacreficio de cristo
    entrarom novamente na esgravidâo estâo fasendo as obra da carne estâo se amaldicoando a si mesmo e o filho de deus
    mt cap 23 v 1 ao 12 cuando jesus deu uma chamada nos seus discipolo aningue vc chama de mestre nem de guia nem de pastore aninguem vc chama de pai porque um so e voso pai
    um so e vosso guia gristo?todos vos sois irmâo AI vc pode faser a origem dos nicolaitas os nicâo os manda chuva
    e sobre natal nada tem que ver com esta maracutaia que estâo fasendo ai isto ai e comercio ?bom final de ano
    com muitas alegria e saude estes sâo os voto de um discipulo
    de cristo obrigado
  28. vejo que ainda o ‘servos’do Altissimo andam perdidos em denominações; Jesus através de Pedro edificou a igreja pessoa não objeto< como paredes ou algo parecido, a raça humana é a igreja de CRISTO pois ela foi criada a Sua Imagem e Semelhança, e a verdadeira igreja está espalhada pelas vielas, dutos, albergues, vales, presidios. Assisti ontem ao filme 'O LAGO CEGO' COM SANDRA BULLOCK, filme com história veridica, impressionante. penso que a pessoa a quem Sandra interpretou é a verdadeira expressão que falta aos "crentinhos" de hoje.A palavra do SENHOR diz, quem tem sabedoria ouça o que o Espirito diz a igrejas, e igreja é sem sombra de dúvida 'pessoa'não aquela multidão de idolatras que estão dentro das denominações, passei a considerar idolatria aquela multidão dentro das denominações, estão alí para que? busca de prosperidade, cura interior, atrás de profecias, atrás de confusão espiritual? Sinto muito mas estamos no momento da grande colheita e os crentões não se convertem. vestem se com suas roupas chiqs e não tão nem aí pelos que sofrem, "OH SENHOR LIVRA TEU POVO DOS MINISTROS DO ERRO QUE TEM LEVADO SEU POVO A GRANDES LAÇOS! esta é a minha mais sincera oração ao DEUS-TODO-PODEROSO.
  29. Odete diz:
    Pois é querido irmão Roberto.Meu filho e eu ofertamos para as missões, eu dou os 10% do dízimo e olha que meu salario e o do meu filho não é muito, e no entanto Deus não nos deixa faltar nada. Disse Jesus: Dai à Cesar o que é de Cesar e à Deus o que é de Deus. Deus abençoe.
  30. Raulino de Sousa diz:
    Isso! “Os crentes” que pregam contra os dízimos e ofertas são uns folgados. Não querem abrir a mão mas querem um prédio com instalações e tudo mais para ” louvar a Deus” . Não são fiéis ao que dizem crer mas querem ser chamdospelo memso nome daqueles que creêm e contribuem também materialmente.
  31. niceoliveira diz:
    hoje em dia tem mais igreja do que gente, pois quem não quer trabalhar abre uma igreja e logo estão de carro novo, e os coitados dando dez por cento do que ganha , meu Deus ate onde vai a seueira desse povo, mais a biblia diz, que o deus desse seclo tem segado a mente de muitos pra que não veja a luz do evangelio, e é verdade pois a te meu casamento foi desfeito por causa da igreja universal do reino de deus, pois la e um verdaeiro trreiro de umbanda, pois ate minhas calcinhas meu amrido levava pra ser unginda, ele ficou louco e ,pra me ver livre abrir mão de tudo e hoje e stou bem , sem dar dismo e nem oferta e ele numa bicicleta velha e digno d e dó
  32. GABY diz:
    DIZIMO=décima parte, então obviamente devemos devolver a decima parte pra Deus segundo o nosso coração,não por obrigação!
  33. daniel valerio diz:
    concordo com o estudo pois tem muitos que chamao seus membrs de ladrao dizmo e um ato de fe
  34. José Paulo Pedro de lima diz:
    E Melquisedeque rei de salém, trouxe pão e vinho; e este era sacerdote do Deus altíssimo e Melquisedeque abençoou (a Abrão) e disse bendito seja Abrão do Deus altíssimo, o possuidor dos céus e da terra;(palavras de Melquisedeque para Abrão) e bendito seja o Deus altíssimo, que entregou os teus inimigos nas tuas mãos. E deu-lhe o dizimo de tudo; (palavras de Melquisedeque para Abrão) nestes versículos podemos ver que quem recebeu foi Abrão pois o rei melquisedeque foi quem trouxe pão e vinho vejamos o que esta escrito abaixo; Então o rei de Sodoma disse a Abrão: Dá-me a mim as pessoas; e os bens toma-os para ti. Abrão, porém, respondeu ao rei de Sodoma: Levanto minha mão ao Senhor, o Deus Altíssimo, o Criador dos céus e da terra, jurando que não tomarei coisa alguma de tudo o que é teu, nem um fio, nem uma correia de sapato, para que não digas: Eu enriqueci a Abrão; Neste caso Abrão não ficou com nada do que ele haveria recuperado da guerra por tanto ele também não poderia dar o dizimo daquilo que não seria seu o que ele falou para o rei de Sodoma nos leva a entender desta forma. Gênesis 14:20 … Velho testamento

