Casamento no Céu?

Jesus respondeu: “Os filhos desta era casam-se e são dados em casamento, mas os que forem considerados dignos de tomar parte na era que há de vir e na ressurreição dos mortos não se casarão nem serão dados em casamento, e não podem mais morrer, pois são como os anjos. São filhos de Deus, visto que são filhos da ressurreição.

Lucas 20:34-36

Admito que esse trecho da Bíblia e outros semelhantes, nos outros evangelhos, são uns dos que considerava mais tristes até alguns dias atrás.É doloroso para alguém que gosta de romantismo imaginar que após a morte não poderá continuar amando da mesma forma a pessoa que ama agora ou que, no meu caso, se não conseguir se relacionar com ninguém aqui na Terra, terá de continuar assim na eternidade.

Recentemente, porém, com a ajuda de um irmão, comecei a ver essa passagem de forma diferente.Repare no que foi perguntado a Jesus antes dessa resposta:

“Mestre”, disseram eles, “Moisés nos deixou escrito que, se o irmão de um homem morrer e deixar mulher sem filhos, este deverá casar-se com a viúva e ter filhos para seu irmão.

Havia sete irmãos. O primeiro casou-se e morreu sem deixar filhos.

O segundo e o terceiro e depois também os outros casaram-se com ela; e morreram os sete sucessivamente, sem deixar filhos.

Finalmente morreu também a mulher.

Na ressurreição, de quem ela será esposa, visto que os sete foram casados com ela? ”
Lucas 20:28-33

É óbvio que os saduceus não queriam realmente saber sobre relacionamentos na eternidade, visto que eles nem criam na ressurreição, mas apenas tentar pressionar Jesus sobre o cumprimento de uma lei que parecia impossível de cumprir, caso houvesse ressurreição.

Eles não perguntaram sobre amor, não perguntaram sobre a felicidade da mulher, mas apenas sobre o direito de tê-la como mulher.Se essa história foi verdadeira, pode ser que a mulher só tenha amado a um dos sete irmãos, ou talvez a nenhum!

Diante disso, a resposta de Jesus é libertadora:Lá será diferente!Lá uma pessoa não será obrigada a se unir a outra seja por qual motivo for!

A lei mencionada pelos saduceus, chamada de Levirato, foi criada porque, como não se cria ainda na ressurreição, pensava-se que a continuação de um homem seriam seus filhos e se um homem morria sem filhos, deveria haver uma continuação para ele, ainda que fosse por intermédio de um de seus irmãos.Até essa necessidade Jesus elimina, ao dizer que os ressuscitados “não morrerão”.

Eu acredito que as palavras de Jesus foram apenas para responder ao saduceus e para deixar claro que os ressuscitados somente se unirão a alguém se assim o quiserem, para o seu bem, livres de todas e quaisquer pressões e necessidades que hoje temos na Terra e as vezes fazem com que a gente se una a alguém sem amor.

No princípio, Deus não disse que o homem devia “casar” mas apenas “se unir”.

Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e eles se tornarão uma só carne.
Gênesis 2:24

E, para quem acha que esse tipo de relacionamento seria desnecessário no Céu, lembrem-se que Adão tinha a companhia de Deus quando Deus disse:

“Não é bom que o homem esteja só; farei para ele alguém que o auxilie e lhe corresponda”
Gênesis 2:18

Se antes era importante para o homem ter alguém além de Deus (e nessa passagem não se fala de filhos) porque é que no Céu será desnecessário?

Pense nisso.

Sobre Roberto Donizeti Soares

Moro em Catiguá, interior de São Paulo.Estudo Psicologia no Instituto de Ensino Superior de Catanduva (FAFICA) e trabalho em Catanduva, na SAEC.Simpatizo com o movimento Caminho da Graça do pastor Caio Fábio de Araújo Filho.Gosto de gibis, jogos e brinquedos.Li a Bíblia algumas vezes e continuo relendo e buscando um maior entendimento.
Marcado , , , , , , , , .Adicionar aos favoritos o permalink.

2 Responses to Casamento no Céu?

  1. limaval diz:
    Acredito que a vida no céu não seguirá padrões terrenos. Uma das consequências naturais do casamento (ou união, como queira) é a procriação. Se está escrito que os salvos serão
    “como os anjos”, a ideia de união (ou casamento, como queira) não se sustenta. Anjos não se unem, não procriam!

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Mostrar um dos meus últimos posts