Prefeito(a) de Catiguá – Eleições 2016 – Enquete


Em quem você pretende votar para prefeito de Catiguá em 2016?

Resultado parcial

Carregando ... Carregando ...

“A população de Catiguá terá quatro opções de voto para administrar a cidade nos próximos quatro anos, de 2017 a 2020. Os candidatos são Donizete Natal Pontes (SD) que escolheu o apelido ‘Zetti’ para a urna eletrônica, Osvaldo Medeiros (PEN), Sérgio Candido (PSC) que escolheu ser identificado por ‘Serginho da Ambulância’ e Vera Lúcia de Azevedo Vallejo (PPS).
De acordo com o sistema de divulgação das candidaturas disponibilizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) os pedidos de registro ainda estão pendentes de julgamento.
O candidato Donizete não informou especificamente a profissão. A convenção do seu partido aprovou coligação ‘ A Hora da Mudança’ com o PDT que indicou o candidato a vice Luiz Fabiano de Lobo conhecido como ‘Luisinho Lobo’. O candidato a vice também não informou a profissão. Em sua declaração de bens, Zetti indicou possuir patrimônio de R$ 6 mil. O candidato a vice informou que declarou ter R$ 28,8 mil em bens consistentes em uma linha telefônica e um carro.
O candidato Osvaldo declarou que é administrador e não informou qualquer coligação à Justiça. O candidato a vice-prefeito foi escolhido dentro da mesma legenda e será Maycon Galante (PEN). O vice não informou qual a profissão. Nas declarações de bens, o candidato ao Poder Executivo informou ter R$ 108 mil que engloba um veículo de R$ 28 mil e um imóvel no Rio de Janeiro (R$ 80 mil).
Serginho declarou que é servidor público municipal e também não firmou coligação com qualquer outra legenda. O vice, do mesmo partido, é a pedagoga Márcia Regina Gonçalves da Silva Cândido. Na declaração de bens o candidato a prefeito declarou ter 50% de uma casa (R$ 100 mil) e 50% de um carro (R$ 9 mil). Mesma soma da vice.
Vera Vallejo, ex-prefeita, declarou ser pedagoga e tem nove partidos na coligação ‘Por Amor a Catiguá’: PRB, PP, PTB, PMDB, PPS, DEM, PSB, PSDB e PSD. O candidato a vice é o comerciante Lourenço Calegari Júnior (PP). Na declaração de bens Vera informou possuir R$ 224.475,41, dentre os quais metade de propriedade rural (R$ 115 mil), 50% de casa em São José do Rio Preto (R$ 44,9 mil), 50% e outros imóveis. O vice declarou ter bens no total de R$ 63.287,70 distribuídos entre terreno (R$ 17 mil), quatro imóveis residenciais (R$ 22 mil), 93,3% de empresa.
Todos os candidatos ao Poder Executivo fixaram limite de gastos máximo para o Município: R$ 108.039,06. Os candidatos a vice informaram que não terão gastos.” http://www.oregional.com.br/2016/08/catigua-tem-osvaldo-serginho-vera-e-zetti-para-na-disputa-pela-prefeitura-e-75-para-a-camara_322723

Amor aos animais


IMG-20151010-WA0002O amor aos animais é algo belo desde que não coexista com o ódio pelos seres humanos.

Há gente que ama os animais e ama mais aos seres humanos, porque entende que os homens estão acima dos animais. Outros amam a ambos porque creem que todos são animais e há os que amam, com poucas exceções, apenas os animais (ou os animais chamados de “inferiores”) porque estes supostamente são puros, enquanto o ser humano é maldoso e cruel.

Do ponto de vista bíblico o homem é descrito como superior aos animais, chegando ao ponto de ter permissão divina de usá-los para sua sobrevivência:

E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: […] dominai sobre os peixes do mar e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra. Gênesis 1:28

Tudo quanto se move, que é vivente, será para vosso mantimento; […] Gênesis 9:3

Isso não quer dizer que o homem possa fazer o que bem entende com os animais mas dá ao homem o direito de fazer com animais o que não tem direito de fazer com outros seres humanos caso haja necessidade. O valor do ser humano não está ligado ao que faz de bom ou ruim mas é um valor estabelecido no momento da Criação.

Além do mais, não sabemos tudo sobre os animais a ponto de poder dizer que eles sejam melhores por não praticar o mal. Há quem pense que eles não tem nada além de instintos, o que não permitiria que fizessem o mal, mesmo que praticando uma ação vista como má, pois não fariam movidos por maldade mas apenas por instintos, não podendo ser julgados por isso. Nesse caso, não haveria superioridade animal, pois os animais não poderiam praticar nem o bem e nem o mal, sendo apenas seres neutros.

Se há sentimentos e escolhas não apenas instintuais nos animais então não temos como saber se os animais são puros ou não, pois, segundo Jesus, a maldade acontece no coração mesmo que não se manifeste em ações. Certas ações incômodas deles como latir, arranhar e morder poderiam até mesmo ser atos maldosos e não apenas reações instintivas.

Independentemente de crermos ou não na inocência dos animais e malignidade dos seres humanos o mandamento de Cristo é que amemos aos seres humanos, mesmo os inimigos:

Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus; Mateus 5:44

Não há no evangelho elogio ao amor dedicado apenas a quem nos ama ou nos trata bem; isso é considerado algo natural do ser humano. Não dá ser um verdadeiro amante de Deus amando apenas animais.

Ele nos deu este mandamento: Quem ama a Deus, ame também seu irmão.1 João 4:21

Melhor vereador de Catiguá da gestão 2013 – 2016


Qual é o melhor vereador de Catiguá da gestão 2013-2016?

Resultado parcial

Carregando ... Carregando ...