    Também todas as dízimas do campo, da semente do campo, do fruto das árvores são do SENHOR; santas são ao SENHOR. Porém, se alguém das suas dízimas resgatar alguma coisa, acrescentará o seu quinto sobre ela. No tocante a todas as dízimas de vacas e ovelhas, de tudo o que passar debaixo da vara, o dízimo será santo ao SENHOR. Podemos ver que tudo era direcionado para Deus e ele era quem determinava de que forma era distribuídos e logo abaixo podemos ver o propósito do dizimo naquela época! Levítico 27:30-32 Velho testamento

    E eis que aos filhos de Levi tenho dado todos os dízimos em Israel por herança, pelo seu ministério que exercem o ministério da tenda da congregação. Números 18:21 Velho testamento

    Certamente darás os dízimos de toda a novidade da tua semente, que cada ano se recolher do campo. Mais um ponto a ser analizado o dízimo era dado de ano em ano e não mensal! Deuteronômio 14:22 Velho testamento

    Cada um contribua segundo propôs no seu coração, não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria. : não esta falando de dizimo e sim de oferta e também não específica que tipo de oferta!
    2 Coríntios 9:7 Novo testamento:
    [Salmo de Davi] Do SENHOR é a terra e a sua plenitude, o mundo e aqueles que nele habitam. Aqui está mais uma prova que Deus não precisa do nosso dinheiro! Salmos 24:1 Velho testamento

    Dai ao SENHOR a glória devida ao seu nome; trazei oferendas e entrai nos seus átrios. Oferenda não é dizimo e sim ofertas!
    Salmos 96:8 Velho testamento

    Honra ao SENHOR com a tua fazenda e com as primícias de toda a tua renda; Bom eu não sou fazendeiro se vocês é então ai e com vocês! Provérbios 3:9 Velho testamento
    Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim, diz o SENHOR dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu e não derramar sobre vós uma bênção tal, que dela vos advenha à maior abastança. Bom aqui fala de mantimento, comida e não dinheiro espécie
    Malaquias 3:10 Velho testamento

    Por: José Paulo Pedro de lima

    Roubará o homem a Deus? Todavia, vós me roubais e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas alçadas. Neste caso vamos ver que estaria roubando; Malaquias 3:8 Velho testamento; Porque o dízimo dos filhos de Israel, que oferecerem ao senhor em oferta alçada, tem dado por herança aos levitas; porquanto eu lhes disse: no meio dos filhos de Israel, nenhuma herança herdareis. Números 18.24
    Quando acabarem de dizimar todos os dízimos da tua novidade no ano terceiro que e o ano dos dízimos então a darás ao levita, ao estrangeiro ao órfão, e a viúva para que coma dentro das tuas portas e se fartem Deuteronômio 26.12
    Ora, antes disso Eliasibe, sacerdote, que presidia sobre a câmara da casa do nosso Deus, se tinha aparentado com Tobias e fizeram-lhe uma câmara grande onde dantes se metiam as ofertas de manjares, e incenso, os utensílios e os dízimos do grão, do mosto e do azeite que se ordenaram para os levitas, e cantores, e porteiros, como também as ofertas alçadas para os sacerdotes; Também entendi que o quinhão dos levitas se lhes não dava de maneira que os levitas e os cantores que faziam a obra tinham fugido cada um para a sua terra, então contendi com os magistrados e disse: por que se desamparou a casa de Deus? Porem eu os ajuntei e os restaurei no seu posto. Neemias 13,4,511,12 não sei se deixei algum versículo para trás pois até aqui não vi nenhum relacionado a respeito de salários de pastores

    23 Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Pois que dais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer essas coisas e não omitir aquelas. 24 Guias cegos! Que coais um mosquito, e engolis um camelo.
    Mateus 23:23,24 o juízo, a misericórdia e a fé e mais importante do que dizimo mesmo no tempo da lei porque aqui Jesus ainda estaria cumprindo a lei!
    Não sabeis vós que os que administram o que é sagrado comem do que é do templo? E que os que de contínuo estão junto ao altar participam do altar? Assim ordenou também o Senhor aos que anunciam o evangelho, que vivam do evangelho. 1 Coríntios 9:13-14 Vê se isto lhes diz algo 15 Mas eu de nenhuma destas coisas tenho usado. Nem escrevo isto para que assim se faça comigo; porque melhor me fora morrer, do que alguém fazer vã esta minha glória. 16 Pois, se anuncio o evangelho, não tenho de que me gloriar, porque me é imposta essa obrigação; e ai de mim, se não anunciar o evangelho! 17 Se, pois, o faço de vontade própria, tenho recompensa; mas, se não é de vontade própria, estou apenas incumbido de uma mordomia. 18 Logo, qual é a minha recompensa? É que, pregando o evangelho, eu o faça gratuitamente, para não usar em absoluto do meu direito no evangelho

    E esta pedra, que tenho posto por coluna, será Casa de Deus; e, de tudo quanto me deres certamente te darei o dízimo. Voto de Jacó se você fez algum voto prometendo dar o dizimo então que cumpra o teu voto eu não faço este tipo de voto, pois têm coisas mais importantes para se fazer votos do que dízimos!
    Gênesis 28:22 Velho testamento

    Nas tuas portas, não poderás comer o dízimo do teu cereal, nem do teu mosto, nem do teu azeite, nem as primogenituras das tuas vacas, nem das tuas ovelhas; nem nenhum dos teus votos, que houveres votado, nem as tuas ofertas voluntárias, nem a oferta alçada da tua mão; Deuteronômio 12:17 Velho testamento com apenas dois versículos mais podemos entender este primeior 18 mas os comerás perante o Senhor teu Deus, no lugar que ele escolher, tu, teu filho, tua filha, o teu servo, a tua serva, e bem assim e levita que está dentre das tuas portas; e perante o Senhor teu Deus te alegrarás em tudo em que puseres a mão.19 Guarda-te, que não desampares o levita por todos os dias que viveres na tua terra.

    Também falarás aos levitas e dir-lhes-ás: Quando receberdes os dízimos dos filhos de Israel, que eu deles vos tenho dado em vossa herança, deles oferecereis uma oferta alçada ao SENHOR: o dízimo dos dízimos. Este um décimo dos dízimos era oferecido aos sacerdotes hoje temos apenas um sacerdote que eterno e que se chama Jesus Cristo, não e você! Ou é? Números 18:26 Velho testamento
    a quem também Abraão deu o dízimo de tudo, e primeiramente é, por interpretação, rei de justiça e depois também rei de Salém, que é rei de paz;
    Hebreus 7:2 Referencia do velho testamento
    E os que dentre os filhos de Levi recebem o sacerdócio têm ordem, segundo a lei, de tomar o dízimo do povo, isto é, de seus
    Irmãos, ainda que tenham descendido de Abraão. Podemos ver aqui que o dizimo e lei, e se e lei eu estou livre dele,
    pois graças ao bom Deus hoje eu vivo pela graça pela qual Jesus verteu o seu sangue na cruz do calvário
    para me livrar da maldição da lei.
    10 Pois todos quantos são das obras da lei estão debaixo da maldição; porque escrito está:Maldito todo
    Aquele que não permanece em todas as coisas que estão escritas no livro da lei, para fazê-las.
    11 É evidente que pela lei ninguém é justificado diante de Deus, por que: O justo viverá da fé;
    12 ora, a lei não é da fé, mas: O que fizer estas coisas, por elas viverá.
    13 Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro;
    14 para que aos gentios viesse a bênção de Abraão em Jesus Cristo, a fim de que nós recebêssemos pela fé a promessa do Espírito.

    9 Propôs também esta parábola a uns que confiavam em si mesmos, crendo que eram justos, e desprezavam os outros:
    10 Dois homens subiram ao templo para orar; um fariseu, e o outro publicano.
    11 O fariseu, de pé, assim orava consigo mesmo: ó Deus, graças te dou que não sou como os demais homens, roubadores, injustos, adúlteros, nem ainda com este publicano.
    12 Jejuo duas vezes na semana, e dou o dízimo de tudo quanto ganho.13 Mas o publicano, estando em pé de longe, nem ainda queria levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: ó Deus, sê propício a mim, o pecador! 14 Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque todo o que a si mesmo se exaltar será humilhado; mas o que a si mesmo se humilhar será exaltado. Lucas 18.9… Novo testamento

    11 agora, pois, levai a termo a obra, para que, assim como houve a prontidão no querer, haja também o cumprir
    Segundo o que tendes.
    12 Porque, se há prontidão de vontade, é aceitável segundo o que alguém tem, e não segundo o que não tem.
    13 Pois digo isto não para que haja alívio para outros e aperto para vós,
    14 mas para que haja igualdade, suprindo, neste tempo presente, na vossa abundância a falta dos outros, para que também a abundância deles venha a suprir a vossa falta, e assim haja igualdade;
    15 como está escrito: Ao que muito colheu, não sobrou; e ao que pouco colheu, não faltou. 2º coríntios

    18 Quando, porém, o mediam com o gômer, nada sobejava ao que colhera muito, nem faltava ao que colhera pouco;
    colhia cada um tanto quanto podia comer. Êxodo 16.18

    1 Foi no ano sétimo de Jeú que Joás começou a reinar, e reinou quarenta anos em Jerusalém. O nome de sua mãe era
    Zíbia, de Berseba.
    2 E Joás fez o que era reto aos olhos do Senhor todos os dias em que o sacerdote Jeoiada o instruiu.
    3 Contudo os altos não foram tirados; o povo ainda sacrificava e queimava incenso neles.
    4 Disse Joás aos sacerdotes: Todo o dinheiro das coisas consagradas que se trouxer à casa do Senhor, o dinheiro daquele que passa o arrolamento, o dinheiro de cada uma das pessoas, segundo a sua avaliação, e todo o dinheiro que cada um trouxer voluntariamente para a casa do Senhor,
    5 recebam-no os sacerdotes, cada um dos seus conhecidos, e reparem os estragos da casa, todo estrago que se achar nela.
    6 Sucedeu porém que, no vigésimo terceiro ano do rei Joás, os sacerdotes ainda não tinham reparado os estragos da casa.
    7 Então o rei Joás chamou o sacerdote Jeoiada e os demais sacerdotes, e lhes disse: Por que não reparais os estragos da casa? Agora, pois, não tomeis mais dinheiro de vossos conhecidos, mas entregai-o para o reparo dos estragos da casa.
    8 E consentiram os sacerdotes em não tomarem mais dinheiro do povo, e em não mais serem os encarregados de reparar os estragos da casa.
    9 Mas o sacerdote Jeoiada tomou uma arca , fez um buraco na tampa, e a pôs ao pé do altar, à mão direita de quem entrava na casa do Senhor. E os sacerdotes que guardavam a entrada metiam ali todo o dinheiro que se trazia à casa do Senhor.
    10 Sucedeu pois que, vendo eles que já havia muito dinheiro na arca, o escrivão do rei e o sumo sacerdote vinham, e ensacavam e contavam o dinheiro que se achava na casa do Senhor.
    11 E entregavam o dinheiro, depois de pesado, nas mãos dos que faziam a obra e que tinham a seu cargo a casa do Senhor; e eles o distribuíam aos carpinteiros, e aos edificadores que reparavam a casa do Senhor;
    12 como também aos pedreiros e aos cabouqueiros; e para se comprar madeira e pedras de cantaria a fim de repararem os estragos da casa do Senhor, e para tudo quanto exigia despesa para se reparar a casa.
    13 Todavia, do dinheiro que se trazia à casa do Senhor, não se faziam nem taças de prata, nem espevitadeiras, nem bacias, nem trombetas, nem vaso algum de ouro ou de prata para a casa do Senhor;
    14 porque o davam aos que faziam a obra, os quais reparavam com ele a casa do Senhor.
    15 E não se tomavam contas aos homens em cujas mãos entregavam aquele dinheiro para o dar aos que faziam a obra, porque eles se haviam com fidelidade. 16 Mas o dinheiro das ofertas pela culpa, e o dinheiro das ofertas pelo pecado, não se trazia à casa do Senhor; era para os sacerdotes. . 2º Reis 12…
    .

  35. José Paulo Pedro de lima diz:
    me mostre um dízimista hoje milionário se realmente este versículo valesse nos dias de hoje haveria muitos milionários 10 Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim, diz o Senhor dos exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós tal bênção, que dela vos advenha a maior abastança.
    malaquias 3.10 agora quem recebe com certeza para estes não existe devorador com certeza eles são abençoados eu queria saber destes porque eles não dão ensinamentos nas igrejas a respeito de dízimos, será por medo de serem desmascarados? já pesquisei vários comentários a respeito de que é a favor do dízimo mas todos sem fundamentos bíblicos o que vejo são pessoas sem argumentos usando textos bíblicos que não tem nada a ver com o assunto se algum de vocês tem algo o contrario do que estou falando me mostre dentro da bíblia se você me provar ao contrario te peço perdão em publico e vou passar a ser um dízimista.
  36. Pingback:Cool Ethical Hacking images | Internet Security

  37. Ofertas de riquezas materiais

    O que pode levar um cristão a não ofertar ao Senhor, seria o fato de não ter o que ofertar ou há outros motivos não revelados? Os santos das igrejas da região da Macedônia, além de passar por provas e sofrimentos ainda careciam de bens materiais para ofertar. A situação desses irmãos era mais que perfeita para eximir-se do ato de ofertar. Eles não precisavam negar, mentir ou apresentar prioridades pessoais que ainda não tinham sido atendidas para desculpar-se. Era evidente que financeiramente não podiam fazer muito para cooperar com os irmãos que estavam com necessidades.

    Mas quando se tem graça tudo muda. Quando Deus se dispensa a nós como vida e tudo para nós, não temos medo de dar o que restou, pois reconhecemos Nele a fonte de tudo que compõe esse universo material. O Senhor já nos deu tanto – Ele deu-nos a salvação, saúde e tudo mais. Ele nos enriqueceu, em tudo, para toda a generosidade. Ser generoso significa que você não retém nada, mas dar com espontaneidade, suavidade e graça, aquilo que Ele deu.

    É a graça de Deus que provoca uma pessoa, mesmo tendo profunda pobreza, ter um coração de ofertar. É a graça de Deus que gera um coração obsequioso e voluntário. Toda vez que Deus vem a nós como graça nosso coração se dispõe a ofertar. Quando o Senhor Jesus apareceu entre os homens cheio de graça, Sua atitude foi entregar-se, foi ofertar-se completamente. O Senhor Jesus não guardou nada para Si. Ela não podia dar mais do que deu, pois deu tudo – deu a vida.

    As ofertas são importantes porque elas cooperam para o avanço do evangelho. Um irmão falando em uma reunião da igreja disse a audiência: “O gazofilácio, decididamente, é nosso eletrocardiograma porque ele expõe a condição do nosso coração como nenhuma outra coisa pode fazer”. Há um texto bíblico que diz: “Aconteceu, depois disto, que andava Jesus de cidade em cidade e de aldeia em aldeia, pregando e anunciando o evangelho do reino de Deus, e os doze iam com ele, e também algumas mulheres que haviam sido curadas: Maria, chamada Madalena, da qual saíram sete demônios; e Joana, mulher de cuza, procurador de Herodes, Suzana e muitas outras, as quais lhe prestavam assistência com os seus bens”(Lucas 8:1-3).

    Ofertamos toda vez que nos lembramos o que o Senhor fez por nós. Ele nos curou de nossa enfermidade espiritual. Depois do dia em que foram curadas elas deixaram de canalizar seus bens para o mundo para aplicar no reino de Deus. Não há dinheiro mais bem empregado do que aquele que é colocado na obra de expansão do Evangelho. Seria bom refletirmos um pouco para sabermos o que estamos fazendo com nossos bens. Estamos expandindo o evangelho, edificando o reino do Senhor ou estamos expandindo o comercio humano e edificando este mundo com nossos bens? Vale à pena refletirmos acerca de como anda nosso coração. Um coração enfermo é aquele é generoso e voluntário para contribuir, não para o Senhor, mas para a sustentação desse mundo tenebroso.

    Rogamos ao Senhor que continue falando mais ao seu coração acerca dessas coisas. Amém!

  38. Regino diz:
    o povo erra por nao conhecer e entender as escrituras,,pois falando sobre o dizimo. esse dizimo ja foi pago na cruz por nosso senhor JESUS CRISTO, e o preço foi muito alto,foi preço de sangue, e quem continua sendo dizimista nega a CRISTO que nos resgatou da maldiçao da lei,pois seria em vao o seu sofrimento por nós.Deus nao quer nosso sacrificio, e sim obediencia,,,e quem da dizimos serve aos homens e nao a DEUS, e se vc quer servir a DEUS faça o que CRISTO nos recomendou…..dizendo…estive com fome e me deste de comer,tive com sede e me deste de beber,,,,,,,,etc e ainda disse ,,,tudo que fizeste a um dos meus pequeninos, a mim fizeste, e se vc der seu dinheiro pra pastor ,,so a mesa dele ficara farta e as ovelhas comendo capim seco e bebendo agua suja,……quem quiser esclarecimento sobre os dizimos acesse o site CRISTO É A VERDADE …….. e clique em PUBLICAÇOES x anti-biblicas … e leia o tema A VERDADE SOBRE OS DIZIMOS.. aproveitem a leitura.
  39. Reforma Já diz:
    Olá, a paz!

    A sua interpretação do dízimo é interessante, porém..

    Convido o amigo a ler um TCC acadêmico sobre o “dízimo” que está postado no site [ http://www.reformaja.org ] no link “arquivos”: A sombra do Templo no Dízimo e na Igreja.

    Creio que será uma ferramenta muito util para o vosso estudo/análise.

    Procure ler a pesquisa até o fim se for possível, pois o conteúdo produzido é realmente impactante…

    Um abraço!!!

  40. Elizeu Lopes diz:
    Em Gênesis 14 há um registro que Abrão depois de haver derrotado Quedorlaomer e os outros reis, estava voltando para casa quando encontrou-se com Melquisedeque no vale de Savé. Melquisideque era rei de Salém e sacerdote e trouxe pão e vinho e abençoou Abrão. Diz o texto que Abrão deu a Melquisideque a décima parte de tudo o que havia trazido de volta. Lendo a passagem bíblica no seu contexto, não há uma ordem de Deus para que Abrão desse um décimo de tudo. Assim sendo,o patriarca ofertou ao Senhor com liberalidade. O querer dar foi vontade do doador Abrão, bem como o valor estibulado. Com esse comentário não quero desistimular aqueles que querem contribuir,mas que não sejamos enganados pelo marketing de alguns que distorcem versículos com vistas à campanha de levantamento de fundos para enriquecimento ilícito. Devemos cooperar na medida de nossa possabilidade, pois o ato de contribuir não tem a intenção de empobrecer o contribuinte. Acredito que o que satisfaz a Deus não pode ser o montante da nossa contribuição, mas sim a disponibilidade em faze-lo. Tem gente dizimando,ofertando,cooperando dê o nome que quiser,mas estão fazendo em função da manipulação aterradora de alguns líderes. Tem crente entregando dinheiro no templo por causa da pressão externa de líderes manipuladores da graça.A atitude de Abrão foi um ato pessoal,de dentro para fora, foi um problema entre ele e Deus. Deus não está interessado em dinheiro doado sobre pressão,de má vontade, ou dinheiro que tenho como base o medo de ser amaldiçoado. Doar para é uma ato de confiança. Deus é infinitamente bom para nos satisfazer e prover muito,muito.muito mais do que precisamos para vivermos alegres e sem temores. Um abraço Roberto. Abraços a todos.
  41. celiomar diz:
    roberto,mais nois estamos vivendo no tempo da graca,nao precisamos paga dizimo nehum pq jesus nao encinou ninguem a paga dizimos,e outra nos nao somo levitas e nem judeus somo gentios,quem paga dizimos esta rubando o senhor,o dizimo foi contituido no velho testamento a qual por cristo foi abolido,e ai quem ta certo a biblia ou esses malas ai q fica roubando os coitados?2 corintios 3:13,14,15,paz de deus
  42. JoJorr diz:
    Como meio educativo e de conscientizacao seria de grande bencao que dizime o dinheiro que recebe para o seu uso pessoal, ainda que esse dinheiro tenha sido previamente dizimado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mostrar um dos meus últimos posts